segunda-feira, 3 de agosto de 2020

Obreiros chamados ou presenteados? - Em Podcast



OUÇA AQUI em PODCAST





Obreiros chamados ou presenteados?

Olá meu amigos,
A Paz do Senhor,

Jesus disse: “Grande é, em verdade, a seara, mas os obreiros são poucos; rogai, pois, ao Senhor da seara que envie obreiros para a sua seara”. - Lucas 10:2

Com o número expressivo de pessoas ordenadas na atualidade para as mais diversas funções nas igrejas, ministérios e convenções:

Cooperadores, diáconos, presbíteros, evangelistas, pastores e pastoras, missionários e missionárias, bispos, episcopisas e até mesmo apóstolos, e se olharmos para isso de maneira superficial, parece mesmo um paradoxo, uma contradição, e até mesmo sem sentido a afirmação do Mestre no texto acima.

Porém, na verdade, todos sabemos perfeitamente, que essa afirmação do Senhor Jesus se mostrava  profética e escatológica justamente para a nossa geração.

Nunca, em nenhum outro momento da história da Igreja essa oração foi tão pertinente e necessária.

rogai, pois, ao Senhor da seara que envie obreiros para a sua seara”.

Os púlpitos e tribunas estão lotados de pessoas credenciadas...

Mas porque então faltam obreiros para a seara?

E neste ponto me pergunto: Será que funcionaria um RECALL no ministério da Igreja?

Vale registrar aqui, que o termo Recall, é um termo em inglês, que significa uma solicitação de devolução de um lote ou de uma linha inteira de produtos feita pelo próprio fabricante. Geralmente, isto ocorre pela descoberta de algum defeito ou problema relativo à segurança do produto, mas se o problema estiver na concepção do produto, a questão não é nem mais de Recall, mas até mesmo da retirada total daquele produto do mercado.

No meu entender, este é o real problema em nossa geração, um desvio de finalidade e motivação na concepção da chamada ministerial.

Na minha juventude já ouvia murmúrios de velhos patriarcas em suas conversas particulares quando diziam:

“Existem os “pastores chamados” e os também “chamados pastores”...  eis a diferença.

Termino esta reflexão com um texto do nosso amigo Pr. José Verneques da AD Ministério Paulista, que julguei muito interessante:

Chamada Ministerial não é presente humano

Exigir de alguém que não recebeu a chamada divina a fazer a obra de Deus, é a mesma coisa que tentar colocar o sol dentro da lua.

Só os que realmente receberam a chamada de Deus são capazes de renunciar tudo por amor a Cristo e sua obra.

Estes, não abrem mão de cumprir o ministério nem desistem por vantagem ou dificuldade alguma”.

Um abraço a todos e até a próxima oportunidade.

Pr. Carlos Roberto para o Point Rhema Podcast

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...