terça-feira, 29 de dezembro de 2009

BÍBLIA DAKE - Posicionamento do Pr. Carlos Roberto e Comentário de Revisora demitida pela CPAD


Fonte da Imagem: Blog do Pr. Robson Aguiar


Tenho acompanhado as discussões sobre a publicação da Bíblia de Estudos de Dake, lançada pela CPAD, porém, na condição de Membro do Conselho de Doutrina da CGADB, representando lá a COMADESPE, convenção regional da qual estou Vice Presidente Executivo, procurei não precipitar qualquer comentário aqui na blogosfera, no afã de ser moderado aguardando um bom final para este processo.


No entanto, considerando que aqui mesmo neste blog, publiquei chamada sôbre o lançamento da Bíblia Dake, com a melhor das intenções, e a partir de então passei a ter também responsabilidade com a indicação, não posso me calar, motivo pelo qual passo a expor o que se segue:


1 - Participei da Reunião do Conselho de Doutrina em conjunto com a Comissão de Apologética da CGADB, quando por conscenso e unanimidade, foi enviada resolução aos órgãos competentes, assinado pelos presidentes dos referidos conselhos, concluindo pelo cessar da publicação, bem como pela retirada dos exemplares da referida Bíblia ainda existentes nas lojas da editora. Somente isso já diz tudo sôbre o que significa para a Igreja tal publicação.

2 - Considerando que a Bíblia de Dake continua sendo muito bem vendida nas lojas da CPAD, e que, em virtude da notícia de seu lançamento postada aqui, tenho recebido muitas indagações, sejam por telefone ou e-mails, e até mesmo considerações através de comentários, declaro que:

3 - Não concordo com as discrepâncias doutrinárias de Dake, as quais passei a conhecer somente quando do recebimento de um exemplar, bem como da participaçào da Reunião do Conselho de Doutrina e da Comissão de Apologética,

4 - Ainda que existam bons comentários nela inseridos, aqueles que são heréticos e venenosos, invisabilizam a publicação, principalmente em se tratando de uma editora de caráter confessional.

5 - A não consulta ao conselho competente da CGADB, no caso o de doutrina, o que é regimental, foi erro grave e nesse caso específico irreparável.

6 - No meu entender, salvo melhor juízo, o não acatamento da resolução tomada pelos referidos conselhos, pelo menos até agora, (22.12.2009), agrava muito mais a situação, e caracteriza ainda uma séria crise institucional.

7 - Nossa convenção, a COMADESPE,  através da Comissão de Temário da 76a. AGO que será realizada em Bauru, de 25 a 28 de Janeiro de 2010, com muito temor e lamentando muito, decidiu, pontualmente, abrir mão de uma parceria de alguns anos com a CPAD, pelo menos até que isso se resolva, para que não tenhamos o constrangimento de ter a referida Bíblia comercializada nos stands do evento, e também para evitar o desprazer de ter que justificar, não recomendar ou fazer contraponto a um produto de tão importante parceiro.

8 - Não bastasse tudo isso, acaba de ser postado aqui neste blog, comentário da funcionária da CPAD, revisora Miriam Anna Libório, demitida, o qual transcrevo na íntegra:


A quem interessar possa.

Não é justo que eu seja penalizada pela publicação da Bíblia Anotada de DAKE, quando a direção foi avisada (pelo chefe de setor em exercício e pelos revisores responsáveis, muito antes de sua publicação) de que ela traria problemas. Não existe erro de revisão nela. Existem discrepâncias doutrinárias que inviabilizam sua publicação e isto, embora não seja da competência do revisor, que apenas cumpre ordens, foi visto e comunicado.
O superior imediato foi alertado a respeito das discrepâncias, mas não deu ouvidos, sabe-se lá por quê.
Qualquer coisa que seja dita, por quem quer que seja, para justificar a ignorância deles com relação a este fato, é MENTIRA atestada por mim como copy mais antiga no setor. Peço que tomem providências. Ou este sacerdócio já está tão corrompido que será necessário Deus abrir a boca de um jumento para repreender o profeta cego, surdo e mudo? Não quero emprego de volta, nem dinheiro. Quero desagravo. Não posso ficar à mercê de profetas velhos, aos quais sempre temi, dos quais sempre tive receio, e por causa de quem me vejo neste imbróglio.

Com muita indignação,
Miriam Anna Liborio
P.S.: Se existe algum problema de saúde naquele lugar, é cegueira. Incurável.

Isto posto, registro o que aqui relatei, como prova de respeito pelos leitores deste blog, os quais em sua maioria são companheiros de ministério e de convenção, e nesse caso me refiro principalmente à COMADESPE, além de amigos pertencentes a outras denominações, por ser este o veículo que disponho para externar o que penso a respeito do caso, e peço vênia, não sejam confundidas tais declarações, com qualquer conotação de política eclesiástica ou campanha contra a CPAD, a qual continua contando com a minha admiração e apoio pelo conjunto da sua obra e serviço prestado às Assembléias de Deus e à Igreja Evangélica brasileira em geral, no entanto, nesse caso específico, entendo que o erro é grave com o que não posso concordar em hipótese alguma.

Talvez tenha sido tardio no afã de não ser precipitado, mas agora, com todo respeito e moderação é necessário um posicionamento de minha parte.

"Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina. Persevera nestas coisas; porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem." I Timóteo 4: 16

Com temor a Deus e respeito
pela CPAD e todas as pessoas envolvidas,

Pr. Carlos Roberto Silva

437 comentários:

1 – 200 de 437   Recentes›   Mais recentes»
Marcello de Oliveira disse...

Shalom!

Nobre Pr CArlos Roberto, parabéns por sua coragem e ousadia. Há muitos que estão amordaçados. Não tem coragem de serem firmes, pois temem perderem suas igrejas e seus altos salários. Se continuarmos deste jeito, onde iremos parar?

Já dizia o ilustre Lord Acton: "o poder tende a corromper, e o poder absoluto corrompe absolutamente".

A quem estamos servindo: Ao Eterno, ou aos homens? Servimos à Ele, ou a Mamom? Onde estão os apologistas? Onde estão os profetas do nosso tempo?

Será que iremos fazer a "política da boa vizinhança" - ou seja, não vamos mexer nisso, pois se você mexer, tenho você em minhas mãos....

O Eterno nos livre da síndrome da igreja de Laodicéia, que dizia: Rico sou, de nada tenho falta. MAs aquele que conhece e sonda os corações disse: Vocês na verdade, são pobres, nús e miseráveis. Dura palavra! Mas quem falou, não foi nenhum apóstolo, ou profeta, mas foi o Leão da tribo de Judá, o Cristo Eterno, O Amém de Deus, o Rei dos Reis e Senhor dos Senhores. A Ele a Glória para todo sempre!

Prossiga companheiro. Nossa voz não pode ser calada. Nossa tribuna não tem limite. Avante pois!

2 Co 1.12

Pr Marcello

Pastor Jessé Sobral disse...

Caro Pr.Carlos Roberto.

Louvo a Deus pela sua vida, externada por um compromisso etico-institucional, mas acima de tudo com a Palavra de Deus.

Com certeza a minha ansiedade (e de inumeros companheiros) era de um pronunciamento aberto e verdadeiro das liderancas compententes da CGADB, ou seja, os presidentes do Conselho de Doutrina e da Comissao de Apologetica, ou ainda do Presidente da CGADB, alem é claro dos envolvidos com a CPAD, Presidente do Conselho Administrativo, Consultor Doutrinario, Diretor de Publicacoes e quem sabe até do Diretor da Casa explicando o porque de tamanha insensatez.

Infelizmente, todos silenciaram quanto a um pronunciamento aberto a Nacao Assembleiana, agora lhes restam as consequencias.

Quanto ao depoimento da Miriam, resta-nos cobrar apuracao por um grupo isento de quaisquer comprometimento, pois a denuncia é gravissima.

A nossa querida COMADESPE terá em sua historia mais um relato da firmeza e comprometimento dos seus membros frentes aos perigos que rondam a Igreja de Cristo.

O senhor tem o meu irrestrito apoio e oracao, a fim de possamos suportar o que vem pela frente; maior é Deus, nisto cremos.

Lembro ao pensar em tudo isto do final de uma mensagem que o senhor pregou em Taubeté quando finalizou dizendo: E AGORA JOSÉ? neste caso Joses.

Um abraco.

Gutemberg Maciel disse...

Caro amigo e pastor Carlos,
Graça e Paz!

Louvo a Deus por sua coragem e ousadia, pelo seu compromisso com a Palavra de Deus, que esta acima de qualque compromisso etico-institucional. Minha esperança é que os mesmo que fizeram pronunciamentos sobre a referida Bíblia, os quais na sua maioria fazem parte de cargos de destaque na CGADB e na CPAD, se pronunciem abertamente sobre este erro. Louvo a Deus porque ainda tem crentes que seguem o exemplo dos crentes de Beréia.

Nos Laços do Calvário
Pr. Gutemberg Maciel

Robson Aguiar disse...

Meu Deus, Aleluia!
Ainda há profeta em Israel!!
Nobre Pr. Carlos,

Já estava pensando que o louco dessa história era eu.

Não vou ser prolixo, só quero endossar suas palavras, e lhe dirigir meu irrestrito apoio no tocante a essa causa.

Tenho publicado de forma enfadonha em meu humilde blog textos históricos e teológicos que inviabilizaria a luz do bom senso a publicação dessa bíblia, pela nossa amada CPAD.

Vibrei com o parecer da nossa legítima Comissão Apologética, editado no Site da AD de Campinas.

Esperava que a direção da CPAD, fosse dar crédito ao vosso conselho, o que não aconteceu.

Não desanimei, continuei publicando matérias contrárias contra a DAKE, no sentido de trazer para mim aliados que engrossasse a corda.

Aos poucos foram chegando, começando pela Própria AD de Campinas até da vossa Magna Convenção COMADESPE.

Estou muito feliz por vossa atitude. demonstra que o irmão tem compromisso real com Deus. Que não tem medo de se queimar com "A" ou "B", Creio que outros irão se posicionar a respeito.

Nós não vamos completar 100 anos de existência com Sr. DAKE como nosso garoto propaganda!

Quanto a irmã Miriam, meu Jesus a que ponto chegaram as coisas!

Louvo a Deus pela coragem dessa serva de Deus, de vir a público denunciar o que aconteceu nos bastidores do lançamento da DAKE.

Desde já ela figura para mim como heroína, e orarei para que Deus lhe socorra nesse momento difícil de sua vida.

Infelizmente, não tenho outras ferramentas de ajuda a não ser nesse momento, minha voz.


Parabéns Pastor Carlos!

Pr. Robson Aguiar

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezamado pr. CArlos Roberto,

A paz do Senhor!

Louvado seja Deus, pelo seu esclarecimento e informação aos nubentes desta Bíblia.

Apenas uma sugestão: Creio que como não é do conhecimento de muitos o conteúdo exato da Bíblia DAKE, penso que seria o momento para a CPAD, prover aos seus leitores, a produção de um livro especial sobre esta Bíblia, e assim, muitos teriam interesse em receber esclarecimentos com a devida orientação bíblica, a respeito dos erros contidos na sua exatidão. Se aprende também com os erros!

A verdade descobre os erros. E muitas vezes, os erros poderão trazer a experiência de verdade.

O Senhor seja contigo, nobre e corajoso, homem de Deus!

pr. Newton Carpintero
www.pastornewton.com

Wagner, Pr. disse...

Triste situação, Pastor Carlos Roberto Silva.

Parabéns por sua palavra.

Wagner

Juber Donizete Gonçalves disse...

Pr. Carlos Roberto,

Sua atitude frente ao fato, demonstra seus caráter cristão, bem como coragem. Que Deus continue te abençoando ricamente meu irmão.

Abraço.

Marcelo Feitosa, Pb. disse...

A PAZ DO SENHOR PR. CARLOS,


GOSTEI MUITO DO SEU COMENTARIO SOBRE A BIBLIA DAKE.

EU E O PR. ELIAS ADQUIRIMOS A OBRA, E CONFESSO QUE FIQUEI SURPRESO AO ESTUDA-LA, COM CERTEZA TEM COMENTÁRIOS MUITO BONS, MAS OS ERROS DOUTRINARIOS SAO TERRRIVEIS.

FICO FELIZ DE A COMADESPE SE POSICIONAR A RESPEITO, POIS NOSSA CONVENÇAO, MODÉSTIA À PARTE, É EXEMPLO DE LISURA, TRANSPARÊNCIA E SERIEDADE.

FELIZ NATAL, E UM 2010 REPLETO DAS MAIS RICAS BENÇAOS DOS CÉUS.

EU COMENTEI COM O PR. ELIAS E CHEGAMOS A SEGUINTE CONCLUSAO:

"EXAMINAI TUDO, RETENDE O BEM"

JÁ QUE ADQUIRIMOS UM EXEMPLAR DA OBRA, NAO VAMOS JOGA-LO FORA.

QUE DEUS CONTINUE VOS ABENÇOANDO.
SEU CONSERVO EM CRISTO

PB. MARCELO FEITOSA
1 Secretario da AD-Pres. Epitacio-SP
Professor da EBD / Maestro.

Anônimo disse...

Estimado Prº Carlos Roberto Silva
Shalom.

Com base em seu comentário aqui resgistrado afirmo: lamentável.....
Lembro-me agora do primeiro concílio em Jerusalém que primou pela verdade da graça salvadora e não pelo interesse dos líderes.
Verdade relativa, Jo 8:32 afirma: E Conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. "A verdade sobre a DAKE está libertando"
Verdade absoluta, Jo 14:6 Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.
Triste é perceber que o vasto saber "eruditos" não foi suficiente para evitar que fosse lançado no mercado algo que mais cedo ou mais tarde traria consequências danosas ao povo de Deus e ainda respigar em gente boa colocando a idoneidade da Casa em descrédito.
Quanto ao comentário da nossa irmã, percebo uma certa revolta. Entretanto, também sou favorável a apuração dos fatos.
Recordo-me agora de uma célebre frase de um jornalista: pior que não ler nehum jornal é ler apenas um "rádio Bandeirantes".
Prº Carlos: Parabéns por sua coragem em expor esta matéria.
Jesus sempre tem razão: As ovelhas conhecem a voz dos pastores.
Sem segundas intenções pois minha confiança está em Deus posso afirmar: Para mim, sua imagem sequer foi chamuscada. Pelo contrário, acho que corroborou seu compromisso com a verdade.
Minha oração continua: Que o milagre aconteça em sua vida a cada momento.
Que o Eterno Deus continue lhe dando graça, simplicidade, prudência e sabedoria nas entradas e saídas diante do rebanho e nos atos concernentes a grande obra, segurando em sua mão e não o deixando desistir.

Fraternalmente em Cristo Jesus,

José Roberto Santana. 45
Um dos remanescentes lutando para ser achado fiel no grande dia "encontro nos ares".
Jesus prometeu. Ele virá.

Ciro Sanches Zibordi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ciro Sanches Zibordi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pr. Levi Agnaldo disse...

Preclaro Pr. Carlos Roberto
A Paz do Senhor

O ASSUNTO DO MOMENTO: “A BÍLBLIA DAKE”

Diante a todas estas coisas que estão acontecendo nos últimos dias, parabenizo o amado companheiro, pelo compromisso com a Palavra do Senhor em publicar esta matéria.

Portanto, na minha concepção, esta matéria é uma alerta e não um ataque a nossa instituição, claro que os atos que (alguns estão praticando) de forma desordenada e irresponsável, com certeza está expondo a nossa denominação.

TEMOS QUE COMBATER MESMO AS HERESIAS VINDO DE QUEM QUER QUE SEJA...

Vivemos tempos difíceis em que o Apóstolo Paulo, já advertiu a Igreja quando falava a Timóteo, sobre os últimos tempos, dizendo: “Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos; porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos......., ingratos, profanos, sem afeto natural, irreconciliáveis, ......., incontinentes (imoderados), cruéis, sem amor para com os bons, ........, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te. 1 Tim. 3: 2

Claro, que, com muita responsabilidade, não podemos deixar de destacar a importância da CPAD e de seus alguns dirigentes, onde com responsabilidade, leva a coisa da forma que tem que ser, são homens de Deus, e contam com o nosso profundo respeito, porém, vejo que calaram, como acontece mundo secular: "NÃO SABEMOS A QUE INTERESSE ESTAMOS CONTRARIANDO OU COMBATENDO".

Temos que separar atos isolados de alguém que quer manchar todos os nossos grandes feitos como Assembléia de Deus no Brasil, por: Arrogância, orgulho, soberba, e etc...

Não podemos deixar de destacar, os trabalhos realizados pelo nosso Conselho de Doutrina e Apologética, em que os seus dignos presidentes e membros notórios, tanto do conselho e comissão, alertaram quanto a tudo isto, com zelo e responsabilidade.

Lembrando que, à tempos passados julgamos alguns líderes assembleianos que a denominação tem como hereges, agora vemos a nossa Casa Publicadora, que tanto nos orgulha, a mercê de uma pessoa ou grupo, cometendo erros absurdos que depõem contra nós mesmos.

Parabenizo também, a irmã Mirian pela coragem, lisura e transparência, e, repudio as atitudes covardes de omissão de quem quer que seja, no âmbito administrativo ou de editoração, revisão e publicação da CPAD, que querem usar um como sempre, (boi de piranha), para execrar.

Não sabemos portanto, a quem tem estes interesses escusos estão acima da PALAVRA DO SENHOR, e que não estão preocupados com o que poderá nos acontecer conosco como INSTITUIÇÃO, porém tem que ser identificado e tomado as devidas providências pelas nossas lideranças ASSEMBLEIANAS, na qual estamos de olhos abertos, e, esperamos o pronunciamento e atitude do nosso mui digno e honrado Presidente da CGADB, sua excelência PR. JOSÉ WELLINGTON BEZERRA DA COSTA.

Pr. Carlos, conte conosco nas orações e atitudes necessárias, conclamo aos nossos companheiros, que se manifestem também.

Pr. Levi Agnaldo
COMADESPE – São Paulo

Pastor José Paulo Porte disse...

Meus parabéns Pastor Carlos. Custe o que custar a verdade tem que ser dita. O senhor tem todo nosso apoio nessa empreitada. Agora tenho mais um motivo para admirá-lo.

Pr. Jessé Sobral disse...

Ao Amado Pr. Ciro Sanches Zibordi.


Vejo em suas palavras amor, cuidado e equibibrio, porem agora, nao há como fazer "meia-culpa", aliais, tendo o irmao como uma das referencia de ortodoxia doutrinaria da nossa geracao, me entristeci por nao ver de vossa parte (e de outros companheiros tambem)um pronunciamente mais contudente contra a "heresia DAKE".

O silencio de muitos escritores, apologistas, lideres, blogistas, indignou a muitos; dava até a impressao que tinha uma "operacao abafa", tipo daquelas de Brasilia.
Agora, restará as consequencias, que se for a misericordia de Deus, aprofundará ainda mais a crise institucional já instalada e crescente nos ultimos 4 anos pelas disputas eleitorais.

O que precisamos é de "voz profetica"; de "voz politica" já estamos enfadados. E infelizmente foi o que mais se viu no caso da DAKE. Na verdade quem quer se queimar dentro do sistema!

Ademais, quanto aos seu comentario, gostaria de pontuar algumas coisas:

1)Quanto a preservacao da CPAD, concordo plenamente, nao podemos matar o corpo só porque um membro esta apodrecido. O que precisamos identificar é quem é esse membro, senao o corpo inteiro pode apodrecer, se isto já nao tiver acontecendo.

2)A DAKE com sua heresia nao necessita de ninguem para "superdimensionar certos problemas", sua edicao pela CPAD mostrou claramente que a Casa esta sendo dirigida por alguem que nao possue mais credibilidade para estar a frente dela.

3) O assunto nao está sendo tratado pelo Conselho de Doutrina e pela Comissao de Apologetica, já foi, meu caro. O parecer original ja foi publicado e depois retirado no site da AD de Campinas. Pior, lamentavel e inaceitavel, foi modificado pelos seus respectivos presidentes sem consulta previa aos seus pares e enviado a CPAD como uma sela (ou pelego) sobre um cavalo, para diminuir o impacto de quem está montando.

4)Na minha otica, a preservacao da CPAD, bem como de icones como seu Consultor Doutrinario e seu Diretor de Publicacao, a partir deste momento, só será possivel com a demissao sumaria do seu Diretor, um revisao da lideranca do Conselho Administrativo, um pedido de desculpas dos presidentes dos Conselho de Doutrina e Comissao de Apologetica e um pronunciamente nacional do Exmo. Sr. Presidente da CGADB.

No demais cabe-nos orar e esclarecer o povo de Deus sobre as heresias contida nesta "obra".

Peco a Deus, nao só pela preservacao da CPAD, mas da nossa amada Assembleia de Deus, e sobretudo pela preservacao da verdade da sua Palavra, do carater e lisura das nossas liderancas e da Noiva de Cristo.

No amor de Cristo,

Pr. Jessé Sobral.
prjessesobral@yahoo.com.br

ps:Parabens pelos 18 anos de matrimonio. Deus lhe abencoe.

Ciro Sanches Zibordi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ciro Sanches Zibordi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Pastor Carlos Roberto.
Meus parabéns pela coragem e determinação do amado pastor em trazer este esclarecimento em seu blog. Sei da importância de preservar a Marca CPAD . mais sei também dessa ambição mercantil , Onde cada um quer criar a sua própria bíblia os seus próprios comentários , dar os pareceres e Bíblia Hoje é como pizza ou pastel tem de todo sabor , e também a moda casa . e isso é preocupante mais vejo que o Sr. Esta prestando um grande serviço trazendo a publico os erros doutrinários desta bíblia a DAKE . e os erros da administração CPAD que não são novidade para mim , pois tenho outros sérios que tenho conhecimento e tenho certeza que o interesse é puramente mencantil dos diretores e funcionários de alto escalão que se corromperam com o sistema .
Agora fico preocupado em com um Companheiro C.S.Z que escreve no blog dele o que quer , quando quer sobre qualquer assunto , não preservar ninguém. Nem instituições. Nem nomes e agora pede a preservação da instituições CPAD. Deus Ama o pecador mais aborrece o pecado . dar pra entender? O pecado cometido pelo pecador amado , pode leva-lo ao inferno. E quando se denuncia o pecado do pecador amado e ele reconhece , ai ele esta se altopreservando da destruição . parabéns pela denuncia .
VEJO QUE O AMADO PASTOR ESTA COM OS LOMBOS CINGIDO COM A PALAVRA .
DIZIA O BLOGUEIRO C.S.Z Uma vez que os lombos estão na parte central do corpo humano, significa priorizar a Verdade, considerando-a fundamental e inegociável. Palavras Dele C.S.Z. acho que isso que o Senhor PR. Carlos esta Fazendo é justamente priorizando a palavra com os lombos cingidos com a Verdade é estar no que é Verdadeiro (1 Jo 5.20). , a Palavra de Deus viva (Jo 1.1), e obedecer às Escrituras, a Palavra de Deus escrita (Jo 14.23). Como disse o próprio Verbo de Deus, orando ao Pai: “Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade” (Jo 17.17). E a Verdade é a Verdade, mesmo que ninguém acredite nEla, enquanto a falsidade é a falsidade, ainda que todos a sigam. Por isso, o Senhor disse que largo é o caminho que conduz a perdição (Mt 7.13,14). A Verdade não se rende a opinião, moda, números... Ela simplesmente é a Verdade.

Por que muitos, inclusive cristãos (cristãos?), não encontram a Verdade? Porque buscam uma verdade que funcione (pragmatismo), uma verdade pela qual sintam ou experimentem que estão certos (subjetivismo), uma verdade individualista — a “minha verdade” (relativismo) —, ou uma verdade que massageie os seus egos (egocentrismo). Mas não reconhecem que Cristo é a Verdade!

Não afrouxe o cinto da Verdade!

Se você conhece bem uma cédula de R$ 100,00, não aceitará uma falsa. De imediato, perceberá que alguma coisa está errada: a textura ou a gramatura do papel, a marca dágua, as assinaturas, os caracteres, os desenhos, etc. Da mesma forma, quanto mais conhecemos a Verdade, tanto mais nos afastamos da falsidade, da mentira “apostólica”, da falsificação “profética”, que hoje dominam boa parte dos telepregadores da América do Norte e também do Brasil (e agora também de alguns Editores e editoras que o blogueiro esqueceu de mencionar . Eles não querem pregar a Verdade, pois esta não lhes traz resultados financeiros. E, por isso, têm preferido enganar os estão com o cinto da Verdade afrouxado, solto.Palavras dele também Será que ele esqueceu-se do que escreveu .
Finalmente, aperte o cinto também para não perder dinheiro! Nesses tempos de crise, os telenganadores , EDITORES e EDITORAS estão de olho no seu bolso...
O MERCANTILISMO OS INTERRESSES ESTÃO ACIMA DE TUDO.
UM FORTE ABRAÇO COMPANHEIRO E PARABENS PELA CORAGEM E TRANSPARENCIA
PASTOR Walter Luz aquele dos GIDEOESZINHOS
Meu livro os erros que os blogueiros Cristãos devem evitar. logo será lançado. Aguardem

Pr. Jessé Sobral disse...

A todos aqueles que nao tem uma DAKE em maos.

Amados, como o assunto é muito polemico e muitos irmaos nao tem uma DAKE em suas maos, indico o site da AD em Balneario, SC,no qual tem uma postagem do Pr. Edmarcos que irá esclarecer alguns pontos doutrinario sobre a DAKE.

http://www.ieadbc.com.br/content/view/641/11/

Ciro Sanches Zibordi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pr.Ayres - Assembléia de Deus. Campo de Pvaí disse...

A paz do senhor Pastor.

Querido Pr Carlos Roberto, Também estou aqui para lhe dar os parabéns e meus votos de companherismo, pela sua coragem e ousadia em seu trabalho maravilhoso e suas conquistas, e é de homens assim que o ministério de Deus necessita, para zelar da doltrina santa, e apresentar serviço na obra do Senhor.

É com grande honra e orgulho que tenho sua nobre amizade dentro do evangélio, e poder-mos seguir os mesmo passo em busca da santidade diante de Deus, Trabalhando com dignidade e confiança e tendo a certeza de que Deus olhará dos autos céus e nos guiará, por isso caro irmão, conte comigo em orações e para o que necessitar.

Fique na paz, e que Deus possa te abençoar cada vez mais, a sua vida o seu ministério e seus familiares. Lhe Desejo também um Feliz Natal e um próspero Ano Novo...Até dia 25 de Janeiro la em Bauru SP.

Pastor Geremias Couto disse...

Caro pastor e amigo Carlos Roberto:

Acredito que os seus esclarecimentos vieram em hora oportuna, pois demonstra de forma bastante precisa que os órgãos competentes da CGADB (Conselho de Doutrina e Comissão de Apologética), quando chamados, não deixaram de se posicionar de forma clara em relação à Biblia Dake, de modo que não me é necessário repetir, aqui, as decisões já tomadas. Creio que resta, agora, apenas que a instituição haja à luz do famoso "cumpra-se".

Por outro lado, não sou daqueles que defendem a existência de um "index" de livros que podem ou não ser lidos pelas pessoas, como fazia a Igreja Católica. Creio que cada um deve ter a liberdade de fazer suas escolhas do que deseja ou não ler. No entanto, uma editora confessional, como o irmão bem expressou, tem limites sem que isso restrinja a liberdade das pessoas, que encontram, de A a Z, o que quiserem nas livrarias espalhadas pelo país.

Os mesmos limites que tem a CPAD são naturais a qualquer outra editora confessional, seja ela ligada à Igreja Presbiteriana ou a Igreja Batista, para citar apenas dois exemplos. Ou seja, qualquer obra, para ser publicada por uma editora com essa característica, precisa ser exaustivamente analisada para que se saiba de antemão se o seu conteúdo fere ou não os princípios que a denominação defende. Vejo que, infelizmente, faltou esse zelo em relação à Bíblia Dake e, a meu ver, não é justo que a funcionária que está na ponta do processo pague por isso já que a editação de um livro envolve muito mais pessoas. O próprio pastor Ciro menciona episódio semelhante, no qual ele se opôs à publicação de uma obra, pelas razões já expostas, e que acabou assim mesmo sendo publicada.

Entendo que a análise de uma obra não é trabalho de apenas uma só pessoa, e que o responsável por qualquer editora precisa confiar nos relatórios que lhe são prestados. No entanto, quando o sinal amarelo é aceso, como o comentário da funcionária deixa transparecer que tenha ocorrido, a medida imediata é desacelerar o carro para que haja uma análise mais profunda se vale a pena seguir ou não adiante sob pena de se deparar com o sinal vermelho. Este foi o caso da Bíblia Dake, que sempre foi alvo de questionamentos.

Assim, alinho-me ao irmão, pois vejo que sua preocupação, como membro do Conselho de Doutrina, foi preservar o colegiado do qual faz parte, ao mesmo tempo em que pretendeu preservar a CPAD, como instituição, para que a sua credibilidade se mantenha preservada.

O seu texto não ataca pessoas, não ofende a quem quer que seja, não preconiza punibilidade para ninguém, não discrimina A ou B e nem desacredita a instituição, mas apenas traz à luz todos os procedimentos adotados "por unanimidade" pelo Conselho de Doutrina e pela Comissão de Apologética.

Para concluir resta então à CPAD cumprir o que foi decidido, como deixei implícito acima, bem como cabe, no meu entendimento, o desagravo à funcionária demitida, que é a mais inocente em todo este processo.

Abraços. Conte com as minhas orações, pois certamente conto com as suas.

Ciro Sanches Zibordi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezamado pr. Carlos Roberto,

A paz do Senhor!

Permita-me retornar mais uma vez a esta tribuna.

A sua disposição em proclamar a verdade, o que lhe é peculiar à sua responsabilidade, como um homem de Deus e exemplo, deve ser copiada com Excelência.

Informo que no meu comentário anterior, nesta mesma matéria, aludi a possibilidade com lógica à produção de material explicativo aos erros contidos nesta Bíblia, aos milhares de irmãos de ministério que pouco conhecem a respeito ou não tiveram a oportunidade em conhecê-la. Afinal, ninguém consegue digerir à contento o manancial de edições à nossa disposição.

Aproveito para informar a minha tristeza com o tratamento desinibido, sem respeito e indignado, ao nosso companheiro e amigo pr. Ciro Zibordi, nas letras do pr. Walter Luz, que com certeza aproveitou o espaço para desabafo, e sensibilizar aos comentaristas com a sua "aludida" preocupação ao pr. Ciro Zibordi.

Quando o pr. Walter Luz, informa que o pr. Ciro Zibordi, escreve o que quer, agride a mim também, com esta irresponsável aferição, bem como a muitos que necessitam de valorosos investidores de coragem no seio da igreja e não agressores e insinuantes como o pr. Walter luz.

Tenho glorificado a Deus pela vida do atalaia pr. Ciro Zibordi, simplesmente por sentir sede e desejo de justiça nestes últimos dias do Final dos Tempos. o que deve ser a nossa motivação constante!

Espero que o senhor pr. Walter Luz, na declaração vergonhosa em se aproveitar e imitar os títulos utilizados nos livros do nobre pr. Ciro Zibordi, se posicione bem, e não se desvencilhe mal, pois encontrará um ferrenho opositor às brincadeiras que possam surgir.

Exijo respeito ao pr. Ciro Zibordi como parte dos Editores de Blogs Apologéticos. Por sua ação em denunciar com sabedoria e conhecimento, indiretamente me proporcionou o desejo de não ser apenas um blogueiro, como o pr. Walter Luz(?) o chama, mas um utilizador, deste meio para a ação contra os abusadores do evangelho de verdade.

Grato pr. Carlos Roberto por este espaço, pela sua amizade sincera e amiga. O Senhor seja contigo!

pr. Newton Carpintero
www.pastornewton.com

De Los Santos (Argentina) disse...

PAZ DO SENHOR!!!

No meu coracao tenho uma preocupacao principalmente por novos convertidos que ainda nao sabem "EXAMINAR TUDO E RETER O BEM". Agora, uma pergunta: os que fazem a CPAD nao deveriam ter a mesma preocupacao???. Ou só existe uma preocupacao comercial???.
Nao quero ferir a ninguém, só quero o cuidado com a sa doutrina, principalmente dos responsaveis por editar material para edificacao e crescimento espiritual de uma multidao de asembleanos e de irmaos de outras denominacoes que aprenderam a gostar dos materiais da Casa.

Um abraco a todos!!!

Hiago Gabriel disse...

Sr. Newton Carpintero aqui é um jovem que ainda nao viu a biblia em fato mais li todos os comentarios que foram postados aqui... sou contra pessoas e "Pastores" que utilizam seu status para falar o que querem ... sou membro de uma igreja (AD) e gosto muito do pastor Carlos... pois um dia sua palavra ja tocou minha vida... acho que vcs deveriam parar de (disse me disse) e ir o ocupar o tempo de vcs evangelizando e buscando almas para o Senhor...
pastor Newton Carpintero vc é puxa saco do pastor Ciro.
o pastor walter ate tem razao quando fala sobre o tal livro porque o pastor ciro tambem usou essa mesma expressao contra o pastor walter em outro post sobre os GIDEOESZINHOS que alias eu Li ontem na Revista FANTASTICO da Editora GLOBO (para variar a globo falou bem rsrs... e a CPAD nem sabe o que é a palavra na boca de uma criança e seus editores ainda falam mal sobre isso...) Que alias o Sr Carpinteiro deveria ter visto ja que tbm toma as dores do pastor Ciro. Sou sim um blogueiro nato Ha muito antes de voces conhecerem um Blog... peço respeito quanto a esse termo... quanto ao pastor Carlos que Deus continue abençoando sua vida.. e vou sempre estar aki lendo seus posts pois muito me interresao.. abraços... e no vota vota... a CPAD esta perdendo mais uma Vez ... quem sabe um dia alguma outra Editora consiga acabar com esse monopolio... Meu Nome é Hiago Gabriel... Uberlandia Mg.... Nao tenho medo de mostrar quem sou viu Pastor Ciro... e nao sou seu inimigo ... nao falo mau mais sim o que penso... pelo meu direito de blogueiro de livre expressao.

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezamado Hiago Gabriel,

A paz do Senhor!

Não necessito responder as suas provocações, bem como, considere este espaço com zelo e evite utilizar palavras chulas, como as que sem nenhum critério, saiu de seus dedos, porque estavam em seu coração.

Quanto à responder ao seu comentário, basta o informar que as suas respostas, estão entre as linhas do seu próprio texto. Nada tenho a acrescentar às suas respostas.

Aproveito para mais uma vez, saudar ao amigo pr. Carlos Roberto.

pr. Newton Carpintero - servo
www.pastornewton.com

Antônio disse...

Sê-lo e zelo

Nobre homem de Deus, a posição tomada pela ´nossa´ Comadespe reflete o desejo de muitos ministros fiéis e que gostariam de expressar de forma até mais contundente, e ainda segue o mesmo zelo demonstrado pelo Conselho de Doutrina e Comissão de Apologética. A obra publicada pela CPAD foi realmente discutida por funcionários ligados a sua editoria, desde o maior ao menor e os riscos foram evidenciados, conforme publicamos - http://fronteirafinal.wordpress.com/2009/11/28/biblia-estudo-dake/ . Diante dos fatos, a Comadespe rompe o silêncio e mostra o seu zelo pela doutrina, reafirmando preceitos imutáveis, que deveriam nortear os rumos da editora, por ser ela confessional. A Dake é realmente perigosa e ameaçadora. Logo em Gênesis, start de toda a doutrina cristã e, portanto, criacionista, diz: “isso mostra a existência de um sistema social antes de Adão” (Gn 1.28c).
Também é de se evidenciar que a posição do nobre pastor e da Comadespe, não solapa a construção da história da Casa, ao contrário, a protege, postura semelhante de Paulo – o apóstolo, e à dos Pais da Igreja. Portanto não se fala em agredir ou denegrir a Casa e sua história e não se pode com a pretensa proteção e pessoalidade, exacerbar-se a ponto de deixar o fato passar incólume e também porque, como se mostrou, os meios comuns ou que regem uma instituição, como a CPAD, não foram suficientes.

Tenho-o como bom despenseiro (c 1Pd 4.10),

Pastor Mesquita, Antônio
Rio de Janeiro

Pr. Carlos Roberto disse...

Caros irmãos e amigos comentaristas,

A paz do Senhor!

Até hoje, foi possível manter os comentários neste blog, sem moderação, no entanto, informo que, em virtude dos comentários com palavras chulas, que denigrem outros comentaristas, me constrangem e extrapolam qualquer sentido da existência deste blog, a partir de agora estarei moderando, lembrando que, os comentários anônimos sem procedência, automaticsmente serão retirados e não mais postados.
Se alguém me julga transparente pela maneira que uso este espaço, então faça o mesmo, agindo com todos com o devido respeito e assinando com a sua própria identificação seus pensamentos.

Lembro que a responsabilidade do que aqui se posta é exclusivamente minha, portanto não posso agir com irresponsabilidade, diante de Deus nem mesmo dos homens.
Agradeço a compreensão!

Desde já registro meu pedido de perdão aqueles que foram aqui ofendidos.

Um grande abraço!
Pr. Carlos Roberto
um gr

Podemos sim divergir, porém em nível de irmãos em Cristo

Ednaldo disse...

Paz Pr. Carlos Roberto,

Achei lamentável da parte de uma entidade tão séria quanto a CPAD publicar no Brasil a Bíblia Dake.

Confesso que a pricípio não fiquei tão preocupado, pois o Pr. Silas Daniel havia informado através de seu blog que os desvios haviam sido revisados.

Mas ao ver o PDF de amostra constante no site da CPAD, fiquei estarrecido com uma defesa explicita da GAP Theory, Teoria do Hiato, já nos primeiros comentários de Gênesis.

Concordo com o seu posicionamento, pois como assembleiano, e muito além disso cristão temos que ter "cuidado da doutrina".

Em Cristo,

Ednaldo.

Gutemberg Maciel disse...

Caro Pastor Carlos,
Graça e Paz!

Infelismente, já estão mudando o fogo da postagens, que é sobre a Bíblia DAKE, e não sobre a postura do Pastor Ciro, e do Pastor Newton ou de outra pessoa. Só lamento por estes irmão, que por não terem conteúdo bíblico para debater assuntos tão relevantes como esta postagem usam suas opiniões pessoais para caluniar e defamar os outros.

Nos Laços do Calvário.
Pr. Gutemberg Maciel

Marcos de Souza, Pr. disse...

A paz do SENHOR,

Amigo Pastor Carlos Roberto, Parabéns pela firmeza, coragem, e equilíbrio, continue assim.

Seu companheiro,
Pastor Marcos de Souza, Valparaiso, S.P.
E-mail: pastormarcosdesouza@gmail.com. Estou no Orkut, pastormarcosdesouza@gmail.com

Pastor Geremias Couto disse...

Caro pastor e amigo Carlos Roberto:

Foi sábia a sua decisão de moderar os comentários, haja vista que, aqueles escondidos no anonimato ou transvestidos de "fakes", se utilizam desse recurso simplesmente para ofender e nada acrescentar ao debate, que tem sido conduzido por todos nós, diante da luz e não das sombras, em tom respeitoso e cordial.

Quero apenas reafirmar que mantenho o que escrevi, reforçado pelas considerações que acabam de ser feitas pelo pastor Antonio Mesquita, que, certamente, acompanhou de perto o processo de editação da Bíblia Dake, enquanto era funcionário da CPAD.

Ou seja, publicá-la foi uma decisão extremamente precipitada.

Abraços

Pr. Levi Agnaldo disse...

Amados,
Graça e Paz

Estamos diante de um grande desafio e de um problema delicado e sério.

Temos que respeitar nossos companheiros no campo das idéias, divergindo com ética cristã, pois acredito, que a idéia de nosso nobre companheiro Pr. Carlos, não foi criar um forum de linchamento de ninguém, e sim revelar o que está oculto para alguns, mais que foi tratato com respeito e responsabilidade, por órgãos competentes de nossa instituição, mais não foi respeitado, com certeza, era evitar tudo o que está ocorrendo.

Porém, é uma voz que clama no deserto como ALERTA, e merece a nossa solidariedade.

NÃO PODEMOS SER OMISSOS.

Não quero ofender a quem quer que seja, porém, não posso me satisfazer quando de forma sumária, julgamos e condenamos certos líderes por erros doutrinário com a prática da heresia.

E AGORA? É ALGUÉM DA CÚPULA? ESTÁ NO GOVERNO? É DO GOVERNO? VAMOS ABAFAR?

ONDE CHEGAMOS!!!!

Como citei anteriormente, quando Paulo escreveu a Timóteo (2 Tim. 3): estava se referindo ao, EU, ESTOU NO COMANDO, POSSO E FAÇO O QUE QUIZER...

Sabemos que não é assim devemos proceder, mais é assim que se faz... Passamos e atropelamos tudo e todos...

Amados, que o Senhor tenha misericórdia de nós, e de nossos líderes, e de nossos irmãos em Cristo.

Com todo o respeito a todos os comentários, não nos enteressa a defesa de um ou de outro a CPAD ou CGADB, uma vez que não são os órgãos atacados, e sim o exercício irresponsável de alguns administradores.

Espero sim, como convencional, o pronunciamento de quem de direito, na qual investi o meu voto o elegendo como meu Presidente, ou seja, de nosso mui digno Presidente da CGADB, sua excelência PR. JOSÉ WELLINGTON BEZERRA DA COSTA, que tem a responsabilidade de proteger nossa instituição, com a aplicação de nosso Estatuto, toda a prática de DESVIO DE CONDUTA E DOUTRINÁRIO.

Na Paz de Cristo, me despeço..

Pr. Levi Agnaldo

Ciro Sanches Zibordi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ide e anunciai disse...

Meu amado Pr.Carlos Roberto,
A Paz do Senhor!

Parabéns pela postagem,bem como por sua coragem em expor os erros doutrináros que tem surgido em nossos dias ( DAKE ).Tais erros devem ser banidos de nossas Instituições.

Como bem colocou o nobre Pr.Marcello Oliveira .ONDE ESTÃO OS APOLOGISTAS? Não Silênciem!

Que o Eterno continue a levantar homens corajosos e idoneos como o
senhor.

E que a Palavra de Deus e o Deus da
Palavra em tudo sejam Enaltecido.

Que possamos seguir a recomendação de Paulo a Timóteo.


Timóteo 2.15
15 Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.


Em Cristo,o verbo de Deus.
Pb.Silas Pimenta.

Paulo Mororó disse...

Caro pastor Carlos, a Paz do Senhor.
Louvo a Deus pela sua coragem e transparência. O caso “DAKE” é mais um destes “descuidos assembleianos” que estão ligados a falta de prioridade por parte de líderes, que deixaram o foco da oração e da Palavra e mergulharam em preocupações secundárias e por vezes até carnais, buscando seus próprios interesses e relaxando na Obra Maior. A Palavra diz: “ Mas nós perseveraremos na oração e no ministério da palavra” At 6.4 . Acredito que muitas “cartilhas de doutrinas de usos e costumes” e “ regulamentos de doutrinas humanas” são revisados criteriosamente dentro das nossas igrejas AD; acredito que discussões fervorosas, carnais e espirituais são constantes sobre o “zelo com a doutrina (humana)”; acredito que estatutos e regimentos humanos e locais são engenhosamente montados, discutidos, analisados e revisados, e com consultas às mais competentes assessorias, porém, a Palavra de Deus sofre um descaso e um escândalo vil com a falta de zelo. Falta-nos o zelo com entendimento para com as decisões principais, como por exemplo o lançamento de um modelo de Bíblia (A ferramenta MAIOR, A arma PRIMORDIAL na sustentação da DOUTRINA DIVINA). Muitos dos judeus também erraram na busca , no foco e no exercício deste “ZELO”, como diz Paulo: “Porque lhes dou testemunho de que têm zelo de Deus, mas não com entendimento” Rm 10.2. Como bem resumiu Jesus: “coais um mosquito e engolis um camelo”. Espero que os orgãos competentes assumam, respondam e expliquem quais os interesses nos bastidores desta confusão.
A sua atitude nesta postagem é um fato louvável, um exemplo a ser seguido. Mais uma vez, parabéns pela coragem. Quisera eu, que outros famosos blogueiros, e até ditos blogs apologéticos tivessem a coragem de perceber as “traves” nos olhos assembleianos, antes de apontar o “cisco” nos olhos de outras denominações. O carro-de-bois tombou, a arca caiu, a tragédia aconteceu. Resta agora aos líderes orar e retornar aos ditames da Palavra :“ Mas nós perseveraremos na oração e no ministério da palavra”.Depois deste retorno a confusão se desfará. 1 Crônicas 15.13-15.
PAULO MORORÓ

Robson Aguiar disse...

Ai,ai,ai,ai,ai!
Tenho que voltar a esse fórum pastor Carlos!
Estava prazerosamente lendo os comentários sobre a DAKE e perguntando a mim mesmo onde estavam os amados comentaristas durante todo esse tempo?
Pois antes da MINHA AMADA, SALVE, SALVE CASA PUBLICADORA DAS ASSEMBLÉIAS DE DEUS cometer o desatino de publicar tal obra, eu já me posicionava contra a sua edição.
Isso, por que AMO de verdade a nossa CPAD, e não queria vê-la escarnecida por terceiros.
Certo comentarista presente nesse debate parece querer inibir os comentários que não procedam das Comissões competentes, que diga-se de passagem, tenho grande respeito, pois estão na CGADB de forma legítima, dando a entender que a própria Comissão de Apologética e o Conselho de Doutrina da nossa egrégia Convenção possuem infalibilidade teológica.
Porém, meu amado pastor, sei que é do seu conhecimento, que não me opus a DAKE por causa do parecer da Comissão, pois minha opinião não está pegando carona na sua reconhecida bagagem teológica, e sim, por que a publicação da DAKE, foi uma grande aberração que maculou nossa CPAD, sim, e agora não tem como remendar. Resta apenas a dignidade de reconhecer o erro e por meio do nosso órgão oficial de comunicação “Mensageiro da Paz” pedir perdão a todos as vítimas desse erro, diretas (compradores) e indiretas (assembleianos).
Digo mais, desculpem os pastores de linguagem rabiscadas e polidas que postaram aqui, por não me expressar de forma EQUILIBRADA, como fizeram os senhores, pois nós, colonos, não temos tamanha sabedoria, que tal como acontece com carros vendidos com defeitos, assim deveria também acontecer com essa bíblia, ou seja, retirar da praça para conserto, como não existe conserto pra ela, então dever-se-ia devolver o dinheiro e recolher o produto para ser incinerado.( radicalizei) risos.
Quero lembrar aos queridos irmãos que a Lei nos ampara a pensar, que não há mal em se posicionar de forma respeitosa quanto a qualquer coisa. Não estamos na idade média.
Acho que a emoção o apadrinhamento o corporativismo ou interesse particular devem ficar de fora dessa discussão. Não quero dizer com isso, que esteja acontecendo aqui.
O que é de espantar, é que blogueiros que são tidos como ácidos em suas postagens, além de cômicos, que podem seus comentários serem interpretados pelos seus alvos como ofensores, agora vem a esse blog falar de respeito a “A” ou “B”. Não sou adepto do desrespeito, mas, não gosto de pessoas que ficam em cima do muro e não assumem sua postura por conveniência.
Não sei se a solução está em demissão de alguém, mas, uma funcionária foi demitida e é preciso que se instaure uma sindicância para saber os reais motivos de sua demissão. Se comprovado, que a irmã Miriam foi vítima de uma injustiça, ficará caracterizado ao meu ver, ingerência e perseguição por parte de quem a demitiu.
Diferente de alguém que aqui já tentou nos intimidar até induzindo o nobre pastor a moderação de comentários danosos (como se o irmão fosse leigo ou irresponsável), quero mais uma vez reafirmar minha disposição em me unir ao senhor em uníssono para fazer valer a decisão das Comissões que dão parecer sobre o que deve ou não deve ser publicado pela CPAD. (xii! esqueci que não sou ninguém) risos.
Antes que venha alguém dizer que estou desabafando ou que sou inimigo de fulano ou beltrano, registre-se que amo a todos os que aqui estão. E sempre que me encontro com os escritores aqui presente busco tirar com eles uma foto como recordação. Pois para mim, são grandes teólogos.
Claro que não sou tiete de nenhum deles e sua fama não os fazem absolutos em seus conhecimentos.
Por fim, e em tempo quero desejar a todos um Ano Novo sem a bíblia DAKE.

Robson Aguiar

RJA

Clóvis disse...

Pr. Carlos Roberto,

Meu nome é Clóvis Gonçalves, membro da Igreja O Brasil Para Cristo e editor do blog Cinco Solas onde publiquei dois posts sobre a Bíblia Dake, fazendo referências a posições até então assumidas por alguns dos comentadores desta postagem.

Como pentecostal, cresci estudando as revistas da CPAD e meus primeiros livros eram todos dessa editora, adquiridos através dos anúncios e cupons encartados nas lições bíblicas. Minhas referências eram Abraão de Almeida, Claudionor de Andrade, Emílio Conde, Antonio Gilberto, Lawrence Olson, Raimundo de Oliveira, entre outros.

Com o passar do tempo diversifiquei minhas leituras, mas até hoje adquiro suas obras e leio com prazer e proveito. Meu respeito pela CPAD não diminuiu com a publicação da BAD, fiquei sim preocupado e desejando que seja um erro isolado.

O que penso neste episódio todo:

1. Que a CPAD errou feio ao publicar a DAKE não há dúvida, ainda mais sendo advertida de que haveria problemas. Quem foi o responsável internamente e que medidas precisam ser tomadas para que tal não volte a ocorrer é o que resta fazer. Além de reparar, o grave erro cometido (ao que tudo indica) contra a funcionária que não é a responsável pela publicação infeliz.

2. Mais grave que o erro da publicação em si é o descumprimento de resolução de órgãos oficiais que ordenam a retirada da Bíblia de circulação. Embora eu não concorde com essa decisão, o fato de não ser cumprida denuncia uma crise muito perigosa.

3. Também sou contra a relação de livros proibidos, mas creio que a gravidade de uma bíblia de estudo com heresias é maior que a de livros heréticos. Por isso nunca poderia ser publicada por uma editora confessional. Porém, uma vez publicada, creio que a Comissão de Doutrina ou que tal deva:

a) Admitir o erro da publicação da obra (sem necessariamente apontar culpados);

b) Apontar onde estão esses erros e publicar um guia ou uma errata; e

c) Proibir a promoção de tal Bíblia.

No episódio todo, alguns de nós foram precitados, outros demorados demais, alguns exaltados demais e outros diminuíram a gravidade da situação. As motivações de cada um Deus conhece.

Que o Senhor tenha misericórdia de todos nós.

Em Cristo,

Clóvis

Pastor Geremias Couto disse...

Caro irmão Robson:

Apenas à guisa de esclarecimento, respeito e concordo com os seus comentários, que, como o irmão mesmo afirmou, antecedem às discussões que estão sendo feitas neste blog.

Se o amado reler as minhas duas postagens, verificará que a minha tese segue na mesma linha e é solidária com o gesto do pastor Carlos Roberto, que trouxe a público as decisões do Conselho de Doutrina e da Comissão de Apologética, os quais, embora não sejam infalíveis, agiram coerentemente no episódio, restando apenas o "cumpra-se" da CPAD e o desagravo à funcionária que, a meu ver, é a mais inocente em todo este processo.

Este tem sido o meu posicionamento.

O fato de o nosso querido pastor Ciro mencionar o meu nome como alguém com opiniões equilibradas tomo apenas como um gesto de generosidade, sem nenhum demérito para qualquer outro que aqui posta e assume o que diz, usando a própria identidade, como é o seu caso, diferente dos que se vestem como anônimos para ofender e atacar, sem compromisso verdadeiro com o debate.

Com isso, acredito que o foco volte para a Bíblia Dake e aí podemos divergir, concordar, agregar, repensar, voltar atrás numa ou noutra opinião, se for o caso, sem que isso nos diminua ou nos torne inimigos uns dos outros.

Com isto em mente, vejo a sua colaboração como extremamente valiosa, agregando valor ao debate. Por outro lado, tenho ojeriza (ojeriza mesmo!) àqueles que não se revelam, postam como anônimos ou como "fakes", não importa se discordem ou concordem, pois Deus nos chamou para andar na luz, e não nas sombras.

Nesse sentido, apoio a decisão do pastor Carlos Roberto de passar a moderar os comentários para evitar esse tipo de manifestação anônima, que, infelizmente, degrada o nível do debate.

Por fim, a discordância é válida e deve ser respeitada, quando feita em sentido construtivo e respeitoso, como tem sido o seu caso, repito mais uma vez. Mas seria de bom alvitre, para todos os que aqui estamos, que não caíssemos no terreno da generalização. Apenas para ajudar, o irmão faz menção de "blogueiros" em seu comentário, mas não os cita. Penso que se o amado não concorda com a posição de um ou de outro, fato perfeitamente legítimo, o melhor seria mencionar de quem discorda para que não seja uma sugestão que fique apenas "no ar" e a pessoa de quem discorda saiba que é ela e possa ter o direito à réplica.

Um forte abraço nos laços do Calvário.

Anônimo disse...

Pr. Edi Marcos. Comadespe
Caro Pr. Carlos,Paz do Senhor! Confesso que devido a correria do final de ano, não estava informado sobre o que de fato havia acontecido com a publicação da Bíblia Dake e desconhecia os erros teológicos nela contidos. Entretanto após acompanhar no seu blog os acontecontecimentos, fico estarrecido.
1- Pelo fato de ser informado da reunião ocorrida a mais de trinta dias com os Conselhos de Doutrina e Apologética na qual já foi emitido um parecer de ambos acerca da Dake. A pergunta é: Porque a Bíblia ainda continua sendo vendida?
2- O mais grave ainda, se entendi bem. A funcionária da casa foi demitida devido a publicação da Dake? Em que isso pesaria para minimizar o problema, se a Dake continua sendo vendida?
3- O que me causa espanto ainda: uma funcionária da casa tem autonomia para responder sozinha por uma publicação como esta?
(na verdade sabemos que não), pois a mesma, (Dake) foi recomendada pelo renomado consultor teológico da Casa.
4- Na verdade isso nos causa grande preocupação, pois nem o conselho de Doutrina foi consultado antes da publicação, aliás como tem sido com a revista da escola dominical e outras obras da casa, contrariando normas regimentais. Mas contudo acho que ainda existe tempo suficiente para concertar esse erro, o qual tenta macular a imagem de uma Editora séria como a CPAD.
Espero que esse blog seja um canal de benção para ajudar na solução desse problema.
Que Deus nos guarde em Cristo Jesus!
Estamos no tempo do fim!

pb Isaias disse...

a paz do SENHOR a todos,recentemente adiquiri uma biblia Dake,confesso q não tinha conhecimento sobre seus comentários distorçidos,não posso deixar de dizer também q confiei na cpad por ser ao meu ver um editora respeitada no meio evangelico,o que pesou na minha descisão de comprar a Dake,tenho outras bilbias,NVI,BEP e apesar de ser evangelico a algun tempo,só nos ultimos dois anos tenho me dedicado ao estudo da palavra do SENHOR(atitude bereana) A minha interrogaçao é a seguinte,até q ponto confiar em biblias com comentarios e notas sendo q esistem várias?talves eu não esteja bem informado,mas até onde eu sei critica-se a NVI,BE,BEP e outras,gostaria muito de ter um esclarecimento,no mais um forte abraço,acompanho suas postagense tenho aprendido muito,continue assim,o SENHOR é contigo,perdoe me os erros de escrita,não domino muito bem essa área,mas creio q deu p entender,a paz do SENHOR a todos e q DEUS vos abençoe

Paulo Antunes disse...

"... não gosto de pessoas que ficam em cima do muro e não assumem sua postura por conveniência.", disse o senhor Robson Aguiar.

Vejo que o senhor está com o coração cheio de ódio e suas motivações vão além de combate ao erro; falta mesmo equilíbio para o senhor.

Paulo Antunes

André disse...

A Paz do Senhor!

Querido pastor Carlos Roberto, gostei de seu posicionamento para defender a sã doutrina. Tenho a Bíblia de Estudo Dake, e fico com as palavras do apóstolo Paulo, que disse: “examinai tudo retende o que é bom”. Já percebi algumas heresias, mas retirando o que não está de acordo com a sã doutrina achei muito bom o estudo, tem muita coisa proveitosa.
Gosto da CPAD e do pastor Ciro Sanches Zibord (apesar de não o conhecer pessoalmente, mas praticamente estou todos os dias em seu blog aprendendo alguma coisa)."
Obrigado Pr. Carlos pelo esclarecimento e por me deixar comentar em seu blog.
Feliz Natal! Abraço.
André, membro da Assembléia de Deus.

Pastor Jessé Sobral disse...

Mais uma palavra ao Pr. Ciro Sanches.

Admirado Pastor,

Entendo a sua preocupacao com seus desafetos e "inimigos" e concordo que nao devemos fazer desta salutar discussao uma arena de luta pessoal.

Porem em suas ultimas palavras, o irmao apontou algumas preocupacoes que creio (se nao tiver equivocado) que foi ventilado em um dos meus comentarios. Vejamos:

1)"Pedido de demissao com maior naturalidade".
Amado, naturalidade foi o unico sentimento que nao senti, mas sim tristeza, vergonha, perda, até porque ainda na minha pequenez tenho sido ávido na defesa dos nossos valores institucionais e sempre elogiei a pessoa do Diretor da CASA por seu brilhante trabalho, mesmo nao tendo ligacao direta com o mesmo.

2) Ningem está pedindo a cabeca de ninguem,nem querendo o mal, muito menos atacando a honra de outrem. Todavia pergunto: Se um pastor cometer adulterio, roubar, se rebeliar etc, nao será disciplinado e orientado a se arrepender! O que dizer entao de algum que como um trator passa por cima de tudo e todos e publica o que quer, principalmente heresias! (a menos de tenha alguem mais comprometido com o fato em questao). Estamos esquecendo a veemencia e o rigor aplicados aqueles que estavam comprometidos com "o movimento de Boston" em 2003! Será que aquela heresia foi pior que a DAKE!

3) O erro nao foi isolado. As suas proprias palavra, a denuncia da irma Miriam e os comentarios dos pastores Geremias do Couto e Antonio Mesquita, com sobra, comprovam que a DAKE é apenas a ponta do iceberg.

Pergunto: Quem manda na CASA! Onde está o horando Conselho Administrativo, que até agora nao se pronunciou! (PSIU!!!)
Se queremos preservar a nossa amada CPAD nao podemos ser condescendente com quem quer seja, a menos que estejamos comprometidos, porem sempre exercitando a misericordia.

3) Quando falo de um pedido de desculpa dos presidentes do Conselho de Doutrina e da Comissao de Apologetica, é para o bem e credibilidade deles menos, pois ainda que foram veementes quanto a nao publicacao da DAKE pela CASA, nada fizeram, repito, nada fizeram, quando a Direcao da CPAD nao seguiu sua determinacao (ou seria sugestao, rsrsr). Sao tres presidentes, dos tres conselhos mais "importantes", porem de um mesmo ministerio. O amado entende o que eu quero dizer.

4) Oro pelo nosso honrado Presidente da CGADB, que como um lider dessa nacao assembleiana deve estar pedindo a Deus palavra para que possa dar uma resposta a altura a todos nós, pois o discurso na epoca das eleicoes foi que o mesmo era um guardiao dos bons costumes e santa doutrina. Quem acreditou, trabalhou e votou, por isso agora pode cobrar.

Afinal, se na epoca da politica eclesiasticas fomos firmes no proposito de defender a escolha do melhor candidado a presidencia da CGADB, o que nao cabe a nós agora fazer quando o assunto é etico-doutrinaria e que toca por si só questoes eternas!

Perdoe-me se em alguma palavra lhe ofendi meu irmao, e tenhamos todos nos um feliz natal.

Everaldo disse...

Pr. Carlos Roberto,

Eu sou Everaldo Santos, de Curitiba-PR.

Eu penso que o senhor faz bem em denunciar os erros da Bíblia Anotada DAKE, mas acho que o senhor não devia dar tanto crédito assim a ex-funcionária da CPAD. Os pastores Geremias, Ciro e Mesquita também foram desligados (ou se desligaram) da CPAD e nunca vi eles pedindo desagravo, atacando A ou B.

Será que essa funcionária foi demitida mesmo por conta da DAKE???? Será que não há outras questões envolvidas?????? Outra coisa: será que ela mesmo que está falando?????? Existem muitas falsidades ideológicas na internet.

Vigiar e orar, como diz o pastor Nilton Carpinteiro.

Pastor Jessé Sobral disse...

Ao Pr. Geremias do Couto.

Agradeco a Deus pela sua coragem de romper o silencio e deixar aqui sua imestimavel colaboracao.

Quero apenas esclarecer que se a sua fala de que cometarios anteriores "preconizam punibilidade e discrimina a ou b" se refere aos meus, por favor leia o que já escrevi ao Pr. Ciro anteriormente.

Tomei o cuidado de nao ser leviano, citando nomes e depondo contra a moral, a honra ou ao trabalho e servicos prestados de quem quer que seja. Apenas pontuei os fatos e emiti minhas opinioes, sem querer ser o dono da verdade.
Confesso amigo que fiz com pesar, mas nao puder silenciar a minha consciencia.

Preferiria estar falando de um projeto a semelhanca do "Minha Esperanca", mas que pena que nao enxergamos o empenho merecido por parte das nossas liderancas.

O amado sabe e inclusive concordou que o lancamento da DAKE pela CPAD foi um erro lastimavel.

Agora, o que nao podemos fazer é tentar construir discursos no afa de minimizar o problema (o que nao é o seu caso). Gostei do "cumpra-se", oxalá tivesse sido acatado.
Assumir erro e executar um plano de contigencia, a meu ver, parece-me a unica saida. E se de alguma forma eu puder colaborar, farei tudo que tiver ao meu alcance.

Paul Veyne quando escreve sobre historiografia adverte: "A historia nao é drama, é trama". Ou seja, usando uma metafora sobre a visao de um passageiro a bordo de um aviao descreve:

"De cima vemos o todo, mas sem nenhum detalhe. Quanto mais nos aproximamos da terra mais os detalhes nos saltam aos olhos, porem a visao do todo se perde. Mas é preciso escolher o melhor caminho".

Parece que o caso (fato) em questao tem ainda mais uma perspectiva.

A primeira é das liderancas da CGADB que tem a visao do todo (Igreja, Convencao etc), pois enxergam de cima, porem perde os detalhes (dia a dia da CPAD).

A segunda e daqueles que estao diretamente ligados a CASA que tem a visa dos detalhes (dia a dia da CPAD), porem nao do todo (igreja, convencao, repercusao etc).

A terceira é a nossa, que nao estamos nem em cima, nem perto dos detalhes, mas longe e num mesmo planos, restando-nos esperar de quem de direito as devidas previdencias.

A analise acima refere-se a perspectivas varias para analise do fato em questao, ou seja, a publicacao da DAKE pela CPAD.

A analise teologica-doutrinaria, qualquer pessoa preparada, em qualquer lugar pode fazer, pois tendo o material (fonte) em maos, pode versar sobre ele, ainda que de forma discordante deste ou daquele.

Um feliz natal.

Em Cristo e com admiracao,

Pr. Jessé Sobral
prjessesobral@yahoo.com.br

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezamado pr. Robson Aguiar,

A paz do Senhor!

Amado receba o meu ai!ai!ai! Pelo seu comentário!

Creio, que a sua preocupação é necessária e comum a todos, neste momento, tão importante aos resultados que surgirão, após algumas referências e reflexão, neste cenário momentâneo em que se processa a CPAD.

Creio que no final, todos seremos recompensados pela nova perspectiva que certamente, surgirá em futuro bem próximo.

É comum aos homens sábios, o errar e o acertar, na sua experiência, bem como pela de outros.

Retorno ao meu ai! ai! ai! pelo seu comentário.

O amado deve verificar em suas entrelinhas que algo não vai bem...quando processou alguns textos copiados do seu abaixo:

"MINHA AMADA, SALVE, SALVE CASA PUBLICADORA DAS ASSEMBLÉIAS DE DEUS"

"Certo comentarista presente nesse debate parece querer inibir os comentários"

"dando a entender que a própria Comissão de Apologética e o Conselho de Doutrina da nossa egrégia Convenção possuem infalibilidade teológica."

"Digo mais, desculpem os pastores de linguagem rabiscadas e polidas que postaram aqui, por não me expressar de forma EQUILIBRADA, como fizeram os senhores, pois nós, colonos, não temos tamanha sabedoria"

"Não sou adepto do desrespeito, mas, não gosto de pessoas que ficam em cima do muro e não assumem sua postura por conveniência."

"Diferente de alguém que aqui já tentou nos intimidar até induzindo o nobre pastor a moderação de comentários danosos"

"(xii! esqueci que não sou ninguém) risos."

"Claro que não sou tiete de nenhum deles e sua fama não os fazem absolutos em seus conhecimentos."

Da sua parte, talvez pela velocidade ao escrever, deixou aos ares a quem desejaste dirigir muitas das algumas palavras do seu texto, penso que a maioria foram deduzidas errôneamente, talvez por infantilidade. Isto acontece nas melhores famílias!

Verifique como leitor o seu texto e proceda com cuidado a leitura para ter mais cuidados ao escrever. Conselho de irmão a irmão!

Eu mesmo, assumo, obtive a oportunidade em falar por telefone com o pr. Carlos Roberto, e sugeri como irmão, prover "censura" a possíveis comentários daninos, anônimos e oportunistas. Como é comum a cada dia na blogosfera e pela responsabilidade e seriedade diante de Deus, revestido pelo autor deste blog Point Rhema.

No mais, amado, o meu e-mail está à sua disposição: pastor.newton@yahoo.com para se possível nos diluírmos em melhor aproximação e respeito.

O Senhor te abençõe e ao meu amado pr. Carlos Roberto, servo e vaso de valor!

pr. Newton Carpintero
www.pastornewton.com

Miriam disse...

Resposta ao Everaldo

...Será que essa funcionária foi demitida mesmo por conta da DAKE???? Será que não há outras questões envolvidas?????? Outra coisa: será que ela mesmo que está falando?????? Existem muitas falsidades ideológicas na internet...

Alô pastor Carlos!
Não desista. Eu estou aqui e sou real.

E para o Everaldo...

Tirem o foco de mim e levantem o tapete. Vocês vão ficar surpresos.

Ciro Sanches Zibordi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
hilario disse...

Pastor Carlos Roberto,

Ficar em cima do muro é posição de milhares, mas louvo a Deus pela atitude digna tomada pela nossa COMADESPE, alertando para não ingerir alimento contaminado, que com certeza dará náuseas e provocará vômitos naqueles que poderão ingeri-lo. Nossa irmã Mirian, com certeza teve mais coragem que muitos líderes não tiveram, mas com certeza será recompensada pelo Altíssimo. Parabéns pela informação de alerta!

Miriam disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Caro pr. Robson Aguiar,

A paz do Senhor!

Realmente o irmão "adora", ser fotografado acompanhado de pastores. Não concordo e considero de extremo mal gosto postar uma mensagem utilizando os argumentos dos comentaristas, sem ao menos consultá-los.

Sinto informá-lo que uma pequena vírg,ula altera o sentido do texto. E o irmão pastor utilizou, não somente o seu pensamento e definição, como as fotos, em seu benefício.

Creio que o irmão pastor deveria colocar o meu comentário anteriior a seu respeito em seu blog. Este está autorizado, e livre para receber o seu próprio comentário.

O Senho te ajude a entender que Ele, o Senhor, está cuidando e permitindo certos acontecimentos para mais adiante, realizar algumas considerações com a igreja. Entenda o que desejo afirmar!

Seja o Senhor contigo e com o seu ministério!

Um grande abraço de quem deseja apenas a sua reflexão!

pr. Newton Carpintero - no desejo de um Feliz Natal aos amados pr. Carlos Roberto, sua Esposa Sarah e família de quem vos aprendeu a amr de uma maneira muito especial.

Everaldo disse...

Li os comentários do Pr. Ciro e acho que estou começando a entender esse imblógio. Cheguei a uma conclusão que não sei se tem fundamento. A CPAD é mesmo obrigada a acatar de imediato a determinação do Conselho de Doutrina? Ou este apenas faz recomendações, que ainda precisam ser avaliadas pelo Conselho Administrativo da CPAD?

Estão falando muito de CPAD (salve, salve, ironizando), mas eu soube que o Diretor da CPAD se reporta ao Presidente do Conselho Administrativo, que se reporta diretamente à Mesa da CGADB, e não aos órgãos da CGADB. Sendo assim, não se trata de desobediência da CPAD, como estão acusando.

Por que o presidente do Conselho Administrativo da CPAD, pastor Wellington Junior, que é filho do presidente da Mesa da CGADB, pastor José Wellington, não acataria uma determinação do seu chefe e pai? Estranho...

Acho que o Pr. Ciro está certo quanto à defesa da CPAD, pois acima dela está o Presidente do Conselho Administrativo. O Diretor da CPAD não pode fazer nada sem a aquiecência do seus dois superiores: JWBC Pai e JW Junior. Não é ele que tem que acatar uma determinação do Conselho de Doutrina. Estou certo ou estou errado???

Robson Aguiar disse...

Ai,ai,ai,ai II risos

Querido pastor Geremias do Couto, suas eloquentes palavras me trazem luz, pois são dadas desprovidas de rancor e ira.

Percebo que o amado pastor está sendo muito coerente em seus comentários.

vou acatar vosso conselho em parte.

não vou dar resposta aqueles que me acusam por não ser esse o nosso alvo nessa matéria.

E por ser natal perdoarei as ofensas alheias. risos

Porém, devo salientar que não me omitirei e nem me esconderei atrás do muro.

Quanto a matéria onde falo do posicionamento de alguns pastores. Devo informar que retirei de meu blog tal matéria para o bem de todos e felicidade geral dos blogueiros. risos

Ainda em tempo, peço desculpas aos que tiveram seus nomes associados a posição contrária do lançamento da CPAD.

Quanto a publicar postagens aprovadas pelo gestor desse blog. Digo que se alguem deseja seu comentário publicado no meu blog vá diretamente a ele, e não terei receio em publica-lo. (Desde que não seja ofensivo) como já é de costume.

Continuo firme em defesa da Palavra de Deus, da CPAD e das Assembléias de Deus.

Em Cristo,

eu. risos.

Pr. Jesse Sobral disse...

Cara irma Miriam, a paz do Senhor.

Em primeiro lugar quero parabeniza-la por sua coragem em vir a publico esclarecer um assunto de tamanha importancia para nacao assembleiana, mas que atinge tambem toda a comunidade evangelica brasileira.

Nao sei se está havendo algum equivoco, mas eu jamais mencionei algo que desse a entender que seu comentario (ou denuncia) fosse um engodo, jamais. Verique nos comentarios e veras que foi um outro irmao que o fez. Inclusive o termo "virtual" nao consta em meus comentarios, verifique por favor.

Pelo contrario, fui veemente em meus posicionamentos contra a publicacao da DAKE pela CPAD; a irma perceberá lendo os meus comentarios.

Informo ainda, que quando li o seu depoimento, estava acabando de escrever uma mocao de repudio a CGADB pelo fato em destaque, documento este que pretendo levar a Plenario em janeiro na nossa proxima AGO.

Vi em seu depoimento um sim de Deus, nao com relacao ao que deveriamos fazer, mas quanto ao tempo. Enxerguei nisto um elemento catalizador, pois precisavamos de esclarecimentos de alguem que conhecesse detalhes, mas todos silenciavam; dos de dentro do sistema ninguem veio a publico.

Com relacao a visao do todo ou dos detalhes, enfatizei isso ao Pr. Geremias pois entendo que se liderancas da CGADB estao acompanhando a CASA só atraves de relatorios perdem a visao real do que acontece no dia a dia, visao esta que a amada realmente tem, e isto ja confirmei por fontes confiaveis.

Ainda que o todo seja feito dos detalhes, os mesmos tem que ser de fontes confiaveis. Talves na minha prolixia de um historiador nao me expressei com clareza, desculpe-me.

O episodio da DAKE, pra mim, será semelhante a historia de Debora e Baraque, pois ainda que nós homens de Deus facamos algo de agora em diante, foi pela boca de uma mulher que tudo comecou, pelo menos oficialmente.

Nao digo isto pela analises doutrinarias que antecederam seu depoimento, mas pelo esclarecimento da verdadeira motivacao de tamanha insensatez por parte de alguns da CASA.

Oro a Deus para que o Senhor da seara lhe de forcas para enfrentar o sistema, que nestas ocasioes costuma ser implacavel, injusto e até desumano. Mas Deus está no controle de todas as coisas.

Em Cristo.

Pr. Jessé Sobral

Anônimo disse...

Caríssimo Pastor Carlos Roberto Silva

Li os comentários do Pr. Newton Carpintero (Opsss! Ciro!) e acho que estou começando a entender esse imblógio...

Rosivaldo Russo

Miriam disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marcello de Oliveira disse...

Shalom!

Nobre Pr Carlos, a situação está muito séria.

Vou colocar o significado da palavra que a irmã Miriam usou em seu último comentário:

Cérbero: Cér.be.ro
sm (gr Kérberos, pelo lat) 1 Mit gr Cão de três cabeças que guardava a entrada das regiões infernais. 2 fig Porteiro ou guarda intratável, brutal. 3 Astr Constelação setentrional. 4 Herp Gênero (Cerberus) de serpentes aquáticas da Índia, da família dos Homalopsídeos.


NEle, que é a Verdade e nada podemos contra ela

Pr Marcello

Esteves disse...

Pr. Esteves Jacinto AD Vila Bela

O fato da CPAD ter 70 anos nao lhe dá o direito de publicar o que quiser, sendo uma editora confessional. Estamos sendo corrompidos pelo poder do Dinheiro e pelo dinheiro do poder. Se houvesse maior cuidado, alguns escritores que a CPAD publica, jamais estariam nas prateleiras. Mas o Sr. Ronaldo é "o cara". Estamos dando sinais, apresentando sintomas de uma grave doença em nosso "sistema". E ainda mais grave é o silencio de quem deveria ser o primeiro a falar, a gritar em alto e bom som que há veneno na panela. O comentario dessa ex-funcionária da CPAD, nao tem nada de revolta, como disse um companheiro nesse blog. É o som do silencio sufocado pelo poder e truculencia de quem posa de humildes nas telas da tv, mas nos bastidores a realidade é bem diferente. Ler o comentario dessa Sra deveriam produzir temor e tristeza em todos nós Pastores da AD. Ela é mais uma ovelha decepcionada com os sacerdotes. Meus filhos me perguntam: Isso é assim mesmo, papai? O que posso lhes dizer? Amo minha denominaçao. Mas até quando estaremos refens do poder e da vaidade pessoal dos intocáveis?

Um abraco Pr. CArlos
O Sr. pegou em bomba
Oro por sua vida

Em Cristo

Pr. Esteves Jacinto

Miriam disse...

Pastor Jacinto, a Paz do Senhor.

Lamento por seus filhos. Mas, diga a eles que a situação volta ao seu devido lugar, quando Deus executa SEU devido juízo.

Pr. Carlos Roberto disse...

Caros e amados comentaristas,

A Paz do Senhor!

Feliz Natal a todos!

É lógico, que pretendo mais a frente, assim como sugeriu o amigo Pr. Ciro Zibordi, postar um comentário, o mais conclusivo possível, se é que isso será possível, uma vez que somente os verdadeiros reponsáveis poderão assim fazer, quando vierem a público para tanto, porém registro aqui o reconhecimento de duas grandes contribuições que os comentários deste post trouxeram à este blog.

A primeira, por parte do Pr. Ciro Zibordi e do nobre companheiro Pr. Newton Carpintero, sobre a moderação que passei a aplicar, após comentários anônimos, onde pessoas se utilizando do anonimato, se aproveitaram para ofender a outros comentaristas.

A segunda, foi sobre as dúvidas levantadas pelo irmão Everaldo dos Santos de Curitiba, as quais me fizeram reconhecer o risco que estava correndo, não sobre as discrepâncias doutrinárias da Bíblia de Dake, mas sôbre a veracidade da postagem original do comentário da ex-funcionária da CPAD, irmã Miriam.

Assim que publiquei o comentário do irmão Everaldo, praticamente em seguida, a irmã Miriam postou outro, dizendo ser ela mesma, e passando então a postar respondendo a outros comentaristas, porém, que garantia teria eu ser ela mesma?

Baseado nessa dúvida, fiquei muito preocupado e agi no sentido de checar tais informações, e para tanto, precisei colocar nosso Departamento de Jornalismo para funcionar(rsrsrs), em pleno Natal e graças a Deus funcionou!

Desde já agradeço aqueles que comigo colaboraram, pois ontem mesmo, ainda antes da meia noite já tinha os telefones necessáros, mas respeitei a magnitude da celebração do Natal, deixando essa confirmação para hoje.

Sendo assim passo a responder as dúvidas do irmão Everaldo dos Santos:


"Outra coisa: será que ela mesmo que está falando?????? Existem muitas falsidades ideológicas na internet."

Sim meu amado, falei com ela à pouco, via telefone, e agora tenho todos os seus contatos, inclusive e-mail, a qual me expôs os motivos pelos quais escolheu este blog para sua postagem, confirmando ser dela mesma todos os comentários desde o primeiro.

"Será que essa funcionária foi demitida mesmo por conta da DAKE???? Será que não há outras questões envolvidas??????"

De acordo com as suas palavras, ainda que por uma questão lógica, seu superior imediato não tenha lhe dito isso, a interpretação foi implícita e tácita. (permitam-me ser ético e não expor mais, uma vez que não há sentido, pelo menos nesse espaço)

"Eu penso que o senhor faz bem em denunciar os erros da Bíblia Anotada DAKE, mas acho que o senhor não devia dar tanto crédito assim a ex-funcionária da CPAD."

Meu amado Everaldo, até aqui nada podia falar, porém agora passo a expor:

Miriam Anna Libório, também é nossa irmã em Cristo, nascida no evangelho, assembleiana, filha de pastor, idônea, tanto do ponto de vista da sua própria idade, pois não se trata de uma jovem (permitam-me não declarar sua idade pois não lhe pedi autorização para isso), bem como do ponto de vista profissional, (informação checada através de pelo menos 3 ex-companheiros de trabalho), 14 anos servindo à CPAD nos seguintes setores:

Educação Cristã, depois mais 2 anos no setor de Jornalismo, como editora da Revista Ensinador Cristão, edições 03 a 09, voltando para o setor de Educação Cristã, tendo atuado nos últimos 5 anos no Setor de Bíblias e Obras de Referência, do qual participou desde a sua fundação.

Agora pergunto eu:

O fato da referida irmã ser agora uma ex-funcionária, tiraria a credibilidade daquilo que fala?

Acredito que, a mesma credibilidade depositada por nós naqueles que por qualquer motivo ainda não se manifestaram, também é devida à nossa irmã.

Prste atenção na frase citada por ela agora á pouco:

"Agora nâo defendo meu emprego, mas a CPAD, na condição de assembleiana que sou" MAL

Assim sendo, entendo que nesse qusito, fica claro que as postagens em nome de Mirian Anna Libório são de sua autoria, confirmadas por este blog.

Pr. Levi Agnaldo disse...

Preclaro
Pr. Carlos, e amados em Cristo..

Com muita humildade, retorno postando mais este comentário, até mesmo em resposta a alguma dúvida que possa pairar sobre os procedimentos, ou normas estatutárias e regimentais da nossa CGADB que deveriam ser tomados pela CPAD, por cautela, cuidado e serenidade na pessoa de seus dirigentes.

Reproduzo a seguir o que diz o Estatuto, e o nosso RI, claro, que identificará quem irá prevaricar....

Veja portanto, a atribuição do Conselho de Doutrina da CGADB.
Fonte: www.cgadb.com.br
Artigo 65
Do Conselho de Doutrina
O Conselho de Doutrina é composto de onze membros, sendo dois de cada região e três da região onde estiver a sede da CPAD, escolhidos dentre ministros de notório conhecimento doutrinário e conteúdo bíblico que representem o pensamento das Assembléias de Deus no Brasil, indicados pelo Presidente da CGADB durante o período da AGO e por esta referendados.
Parág. 1º O Conselho de Doutrina poderá ser distribuído em três turmas, a critério do seu Presidente, cabendo a cada conselheiro emitir parecer, por escrito, nos assuntos pertinentes, remetendo-os ao Presidente deste Conselho.
Parág. 2º Os membros do Conselho de Doutrina examinarão os textos de obras encaminhadas pelo gerente de publicação da CPAD, devolvendo-as no prazo entre quinze e sessenta dias, prorrogáveis por igual período, se necessário.
MEU GRIFO
1 - “ESCOLHIDOS DENTRE MINISTROS DE NOTÓRIO CONHECIMENTO DOUTRINÁRIO E CONTEÚDO BÍBLICO QUE REPRESENTEM O PENSAMENTO DAS ASSEMBLÉIAS DE DEUS NO BRASIL”;
2 - “OS MEMBROS DO CONSELHO DE DOUTRINA EXAMINARÃO OS TEXTOS DE OBRAS ENCAMINHADAS PELO GERENTE DE PUBLICAÇÃO DA CPAD, DEVOLVENDO-AS NO PRAZO ENTRE QUINZE E SESSENTA DIAS”

Nós Comadespianos, temos a honra de ter como membro do Conselho de Doutrina da CGADB, nosso Vice Presidente Executivo da COMADESPE, Pr. Carlos Roberto Silva, ou seja, indicado pela nossa Convenção, pelo Pr. José Ezequiel da Silva, nosso mui digno Presidente, e referendado pela Mesa Diretora da CGADB, em plenário da nossa AGO no Espírito Santo. Portanto, nós como comadespianos, cobramos do Conselho de Doutrina, na sua pessoa como membro, qual era o posicionamento se é que existe do respectivo conselho, diante a toda esta aberração.

Conforme já afirmado no esclarecimento e publicado pelo nosso companheiro em seu blog, o Conselho de Doutrina se reuniu, MAIS, DEPOIS DE PUBLICADO A REFERIDA BÍBLIA, E EXPOSTA A VENDA NAS LOJAS DA CPAD, ou seja, atropelaram o que determina o nosso Estatuto, no artigo na qual versa esta matéria, que passarei a expor.

MESMO ASSIM, O CONSELHO DE DOUTRINA E A COMISSÃO APOLOGÉTICA CUMPRIRAM O DETERMINADO, EMITIRAM PARECER CONDENANDO COMO IMPRÓPRIO PARA VENDA, E SOLICITAVA A SUPENSA EMEDIATA NAS VENDAS, BEM COMO A RETIRADA DO MERCADO.

Podemos assim afirmar sem medo de cometermos injustiças: PASSARAM POR CIMA DO SISTEMA.......... No meu conceito:
1 - Passaram por cima do Conselho de Doutrina, e da Comissão de Apologética;
2 - Passaram por cima do DIGNO PRESIDENTE DA CGADB que tem o dever de cumprir e fazer cumprir o presente estatuto e regimento interno;

Tanto o administrador, ou seja, o Diretor Executivo, como o gerente de Publicação da Casa, DE FORMA SUMÁRIA, ignorou e desprezou estes homens NOTÁVEIS, e os procedimentos já determinados em nossos estatutos, que entendemos, que são os que fazem a manutenção dos objetivos de nossa crença e filosofia e conceito Bíblica e doutrinário. REPITO: ESCOLHIDOS, APROVADOS E HOMOLOGADOS POR NÓS.

Da Comissão de Apologética
Art. 80. A Comissão de Apologética é composta de onze membros, sendo três da região sudeste, e dois das demais regiões, escolhidos dentre os ministros de notável conhecimento bíblico e apologético que representem o pensamento das Assembléias de Deus no Brasil, indicados pelo Presidente da CGADB durante o período da AGO e por esta referendados.
Parágrafo único. A Comissão de Apologética terá um Presidente, um Vice-Presidente, um Secretário e um Relator, escolhidos dentre os seus membros.

COMTINUA...

Pr. Levi Agnaldo disse...

CONTINUAÇÃO......

IMPORTANTE, OBSERVEM:
Propositalmente deixei para comentar agora o que sabemos:
1 - EXISTE UM PARECER QUE CONDENA, EMITIDO APÓS A PUBLICAÇÃO DA REFERIDA BÍBLIA, IMPORTANTE, SÓ PROVOCADO POR CAUSA DAS DISCURSÕES;
2 - Repito, não houve respeito a nossa CGADB e a CPAD por estes dirigentes;
3 -Não se preocuparam com o prejuízo e envenenamento espiritual que poderiam causar aos Servos do Senhor, sabendo que, existem novos na fé, que ainda são alimentados com leites;
4 - NOS QUE PARECE, O PRINCIPAL OBJETIVO É A RECUPERAÇÃO FINANCEIRA DE ALGUM MODO, OU O LUCRO $$$;
5 - E O MAIS IMPORTANTE, MESMO QUE HAJA OMISSÃO DE QUEM QUER QUE SEJA, O NOSSO REGIMENTO, DETERMINA UMA PRESTAÇÃO DE CONTAS EM ASSEMBLEIA, DOS RESPECTIVOS PRESIDENTES DE CONSELHO E COMISSÃO, VAMOS EXEGIR ISTO.

AGORA, SE NÃO HÁ HOMENS NOTÓRIOS, RESPEITADOS, DE GRANDE SABER BÍBLICO E TEOLÓGICO, ENCUBIDOS DE SEREM NOSSA VÓS, VAMOS DESTITUÍ-LOS, E DE FORMA SUMÁRIA COMO FIZEREM, VAMOS ELIMINAR DO NOSSO ESTATUTO, OS RESPECTIVOS CONSELHO E COMISSÃO.

AMADOS, NÃO QUERO ME DELONGAR, MAS NA ÍNTEGRA, VEJAM O QUE DIZ O NOSSO REGIMENTO INTERNO:

É EXPRESSO A OBRIGATORIADADE... ou seja, estão brincando conosco, esta é a grande verdade...

REGIMENTO INTERNO DA CGADB
Fonte: www.cgadb.com.br
Art 29 - Compete ao Conselho de Doutrina:
- eleger dentre os seus membros, o Presidente, o Vice-Presidente, o Secretário e o Relator;
- deliberar sobre qualquer assunto de natureza doutrinária, direta ou indiretamente relacionado com as Assembléias de Deus no Brasil;
- deliberar sobre súmulas, textos doutrinários e quaisquer obras a serem publicadas pela Casa Publicadora, obrigatoriamente encaminhadas a este Conselho, pela gerência de publicação da CPAD;
- atender o Conselho de Educação e Cultura, quando solicitado;
- prestar relatório à Assembléia Geral da CGADB.

Art. 37. Compete à Comissão de Apologética:
- eleger dentre seus membros o Presidente, o Vice-Presidente, o Secretário e o Relator;
- informar sobre a ameaça que as seitas e religiões falsas representam para as igrejas;
- pesquisar os objetivos das seitas e religiões falsas, bem como avaliar suas doutrinas e crenças refutando-as à luz da Bíblia;
- publicar os resultados de pesquisas através de livros e dos periódicos da CPAD;
- promover seminários e simpósios nas igrejas sobre o perigo das seitas e religiões falsas, quando convidado;
- assessorar o Conselho de Doutrina e o Conselho de Educação e Cultura, quando solicitado, com informações pertinentes;
- prestar relatório à Assembléia Geral da CGADB.

Art 132 Perderá o mandato, observados os artigos 33 e inciso I, e 34 do Estatuto da CGADB, o membro da Mesa Diretora que:
- prevaricar durante o mandato;
Pergunto: Cadê o parecer original emitido pelos respectivos Conselho de Doutrina e Comissão Apologética?

PODEMOS AFIRMAR QUE:
NÃO HOUVE PREVARICAÇÃO DO CONSELHO E COMISSÃO DA CGADB, HOUVE SIM UM DESRRESPEITO A ELES, IGNORARAM E DESPREZARAM.

continua.......

Pr. Levi Agnaldo disse...

CONTINUAÇÃO.........


AMADOS, VEJAM TAMBÉM, O QUE ESTÁ DETERMINADO NA NOSSA LEI MAIOR (ESTATUTO)

Fonte: www.cgadb.com.br
Art. 3º. São finalidades da CGADB:
- promover a união e o intercâmbio das Assembléias de Deus no Brasil;
- atuar no sentido da manutenção dos princípios morais e espirituais das Assembléias de Deus no Brasil;
- zelar pela observância da doutrina bíblica, incrementando estudos bíblicos e outros eventos;
- manter o controle de seus órgãos, da Casa Publicadora das Assembléias de Deus – CPAD e das demais pessoas jurídicas existentes ou que venham a existir, quando necessário, propugnando pelo desenvolvimento dos mesmos;
Art. 40. Compete ao Presidente:
- representar a Convenção Geral, nos seus interesses, ativa e passivamente, em juízo ou fora dele, podendo constituir procurador;
- cumprir e fazer cumprir o Estatuto, o Regimento Interno e as Resoluções da Assembléia Geral e da Mesa Diretora;
- indicar, quando for o caso, nome para preenchimento de cargo em vacância nos demais órgãos da Convenção Geral;

Reproduzo a minha fala anterior em outros comentários já postados:

Aguardo, como eleitor, por quem temos uma grande admiração e respeito, sua excelência, PR. JOSÉ WELLINGTON BEZERRA DA COSTA, Presidente da CGADB, como guardião de nosso credo, posicionamento bíblico e doutrinário, na qual entendemos ser, e o escolhemos.

Quero corroborar com o meu companheiro, Pr. Jesse Sobral, que não é nenhum estelionatário virtual, e nem farsante, mais é o nosso companheiro de sempre, com a proposta inicial, na qual vemos que realmente a coisa é grave e tomou uma dimensão irreparável no aspecto moral de nossa CPAD, que se não CUMINAR COM A DEMISSÃO DOS RESPONSÁVEIS, digo, não aqueles fáceis de condenar, os considerados pequenos, mais O PRIMEIRO ESCALÃO...

Caso haja a omissão, ou termine em pizza como exemplo os acontecidos recentemente em Brasília, que ninguém dos nossos, estejam presos, nas meias e bolsos de ninguém, e seja DECRETADO RECESSO PARLAMENTAR.

Pois se isto ocorrer, infelizmente, a nossa CPAD, FICARÁ MANCHADA PARA SEMPRE NO CENÁRIO NACIONAL.

Sem contar, que estarão desmoralizando, e destruindo o conceito deste Conselho e Comissão, LEMBRANDO A TODOS, conforme determina os artigos 29 e 37 de nosso Regimento Interno, os presidentes dos mesmos, deverão prestar contas em nossa AGO sobre seus trabalhos, portanto, PODERMOS COBRAR ISTO EM PLENÁRIO CONVENCIONAL.

Saudações a todos em Cristo Jesus.

Boas festas a todos, um feliz Natal e Próspero Ano Novo..

Pr. Levi Agnaldo
COMADESPE – São Paulo

Esteves disse...

Querido Companheiro Pr Levi

Acredita mesmo que todos esses itens do EStatuto e RI da CGADB, terao, mesmo, seu cumprimento?
Ainda outra pergunta? Será que apenas a publicaçao da DAKE, sem a aprovaçao dos respectivos conselhos, fere o nosso EStatuto e RI?

Pr ESteves Jacinto AD Vila BEla

Everaldo (Curitiba, Pr) disse...

Sinceramente...

EU ACHO CURIOSA ESSA SEDE POR VER A CPAD PROSTRADA, DERROTADA...

CURIOSO COMO SE ESCREVEM PALAVRAS E MAIS PALAVRAS PARA PROVAREM QUE A CPAD ERROU E ERROU FEIO...

QUE VONTADE DE VÊ-LA ENVERGONHADA, HEIN?

EU, SINCERAMENTE, ME ALINHO AO PENSAMENTO DO PASTOR CIRO SANCHES (ESTOU CITANDO APENAS PORQUE É O ÚNICO, ALÉM DE MIM, QUE NÃO ESTÁ QUERENDO A DERROCADA DA CPAD), QUE RECONHECE OS ERROS DA DAKE, MAS, NAS ENTRELINHAS, PEDE MISERICÓRDIA COM A CASA.

SERÁ QUE OS INDIGNADOS NÃO TÊM QUESTÕES PESSOAIS??? SERÁ QUE TIVERAM LIVROS OU ARTIGOS REJEITADOS, E POR ISSO VÊM NO LABNÇAMENTO "FRACASSADO" DA DAKE UMA POSSIBILIDADE DE IR À FORRA???

ESCREVO EM GRANDES LETRAS PARA CHAMAR A ATENÇÃO DE TODOS.

POR QUE TANTA VONTADE DE VER A CPAD PROSTRADA?

NO CASO DO ADMIRÁVEL PR. CARLOS ROBERTO, POR QUE IMPEDIR A CPAD DE MONTAR UM STAND NUM EVENTO? NÃO BASTARIA PEDIR À DIRETORIA QUE NÃO COMERCIALIZASSE A BÍBLIA ANOTADA DAKE, QUE É O MOTIVO DA DISCÓRDIA?

NÃO SE REVOLTEM COMIGO. VEJAM O OUTRO LADO DA MOEDA.

PELO POUCO QUE EU CONHEÇO DE NEGÓCIOS, PENSO QUE INUTILIZAR UMA IMPRESSÃO DE UM TRABALHO GRANDE, COMO A DAKE, GERARIA GRANDE PREJUÍZO FINANCEIRO. SE FOSSE UMA EDITORA MEDIANA, PODERIA ATÉ CHEGAR PERTO DE QUEBRAR.

MAS HÁ PESSOAS PENSANDO QUE A CPAD É UM GRANDE IMPÉRIO, QUE CAUSA GRANDES MALES À IGREJA. SERÁ QUE A CPAD É TÃO PERVERSA ASSIM, QUERIDOS?

O QUE CPAD FEZ PARA VOCÊS QUE QUEREM VER A SUA DERROCADA?

POR QUE PEDIR DEMISSÃO DE PESSOAS? VOCÊS GOSTARIA DE SER DEMITIDOS? A FAMÍLIA DE VOCÊS FICARIA BEM?

EU TAMBÉM DEFENDO A CPAD, AINDA QUE ELA NÃO SEJA PERFEITA, AINDA QUE ELA TENHA ERRADO COM LANÇAMENTO DA DAKE. NÃO HÁ MOTIVOS PARA LINCHAR UMA EDITORA TÃO BOA PARA O POVO EVANGÉLICO.

Everaldo

miss. rute dos santos disse...

Miss. Rute dos Santos-

Prezado pr.Carlos Roberto, louvo à Deus pela sua vida.
A CPAD por ter uma história tão importante para a igreja ao longo dos anos, deveria ser mais criteriosa em suas atuais publicações e assim ,não estaríamos aqui gastando nosso tempo para falar de assuntos no mínimo suspeitos ,(não adianta uma pré defesa se não se sabe "realmente" o que está acontecendo). Afinal esse espaço deveria ser usado pra Louvor e Glória do Senhor mas infelizmente é preciso alertar o povo de Deus.
Meu avô já dizia: "quem tem vergonha, não faz vergonha à ninguém!".
"Quem tem critérios e zêlo ao tratar da Obra de Deus não precisa de defensores, e sim de parceiros que compartilham da mesma visãm".

e por fim:
"Quem não ajunta espalha".

Pr.Carlos, conte com minhas humildes orações para Deus continuar lhe dando graça para ser um verdadeiro atalaia.
A pazdo Senhor!!!!
Feliz Natal Próspero Ano Novo.

Pr. Jessé Sobral disse...

Uma palavra àqueles que defendem a publicação da DAKE pela CPAD.

Em primeiro lugar, agradeço a Deus pela benção que tem sido para mim e para a comunidade evangélica, muitos escritores e blogueiros que aqui deixaram a sua contribuição. Quando leio alguns dos seus escritos, sempre reflito sobre mim mesmo, e reforço a minha filosofia de vida ministerial: discutir questões que envolvem a igreja de forma contextualizada, sem abrir de um compromisso com o eterno, sempre a luz da Palavra de Deus e do bom senso.

Em segundo lugar quero dizer que respeito opiniões que divergem da minha, desde que fiquemos no campo das idéias. Alem de ser um servo de Deus, pastor de igreja e um dos diretores da COMADESPE, tenho atividades fora da esfera eclesiástica, e, diga-se de passagem, recheadas por discussões e postulados vários. Mesmo entre os não crentes o respeito e a cordialidade no tratamento aos discordantes, é uma premissa básica para manter-se o nível do que se está discutindo.


Porem, na questão da Bíblia Dake, creio que a defesa da publicação da mesma pela CPAD, trará uma pecha a todos aqueles que a defendem, a historia dirá.

Os pretextos para esta defesa não convencem, senão vejamos:

Primeiro: ainda que como bíblia de estudo ela tenha o seu valor, não foi lançada como tal. Ela está no domínio publico, foi publicada pra “vender a rodo”. Acrescente-se a isso o fato de que a maioria dos nossos obreiros são leigos (disse leigos, não ignorantes), e muitos acreditam e pregam a "teologia do rodapé". Agrava-se ainda o fato de que no Brasil temos não mais do que 100 anos de Teologia Evangélica, e mesmo nutrindo um grande respeito pelos missionários norte-americanos, a “teologia evangélica brasileira” foi em muito contaminada e empacotada dos EUA. Alguns se aventuraram a "passear" pela Alemanha e paises europeus, mas infelizmente trouxeram mais veneno que farinha.

Segundo: A publicação de uma bíblia comentada por uma editora oficial não pode ser comparada com livros e comentários bíblicos, ainda que publicados por essa mesma editora. Somada a gravidade das heresias nas notas de rodapé, não temos sequer uma breve nota de advertência quanto a nossa posição doutrinaria. Alias, as vezes viajo para os EUA, e me parece que a aceitação da DAKE pela AD norte americana não se comprova.

Terceiro: Já não temos identidade "cultural" enquanto denominação, nem linha litúrgica, comum, nem consenso sobre cargos, funções e hierarquia, nem unidade convencional e política, o que está sobrando pela misericórdia de Deus, é uma base doutrinaria ensinada pelos nossos pais na fé, defendida nestes 100 anos de historia por mestres que marcaram gerações, e expostas com simplicidade e profundidade nas nossas EBO, Convenções e Lições Bíblicas Dominicais da CPAD. Vamos perder isso também?

Continua...

Pastor Geremias Couto disse...

Caro pastor e amigo Carlos Roberto:

Ainda bem que o seu Departamento de Jornalismo (rsrs) saiu a campo ontem, véspera de Natal, para lhe dar condições de afirmar a autenticidade das postagens de Miriam Ana Libório.

O seu contato telefônico com ela, hoje, como o amigo mencionou, afasta todas as dúvidas de que foi ela mesma quem aqui postou, revela que possui residência conhecida, é filha de pastor respeitado no âmbito das convenções do Rio de Janeiro e assembleiana como nós. Isso já é suficiente para que seja ouvida sobre o assunto o mais breve possível pelos órgãos competentes da CGADB.

Aproveito a oportunidade para afirmar que há diversas razões (algumas delas já mencionadas por outros aqui)para que eu seja contrário à publicação da Biblia Dake pela CPAD, mas destaco apenas uma:

Respeito ao autor.

Aonde quero chegar com essa afirmação? Acompanhe o meu raciocínio, por obséquio.

Diversas obras de autoria de alguns reformadores tiveram os seus textos mutilados posteriormente porque alguns de seus conceitos eram favoráveis à contemporaneidade dos dons espirituais. Como tais idéias começaram a constranger muitos cristãos tradicionais ao longo do tempo, que não criam em tais manifestações, preferiram cortar as partes mais constrangedoras das ditas obras de maneira que, hoje, poucos conhecem o pensamento de alguns reformadores sobre a contemporaneidade dos dons (para maiores informações, sugiro a leitura do livro: "Surpreendido pela voz do Espírito", Editora Vida). Ou seja, esse procedimento desrespeitou as convicções desses autores ao mutilar as suas obras.

Essa é a mesma situação da Bíblia Dake. Embora segundo a nossa ótica ela contenha ensinos heréticos, alguns dos quais foram cortados, enquanto outros permaneceram, essa atitude adotada não é a mais apropriada (na verdade é antiética) porque passa a idéia de que o autor "pensa" como nós, quando, na verdade, sua linha é completamente outra. Estivesse Dake vivo, estaria indignado!

Ora, se a CPAD, como editora confessional, não pode dar suporte a alguns (ou muitos) dos ensinos de Dake, pois comprometem os princípios que a denominação defende, jamais deveria mutilar-lhe o texto, por respeito às suas convicções, e sim deixar de publicar a Bíblia em razão de muitos de seus comentários não coadunarem com o pensamento teológico da denominação. Que outra editora independente, sem os mesmos limites, a lançasse.

(Continua...)

Pastor Geremias Couto disse...

(Continuação...)

Diferente do pastor Ciro, a quem prezo, creio que a alegação de que a retirada do produto do mercado causaria prejuízo financeiro não é, agora, um bom argumento, porque qualquer perda financeira que se tenha é menor do que ficar com a credibilidade arranhada E isto, infelizmente, já aconteceu!

Para rearfirmar o que disse noutro comentário, uma obra desse jaez não é de uma só pessoa. Ou seja, a ex-funcionária da CPAD, Miriam Ana Libório, não carregou a Biblia Dake sozinha nas costas. Quem se der ao trabalho de abrir as primeiras páginas da obra encontrará ali os nomes de todos os responsáveis, inclusive dos preparadores de textos e revisores de provas. Em outras palavras, estes não são culpados, porque tenho a firme convicção que a Bíblia Dake foi publicada porque havia a intenção inarredável de publicá-la.

Por último quero prestar um esclarecimento ao querido pastor Jessé Sobral a respeito da menção que faz a um parágrafo de meu primeiro comentário. Para facilitar, vou transcrevê-lo:

"O seu texto não ataca pessoas, não ofende a quem quer que seja, não preconiza punibilidade para ninguém, não discrimina A ou B e nem desacredita a instituição, mas apenas traz à luz todos os procedimentos adotados 'por unanimidade' pelo Conselho de Doutrina e pela Comissão de Apologética".

O que então escrevi, como transcrito acima, dirigiu-se exclusivamente ao pastor Carlos Roberto, que, no meu entendimento, não teve como intenção atacar ninguém, mas preservar a instituição ao publicar o seu texto. Em nenhum momento, jamais, quis insinuar que o irmão ou qualquer outro que aqui postou e se identificou tivesse essa intenção, embora alguns anônimos o tenham feito. Espero que o irmão e amigo compreenda e aceite este esclarecimento.

Quanto ao meu desligamento da CPAD em 1996, mencionado pelo irmão Everaldo, prefiro não entrar em detalhes.

Pr. Jessé Sobral disse...

Continuação...

Uma palavra àqueles que defendem a publicação da DAKE pela CPAD .

Quarto: Tínhamos necessidade de lançar uma obra controvérsia a essa altura? Vamos completar 100 anos de historia e temos que deixar um legado firme quanto a doutrina para as futuras gerações. Pergunto-me qual seria a real motivação para o lançamento da DAKE, descumprindo as normas estatutárias que obriga uma obra deste vulto ter a aquiescência do Conselho de Doutrina da CGADB, e que em muito compromete o nosso consultor, um decano, um ícone para mim, a essa altura de sua vida. Qual a motivação? Dinheiro! Creio que não, pois tenho em minhas mãos os relatórios da CPAD apresentados na AGO em Vitória, e me parece que financeiramente “vai de vento em popa”. Ou será que o relatório não condiz com a realidade? Ou aconteceu algo depois da AGO que obrigou a Casa a lançar um produto para o “mercado gospel” abrindo mão do seu compromisso com a verdade. Na verdade quem decide por nós? Na mão de quem nós estamos?
Se existe liderança, onde está a voz profética; estamos sem direção?
“Já não vemos os nossos sinais, já não há profeta; nem há entre nós alguém quem saiba até quando isto durará” - Sl 74:9

Quinto: A Mesa Diretora da CGADB, bem como o Conselho de Doutrina e a Comissão de Apologética, em 2003, foram veementes e sumários, quando surgiram as heresias (extras-biblicas) do Movimento de Boston. Usaram de todos os recursos para se posicionar e todos os meios de publicação para dar visibilidade as decisões tomadas. E agora, como fica? Ou nós nos posicionamos ou teremos que pedir perdão ao amado irmão que lançou o TEI (Triunfo Eterno da Igreja). Será que se ele tivesse procurado CPAD para lançar o seu livro o desfecho teria sido outro! Afinal é só fazer uma revisão e publicar, cabe ao leitor reter o que é bom; não é esta a sugestão dos defensores da publicação DAKE pela CPAD?

Sexto: Os Mórmons, os Adventistas e Testemunhas de Jeová estão agradecidos por essa obra, e os irmãos da Crista no Brasil (que não admitem bíblias comentadas) estão nadando de braçadas a essa hora (desculpem-me o desabafo). Ademais, não é porque já erramos no passado quanto a publicações duvidosas ou porque referencias do passado deram sua opinião, que temos que avalizar uma obra tão comprometedora. A nossa base é a inerrante Palavra de Deus, o resto (tradição, historia, personalidades etc) ainda que importantes, é secundário.

Sétimo: Preparando um manifesto sobre o assunto, usei para isso a própria Bíblia e obras editadas pela CPAD que contrapõe com simplicidade a DAKE. Porem, me deparando ou revendo, com calma, escritos anteriores (bem como posturas veementes) de escritores da CASA, blogueiros respeitados, apologistas, lideres da nossa CGADB (que com conhecimento e graça versam sobre as Escrituras), não consegui enxergar motivos (nem coerência) para que a defesa da edição da DAKE, mesmo como bíblia de estudo ou com ressalvas, pela CPAD, seja feita pelos mesmos. Será pressão do “sistema” ? Prefiro não acreditar nisto. Alias, se no documento citar alguns trechos de vossos escritos, peço antecipadamente autorização.

Não é hora de citarmos a máxima de Voltaire quando a liberdade de expressão, mas de nos unirmos para “batalharmos pela fé que uma vez foi dada aos santos”.

No amor de Cristo.

Pr. Jessé Sobral

prjessesobral@yahoo.com.br

Robson Silva de Sousa disse...

A Paz do Senhor meu prezado Pastor, amigo e Conselheiro, Carlos Roberto Silva,

Puxa, não imaginava que o final de semana prolongado do amado fosse se estender por essa seara... Que Natal, hein!?

Mas louvo a Deus pela tua coragem, equilíbrio e firmeza. Tais qualidades me fazem "invejá-lo"...

Esse episódio me trás à lembrança o envio dos espias à Jericó... Certamente 12 homens valentes, destemidos, fortes, esguios o bastante para adentrar e sair das terras inimigas ilesos...

Mas com uma coisa Moisés não contava, que seus corações e mentes fossem reagir de forma tão distintas com relação a um mesmo episódio (uma mesma cena)...

Enquanto DEZ viam homens gigantes, DOIS viam uva gigantes; enquanto DEZ viam aridez, DOIS viam leite e mel...

É difícil saber como GRANDES HOMENS DE DEUS reagirão diante de situações da gravidade da que se comenta aqui neste espaço... Mas de uma coisa estou certo: o senhor tem se mostrado um verdadeiro JOSUÉ!

Eu do alto de minha "pequenice", sem qualquer demérito aos comentários dos preclaros amigos e pastores que aqui postaram, peço vênia para fazer minhas as palavras do amigo CLÓVIS da IBPC, em quem encontrei sensatez, equilíbrio e equidade:

"No episódio todo, alguns de nós foram precitados, outros demorados demais, alguns exaltados demais e outros diminuíram a gravidade da situação. As motivações de cada um Deus conhece.

Que o Senhor tenha misericórdia de todos nós."

No AMOR do ETERNO,

Pb. Robson Silva
Prossigo para o Alvo... Fp 3:14

Esteves disse...

Ao 100 anos encotramos Dake. E prejuizo espiritual podemos ter sim. Nao podemos ter é prejuizo financeiro. Como era diferente quando nao importávamos doutrina dos EUA, nem da Europa, nem da Colombia....A prata e o ouro nao era isso tudo... Já o "LEVANTA E ANDA" funcionava.
Pr. CArlos, ainda há esperança?

Pr. Esteves Jacinto AD Vila Bela

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

prezamado pr. Carlos Roberto,

A paz do Senhor!

Admiro e admito as postagens repletas de intenções e bem pertinentes ao comentário do nosso amado pb. Robson Silva, e aos resultados de uma matéria robustecida pelas qualidades do autor do blog na sua persistência em atender nestes dias festivos aos comentaristas. Parabéns!

Reafirmo a possibilidade: O acontecido deve ser reavaliado com total interesse em entender, que os cuidados de Deus, estão aflorando nesta instituição dirigida por homens e necessitada de momentos e momentos com Deus. Este é um momento especial de cuidados especiais!

Certamente, os favores de Deus contemplarão com resultados e o ajuste necessário, às questões, pelo menos, encontrada nestes comentários.

Creio, que a oportunidade -repito o que escrevi em comentário anterior, deve ser no aproveitamento da produção de um livro onde serão definidos, os erros contidos não só na Bíblia DAKE, como em outras Bíblias mais.

Teremos em breve, muitas novas Bíblias de estudo, bonitas e bem impressas para confundir nas suas traduções e aplicações desequilibradas da verdade, Portanto.....vamos verificar esta oportunidade!

O Senhor seja contigo! Nobre pastor!

pr. Newton Carpintero
www.pastornewton.com

Esteves disse...

Ao 100 anos encotramos Dake. E prejuizo espiritual podemos ter sim. Nao podemos ter é prejuizo financeiro. Como era diferente quando nao importávamos doutrina dos EUA, nem da Europa, nem da Colombia....A prata e o ouro nao era isso tudo... Já o "LEVANTA E ANDA" funcionava.
Pr. CArlos, ainda há esperança?

Pr. Esteves Jacinto AD Vila Bela

Esteves disse...

A VERDADE RETIRA A CASCA

‘Jesus disse: Eu sou o caminho a verdade e a vida’.
Muita gente diz que possui a verdade, que anda com a verdade, mas o que é a verdade? Será que aquilo que eu digo é a verdade, ou a verdade é o contrario daquilo que afirmo, daí nasce o conflito, as discussões, pois, todos querem possuí-la.
O confronto com a verdade é algo temeroso, assustador, dá calafrio, já ouvi tanta gente afirmar que não tem medo da verdade, será mesmo?
A verdade é uma sonda/alavanca que vai penetrando até alcançar o coração, investiga todo o seu ser, o nosso intimo, e faz auscultar o nosso eu. Quem nesta vida já não se escondeu da verdade, quantas vezes ela veio como um trem bala e corremos dela ultrapassando a velocidade da luz, quantas vezes evitamos ter um encontro com ela, pois, seria doloroso, quantos ainda se escondem dessa flecha tentando se desviar a todo o custo, quantas pessoas são prisioneiras, evitam passar por determinado lugar, ou ir, para não se encontrar com a verdade, quantas pessoas vivem prisioneiras nos calabouços ou cavernas com medo da verdade, vivendo na escuridão, porque a luz a conduzirá, e colocará no colo.
A verdade quando chega tira a casca da mentira, desnuda, arranca a capa do esconderijo, bate de frente com a vidraça do engano, faz barulho, toca a cigarra, buzina, aumenta o som, todo encontro com ela é brusco, repentino e isso provoca dano, e ás vezes há uma sensação dualística uma para quem leva a verdade, outra para quem está com a verdade, ou para quem precisa da verdade, se apresenta a face para aquele que perde a casca da mentira aquele que perde a capa da enrolação, ela vem rasgando a capa e arrancando a casca sem anestésico, ela mostra o sangue escorrendo, ela é exibicionista, a verdade não pode ser escondida ela é anunciada aos gritos, aos berros, ela é colocada no lugar mais alto, alias o lugar dela é o pódio.
Andar com a verdade é andar na luz, precisamos agir, mas é necessário anestesiar o paciente antes de introduzir a sonda/alavanca, pois, não saberemos se aquele que recebe esse instrumento está disposto a suportar o incomodo que provoca, é a brisa penetrante no momento de intensa injustiça, ela chega com intensa velocidade e esse encontro é necessário nas nossas vidas. Certa vez o doutor Ulisses Guimarães, ex-presidente nacional do PMDB, disse: “O mentiroso é um eterno sofredor, pois, ele sofre o tempo inteiro para esconder a mentira”.
Ao longo da vida aprendi que a mentira faz mal a nós mesmos e
muitas vezes usamos esse condenável instrumento pensando que estamos levando vantagens quando na verdade trazemos o mal a nós e ao próximo.
Que Deus possa a cada momento nos ensinar a usar a verdade como chave de nossas vidas e andarmos na verdade, na luz como Cristo andou.
Todos nós temos um encontro com ela, nos momento que esperamos e nos momentos que não desejamos, a verdade pode ser um balsamo ou um tormento depende da situação, mas se for tormento passa rápido, a mentira é um fardo muito pesado que nos castiga o tempo inteiro quando a praticamos, a verdade ilumina, abre portas e nos capacita para uma vida saudável, na corrida da vida andemos com esse cinturão como afirma a bíblia: cingindo –se com o cinto da verdade.


Palavras de um amigo Psicanalista em Recife: Dr. Ednasio Silva. Achei oportuno posta-la aqui se o Sr. permitir, Pr. Carlos

Pr. Esteves Jacinto AD Vila Bela

Pr. Levi Agnaldo disse...

Prezado Pr. Esteves
Shalom!!

Como falei em minha fala anterior, este seria o óbvio, porém, não sei aonde vão os comprometimentos de muitos, como até citei, o que vimos nestes últimos acontecimentos em Brasília no universo político secular, uns escondem $$$$ na meia, outro em lugares íntimos, e assim vai.... só sei que pode ter alguém até no bolso de alguém... é problema de cada um, e terá a sua paga.

Porém, a nossa CPAD tem que ser preservada... temos um estatuto, é fazer valer o que está escrito.

Porém, acredito, que há em nossa liderança, e na Mesa Diretora da CGADB, homens de DEUS compromissados com a PALAVRA DO SENHOR.

A publicação da Bíblia Dake é apenas a ponta do ICEBERGE, pelo que sabemos, há muito tempo não se respeita nenhum Conselho e Comissão, agora teremos a certeza de quem nos representa e por muitos, e por mim, foi eleito, saberemos se fizemos a melhor escolha.

Seu conservo em Cristo,

Pr. Levi Agnaldo
COMADESPE – SP.

Pr. Levi Agnaldo disse...

Ilustre
Pr. Everaldo – Curitiba-Pr

Nobre Companheiro, respeito muito a sua opinião, e concordo plenamente no aspecto INSTITUCIONAL.

Não tenho esta intenção, e pelo contrário, no meu comentário anterior, frisei nosso Estatuto e RI, que é a nossa LEI MAIOR, para proteger a nossa CASA PUBLICADORA como por exemplo.

Destacamos a importância da CPAD para a nossa comunidade evangélica tanto no Brasil, como em partes do mundo.

Por mais caloroso comentário que alguém possa fazer, ninguém jogar na lama todo um conceito adquirido por longos anos, por um preço que esta CASA suportou em sua história, em meios as dificuldades financeiras, hoje um orgulho para todos nós, uma referência.

Agora, não podemos suportar um dirigente que não respeita a nossa instituição maior, à CGADB, e seus órgãos, por isto, que estamos enfrentando esta situação vexatória, falada em todas a comunidades evangélicas, e não só nós assembleianos.

É contra estas atitudes que acredito todos estão indignados e manifestam.

NÃO ESTAMOS FALANDO EM FRACASSO DE VENDA, E SIM DE UMA PUBLICAÇÃO CONSIDERA PELO CONSELHO DE DOUTRINA E APOLOGÉTICA, AONDE ANTES TERIA QUE PASSAR PARA SER REVISADA E APROVADA, DE HEREGE.

Para a glória do SENHOR, hoje a nossa CPAD é uma grande geradora de lucro sim, é uma grande bênção para nós, para tanto, uns lutam para continuar e não deixar, outros lutam para entrar e conquistar... vamos deixar isto para lá, não é o nosso interesse.

Caro Pastor, por muito mesmo, se excluem em nossas igrejas.
Mas, para que a credibilidade e seriedade onde nossos patriarcas marcaram e marcam a história da CPAD, que isto tem que ser CORRIGIDO.

IMPORTANTE LEMBRAR, não estamos combatendo uns aos outros, e muito menos se gladiando, e sim opinando no mundo das idéias, sempre com equilíbrio cristão.

Um grande abraço, e que o Senhor continue lhe abençoando grandemente.

Pr. Levi Agnaldo
São Paulo - SP

Daladier Lima disse...

Já republicado no blog. É uma pena que as coisas sigam este caminho. Mas desandam há muito tempo. Da presidência á estrutura da Editora. A prioridade que os americanos têem entre os títulos, a opção pela auto-ajuda estrangeira, a malhação na brasileira que em nada difere daquela, diga-se, e uma predominância da imposição e do conservadorismo alienante. Triste fim de uma boa intenção: salvaguardar prerrogativas.

Daladier Lima disse...

Prezado Pr. Carlos Roberto,

Ihhhh! Não tinha linha lido os comentários dos demais ainda, mas parece que a conclusão GENÉRICA sobre tais bíblias de estudo, postada em meu blog se confirma. Acho que elas:

1) Não aguçam a pesquisa. Por mais que a CPAD se esforce, o estudante, o pastor, o teólogo comum no Brasil tem preguiça para a pesquisa. Fui seminarista e senti na pele tal aversão. Não critico meus amigos, mas eles sabem que pesquisa "cabeça" não era seu forte. O que o aluno de teologia, de maneira genérica, gosta é de confronto e polêmica. Razão pela qual há tão pouco material de exegese gestado em nossas terras. O assunto mais comentado por um estudante de seminário é o arrebatamento. Ele gosta de detalhar etapas, etc e tal. Boa parte dos compradores fazem pesquisas pontuais, sobre temas generalíssimos, tão logo os versículos são citados numa leitura oficial, por exemplo. Fora isso, a apatia é um mal comum. Conheço menos de dez pastores que gestam um sermão com razoável antecedência, a grande maioria "recebe" na hora, apesar de ensinar o contrário. Curiosamente, conheço vários pregadores que possuem uma Bíblia simples toda marcada e anotada de próprio punho;

2) Não aguçam a leitura. Não conheço uma só pessoa, me perdoem se generalizo, que tenha se tornado um leitor mais ávido, após a compra de tais Bíblias. Os que gostam de ler, já o faziam antes. Se ter uma Bíblia não serve à leitura e meditação, então risquemos de suas páginas passagens como o Salmo 1! Relembro aqui uma história que aconteceu comigo. Chegando ao gabinete de determinado pastor, numa sexta-feira, este me mostrou, orgulhoso, seu plantel de Bíblias de estudo. Era BEP, Scofield, Thompson, e por aí vai. Como sou perspicaz, perguntei:
- Destas Bíblias que o senhor tem, quais foram lidas esta semana?
Ele respondeu, honestamente:
- Nenhuma, rapaz. Infelizmente...
Retruquei:
- Então, era melhor ter um Novo Testamento, daqueles dos Gideões, desde que lido com frequência!

3) Não aguçam a espiritualidade. Esta é uma triste constatação, não conheço ninguém que tenha se tornado mais profundo, espiritualmente falando, estudando em tais Bíblias. Se uma Bíblia oferece mais recursos, audiovisuais, inclusive, reza a tese que o aluno deveria estar mais instruído, e, por consequência, mais culto, e daí mais crente. Se uma Bíblia não transforma, que valor tem? As pessoas ficam me olhando ressabiadas quando pedem uma indicação de Bíblia de Estudo. Perguntam-me qual a melhor? Respondo: A que você lê! Procure uma boa Teologia Sistemática, que vai oferecer recursos suficientes para compreensão panorâmica das Escrituras Sagradas.

Aí está. Só notei em alguns comentaristas um ranço autoritário, mas eu já os conhecia de outras situações, deixa pra lá... Atenção: Podem discordar de mim, das minhas idéias, do meu estilo e até do meu português!

Clóvis disse...

Daladier,

Eu tenho uma opinião parecida com relação a Bíblia de estudos, por isso recomendei seu artigo em meu blog.

Como alguém de forma da AD, mas pentecostal devedor em muito a CPAD, fico preocupado em como será o desfecho de tudo isso.

Ficará por isso mesmo, o tempo esfriará as coisas? Serão tomadas medidas enérgicas ou quem sabe até com força desnecessária?

O que espero, sinceramente, é que Deus encaminhe uma solução em que o erro sirva para um aprendizado e os órgãos internos que zelam pela sã doutrina dentro da AD sejam fortalecidos.

Mas me surgiu uma dúvida. O lançamento não é uma parceria com a SBB? Não há contratos para reimpressões e reedições? Estou pensando na possibilidade de que a mesma seja continuada, o que seria persistir no erro...

Em Cristo,

Clóvis

Miriam disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
alipio disse...

Graça e Paz Pr. carlos

Gostaria de ficar "longe" da polêmica aqui levantada,sonbe a Bíblia DAKE, pois não posso me conter ao ler um comentário do Pr. Ciro (é lamentável)

"A CPAD não pode ter prejuízo financeiro" (Pr. Ciro Sanches)

Nunca pensei que fosse ouvir ou LER isso do estimado Pastor Ciro Sanches.


Quanto a demisão da tradudura, acredito que é "apenas" um meio de justificar seu erro, ou seja, (no popular) " A corda sempre quebra do lado dos "mais fracos"

Quando a sua postura Pr Carlos é louvável ( por isso que o admiro), cometeu um deslize em promover uma "mercadoria" sem a conhecê-la, mas teve a hombridade de vir a público se retratar..


Abraços e boas Festas

Alípio Fernandes
santo André/SP

Pastor Geremias Couto disse...

Caro pastor e amigo Carlos Roberto:

Há 13 anos não tenho vínculo empregatício com a CPAD. Sou apenas um modesto colaborador com eventuais artigos, alguns comentários de Lições Bíblicas e como preletor de congressos e conferências na área de educação cristã. Livro,tenho apenas um publicado pela Casa e jamais tive qualquer obra rejeitada até porque nunca as apresentei (a não ser projetos em desenvolvimento)por uma simples razão: o meu processo de escrever é muito meticuloso, lento, e, por isso mesmo, não tenho capacidade de produzir um livro atrás do outro.

Sou, todavia, um homem de convicções e, sempre que se faz necessário, procuro apresentá-las nos fóruns apropriados. Se, durante o debate, me convenço de estar laborando em erro, não tenho a menor dificuldade em voltar atrás e, de maneira coerente, assumir uma nova posição para corrigir o equívoco.

Nunca me manifestei sobre a Bíblia Dake em público anteriormente porque outros blogs já o faziam. Ademais, sabia que providências estavam sendo tomadas no âmbito dos conselhos já repetidas vezes aqui mencionados e preferi aguardar que eles se manifestassem, como de fato já se manifestaram.

Como, ao que tudo indica, a resolução aprovada caiu no vazio, por não ter sido cumprida, aguardei que o irmão e amigo, como membro do Conselho de Doutrina, fizesse a sua manifestação pessoal para então apresentar as minhas intervenções, como já fiz algumas vezes neste blog.

Por que todas essas considerações? Para deixar claro que procuro agir mediante princípios, que não enxergam pessoas, não pendem para A ou B, não favorecem este ou aquele segmento ou grupo, mas estabelecem padrões que valem indistintamente para todos. Ora é A que pode estar incorrendo em prevaricar contra os principios, ora é B que falha em respeitá-los. Se os princípios são o meu paradigma,não posso ir contra eles, seja em relação a A, seja em relação a B.

Isto implica em que não podemos ter dois pesos e duas medidas. Não é justo ser exigente com B e "amaciar" quando se trata de A. É possível, sim, perdoar e seguir adiante, depois de o erro reparado, esquecendo-nos das coisas que para trás ficam (para ficar com Paulo), mas erro é erro trate-se de A ou B e assim precisa ser visto.

Portanto, o imbróglio da Bíblia Dake continua uma questão em aberto, que só será sanado se houver uma manifestação clara, precisa e conclusiva do órgão máximo da CGADB, no caso a Mesa Diretora, coadjuvado pelo Conselho Administrativo, inclusive com mudanças de procedimentos e tudo o que se fizer necessário. A continuar como está, afirmo-o com temor e tremor que estaremos descendo ladeira abaixo... No entanto, tal medida reforçará a autoridade da Mesa Diretora para intervir em situações semelhantes.

Quem desejar saber sobre o que penso acerca da relação entre Bíblia, livros e comercialismo, acesse os links abaixo para três artigos que publiquei em meu blog no ano de 2007.

http://geremiasdocouto.blogspot.com/2007/05/bblia-ou-os-livros-parte-i.htm

http://geremiasdocouto.blogspot.com/2007/05/bblia-ou-os-livros-parte-ii.html

http://geremiasdocouto.blogspot.com/2007/05/bblia-ou-os-livros-parte-iii.html

Paulo Mororó disse...

Pastor Carlos, a Paz do Senhor.
Nos comentário anteriores sobre a confusão "DAKE", achei neste citado abaixo, feirto pelo Pr Geremias do Couto, uma preocupação PRIORITÁRIA E GENUÍNA com os valores espirituais. Vejamos:

"Diferente do pastor Ciro, a quem prezo, creio que a alegação de que a retirada do produto do mercado causaria prejuízo financeiro não é, agora, um bom argumento, porque qualquer perda financeira que se tenha é menor do que ficar com a credibilidade arranhada E isto, infelizmente, já aconteceu!" Pr Geremias do Couto.

Fica aqui alguma questões: Será que a preocupação DEMASIADA com o "financeiro", já atingiu um dos íncones da apologia evangélica na AD?
Vejo que o amado pastor tão preocupado com o "financeiro" deveria pesar e avaliar melhor os prejuizos espirituais e morais que confusão chamada "DAKE" nos trouxe. Recito o que foi dito acima,pelo pastor Geremias do Couto: "prejuízo financeiro não é, agora, um bom argumento".Será que vozes proféticas e apologéticas da AD estão se deixando levar pelas "conveniências" e pelos "compromissos" da política eclesiástica?
PAULO MORORÓ

Ciro Sanches Zibordi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ciro Sanches Zibordi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rute dos Santos disse...

Miss. Rute dos Santos
Prezado Pr.Carlos Roberto
Deus ainda ouve e responde nossas orações; sua vida não é mera coincidência na mesa da diretoria da Comadesp.
"Creia: Deus ainda irá lhe dar outros recursos para serem usados em favor da Obra Dele, e tu serás reconhecido como profeta que não se cala, ainda que tentem te calar".

Parabéns por se posicionar sem ser imparcial,entendemos com clareza que a vossa intenção é que haja correção de postura e não omissão e injustiças,pois além do peso do nome da CPAD, a imagem de outras lideranças ficam comprometidas.
Já temos vergonhas, escândalos e problemas demais em nosso meio, até a Palavra de Deus estão querendo corromper??? Que que é isso????

Não temas Pr. Carlos,zele da forma que puder, do bem tão precioso que Deus nos deixou como bússola e lâmpada para os nossos pés:O Verdadeiro Evangélio ,que é "A Palavra de Deus"


Lembre-se: do Senhor é a Guerra,fique na paz.

Pastor Geremias Couto disse...

Caros pastores e amigos Carlos Roberto e Ciro Zibordi:

Nutro profundo respeito pelo pastor Ciro e o tenho na conta de um dos grandes escritores e expositores da Palavra de Deus. Percebo em todas as suas postagens plena concordância quanto aos erros da Bíblia Dake. Até aí estamos de acordo. Mas discordamos quanto aos desdobramentos. Isso é natural. As divergências, quando apresentadas de maneira respeitosa e no campo das idéias, ajuda a trazer luz e permitem que aqueles que acompanham o debate possam estabelecer juízo de valor sobre o tema em discussão. Assim, as minhas posições estão claras, quanto também as dele. Cabe agora aos leitores avaliarem.

No entanto, em seu último comentário preocupou-me o seguinte parágrafo:

"Quanto aos supostos problemas e prejuizos espirituais e morais, será que já é possível mensurá-los? Não estou ignorando os erros contidos na Dake. Mas, já houve alguma igreja ou algum líder que, por ter lido essa Bíblia de Estudo, desviou-se da Verdade ou passou a adotar doutrinas e práticas antibíblicas? Até que ponto uma Bíblia de Estudo contendo incongruências traz prejuízos reais para igrejas e pessoas? Não estaríamos exagerando um pouco, em considerar a CPAD e a aludida obra como as grandes vilãs?"

Chamo a atenção, sobretudo, para esta parte: "Até que ponto uma Bíblia de Estudo contendo incongruências traz prejuízos reais para igrejas e pessoas?" Sinceramente achei esta afirmação um pouco temerária. Será que teremos de esperar algum efeito nocivo (ele já existe no âmbito da teologia da prosperidade, que se alinha com muitos dos conceitos defendidos por Dake)para só então tomarmos alguma providencia? Não seria uma negligência tentar extirpar o erro, após este ter-se alastrado? Não seria um equívoco pressupor, como pressupõe a pergunta retórica do pastor Ciro, que uma Bíblia contendo inncogruências não traz prejuízos reais para igrejas e pessoas? A prevalecer este conceito, estamos todos errados, inclusive o pastor Ciro, que combate, por exemplo, os erros da Bíblia Batalha Espiritual e Vitória Financeira, já que tais incongruências da mencionada Bíblia, por analogia, não trariam danos reais a pessoas e igrejas.

Com todo o respeito ao pastor Ciro, e o digo de coração, essa afirmativa, para mim, ressoa como uma aquiescência tácita para se dar veneno a alguém para só então mensurar os danos que possa causar. Mas aí pode ser tarde de mais.

Espero que o meu amigo, pastor Ciro, reveja pelo menos este conceito, que, acredito, tenha sido apenas resultado de uma frase mal formulada.

Voltarei sempre que achar necessário e enquanto o pastor Carlos Roberto me permitir o acesso.

Abraços

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro irmão Everaldo de Curitiba, Pr.

A Paz do Senhor,

Compreendendo a complexidade do assunto, e entendendo que o meu parecer já foi publicado no post, por isso tenho procurado ser comedido a acompanhar o debate, que graças a Deus se desenvolve em bom nível, apenas me reservando o direito de esclarer alguns pontos quando necessário.

No caso do seu último comentário, quando inclusive sou nominalmente citado, quero aqui registrar algumas informações que o amado não teria como saber, a não ser que já me conhecessse.

Sou nascido em um lar evangélico assembleiano, portanto, assim que aprendi a ler nos livros escolares, o próximo passo foi a Bíblia Sagrada e os periódicos da CPAD, como "Mensageiro da Paz", a extinta "Revista A Seara", as "Revistas da EBD", os que vieram depois, etc...

Com meu pai e pastor dirgindo igrejas em locais mais distantes, somente conheci literatura de outras editoras evangélicas, praticamente no final da adolencência, por volta dos meus 18 anos. Portanto, minha ligação afetiva com a CPAD é quase coisa de DNA.rsrs

Assim que comecei a cooperar a Igreja, meu maior sonho era conhecer o parque gráfico da editora, e foi a maior alegria quando isso aconteceu, ainda o antigo na Estrada Vicente de Carvalho. Fiquei pelo menos um mês contando isso para todo mundo.

Quando fui filiado à COMADESPE no ano de 1987, na função de pastor, logo fui cooperar na Diretoria, e meu maior desejo era fazer parcerias com a CPAD em nossos eventos. Por questões de quem na época nos presidia, só consegui convencer meus pares em 2004, quando tivemos mudança na presidência.

Continua...

Pr. Carlos Roberto disse...

...contimnuação

De lá para cá, todos os eventos a CPAD tem estado presente, e como compromisso contratual, em todas as reuniões, sejam culto, momentos devocionais ou plenárias, existe a divulgação testemunhal dos lançamentos da CPAD, e quem pertence à nossa convenção, sabe que isso é feito pessoalmente por mim.

O que quero dizer com isso?

De minha parte, não existe a menor motivação para desejar ver a CPAD quebrada ou arrasada como sugeriu ou entendeu o amado irmão.

Além disso, amado, conheço muita gente boa e responsável lá dentro, com os quais nutro comunhão, respeito e amizade, e isso de minha parte em nada mudará.

Corro sim, o risco de que, alguém por quem eu nutra muita consideração, seja responsabilizada, não sei, mas é um risco.

Outrossim, no meu caso, nunca enviei qualquer original de livro para ser publicado, portanto nunca obtive qualquer negativa da Casa. Minha pouca cooperação nesse sentido, foi alguns poucos artigos, sempre por solicitação, via e-mail, dos setores competentes, com cujos responsáveis graças a Deus mantenho boa comunhão. Nesse caso, a pensar da maneira que amado colocou, quem sabe nem essa pequena contribuição possa continuar a prestar. De qualquer forma estarei sempre a disposiçào da CPAD.

De qualquer forma, creio na Palavra de Deus que diz:
"Todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus e são chamados pelo seu decreto".

E ainda mais amado, em meu post, não sugeri demissão ou o mal a quem quer que seja, se bem que as evidências deixam claro que isso já começou a acontecer. Só resta sabermos, através de um julgamento imparcial e por quem de direito, se essa era a única maneira de resolver o problema, o que sinceramente não creio, e também se o machado foi lançado na raiz certa.

Quanto a nossa decisão na COMADESPE, de suspender, eu disse, pontualmente, a parceria no próximo evento, foi em caráter preventivo e no sentido de evitar qualquer desgaste (preservando a CPAD), e assim mesmo, isso foi muito discutido com os membros da comissão de temário, até que chegássemos a essa conclusão. Conversamos muito via telefone e e-mail, e por fim nos reunimos pessoalmente na sede da COMADESPE.

Quanto a resolução do Conselho de Doutrina, que pela misericórdia de Eterno faço parte, em conjunto com a Comissão de Apologética da CGADB, não foi questão isolada de um ou de outro, mas unânime dos dois conselhos.

Ora, se esses conselhos e comissões existem e tem atribuições estatutárias, por que não serem ouvidos?

Ora, pela minha admiração e consideração com a CPAD, por mais que me proponha amenizar a situação, os desgastes e prejuízos são eminentes, até mesmo porque foram causados por erros que não deveriam ter ocorrido.

Quem sempre confiou nas publicações da CPAD de olhos fechados, e fica claro agora que talvez até tenha sido um erro, todavia quer continuar acreditando, preservando e defendendo a mesma imagem e credibilidade da editora, porém para isso é necessário correção de rumos, no sentido de que isso não mais ocorra.

Para tanto, é necesário que se venha a público e se prove isso de alguma forma, não com omissão nem com uma espécie de "operação abafa".

Assim , amado irmão Everaldo de Curitiba, procurei da melhor maneira possível, expor meu melhor sentimento para com a CPAD, o que provavelmente não tivesse ficado claro até agora.

Fique à vontade neste singelo blog, e conte sempre com a minha compreensão no sentido de esclarecer o que for necessário.

Um grande abraço!
Seu conservo,
Pr. Carlos Roberto

Aninha e Paulo disse...

Pastor Carlos, a Paz do Senhor.
A confusão “Dake”, combatida com firmeza e exposta com transparência em seu blog, conseguiu trazer debates e despertar polêmicas fraternais, calorosas e sadias. Nesta altura dos comentários e baseado em Tito 1.9, já deu para perceber que a citada “Dake” entraria na lista das “BÍBLIAS DE ESTUDO QUE PAULO JAMAIS INDICARIA” . Que as mutilações, omissões e remendos feitos na “Dake”, e evidenciados nos comentários, com certeza entrariam no rol de algum compêndio sobre os “ERROS QUE OS EDITORES DEVEM DEVEM EVITAR”. Um dos comentaristas já até sugeriu a publicação de um livro sobre os erros da “Dake”, o que é válido.
Parabéns, pastor Carlos. A sua coragem e iniciativa inspirou líderes, blogueiros, apologistas, escritores e comentarista comuns (os “alguéns” e os “alguns”) a se pronunciarem, e se posicionarem diante de uma confusão de tamanha envergadura. Resta agora, às “estrelas inacessíveis” descerem de suas alturas, e deixarem registros de suas contribuições neste oportuno debate fraternal, pois a geração que participa da blogosfera está “linkada” em quem tem coragem e ousadia de vir debater no “Areópago digital” da Net.
Um abraço.
PAULO MORORÓ
Obs.: Os destaques (letras maiúsculas) dados à lista e ao rol citados acima, são apenas figurativos, e quaisquer semelhanças,com duas valiosas obras da literatura evangélica, devem ser consideradas como meras coincidências(risos). Calma... somos irmãos em Cristo.

Pr. Jessé Sobral disse...

Amado irmao Everaldo.

Depois do amado colocar em duvida a existencia da irma Miriam e tentar induzir os inumeros leitores deste blog a duvidar de pessoas honradas que aqui deram a sua colaboracao, em sua ultima fala, exercendo o seu direito de dizer o que pensa, o amado foi por demais infeliz.

O irmao escreveu: "EU ACHO CURIOSA ESSA SEDE POR VER A CPAD PROSTRADA, DERROTADA...QUE VONTADE DE VÊ-LA ENVERGONHADA, HEIN?

Querido, o senhor está tendo alguma revelacao dos nossos sentimentos ou motivacoes? O julgamento temerario foi severamente reprovado pelo Senhor em Mateus 7, dá pra lembrar? No que o irmao se baseia pra julgar a todos, sem ao mesmo nos conhecer pessoalmente? Nisto fiquei profundamente ofendido, pois jamais esse sentimento permeou meu coracao, Deus nos guarde disto.

E disse mais: "CURIOSO COMO SE ESCREVEM PALAVRAS E MAIS PALAVRAS PARA PROVAREM QUE A CPAD ERROU E ERROU FEIO..."

Pergunto: E nao errou? A erro bonito? recorda-se do corinho cantado pelas nossas criancas: Pecado, pecadinho, pecadao, isso nao!

E asseverou ainda: "EU, SINCERAMENTE, ME ALINHO AO PENSAMENTO DO PASTOR CIRO SANCHES (ESTOU CITANDO APENAS PORQUE É O ÚNICO, ALÉM DE MIM, QUE NÃO ESTÁ QUERENDO A DERROCADA DA CPAD)"

Meu Deus quanta arrogancia. As palavras EU e UNICO mostram o quanto o amado esta por fora do assunto e nao nos conhece, ou esta por dentro e comprometido. Mas de Curitiba, será?

E continuou: "QUE RECONHECE OS ERROS DA DAKE, MAS, NAS ENTRELINHAS, PEDE MISERICÓRDIA COM A CASA."

Irmao!!! Reconhecer os erros da DAKE só aqui nao basta. Por que o UNICO (em suas palavras) defensor da CASA nao posta em seu BLOG as heresias da DAKE e as combates como fez com a Biblia Batalha Espiritual e Vitoria Financeira e outros assuntos assemelhados?
Ve-se por ai que o problema nao é de ingerencia, como o amado quis fazer parecer, mas de coerencia. Discurso e pratica tem que se alinhar, vamos deixar de ser ingenuo.

E o senhor ousou perguntar: "SERÁ QUE OS INDIGNADOS NÃO TÊM QUESTÕES PESSOAIS??? SERÁ QUE TIVERAM LIVROS OU ARTIGOS REJEITADOS, E POR ISSO VÊM NO LANÇAMENTO "FRACASSADO" DA DAKE UMA POSSIBILIDADE DE IR À FORRA???"

Por favor, tenha hombridade de procurar conhecer quem esta postando comentarios neste blog e pare de nos ofender, nao nos compare aqueles que defendem este absurdo justamente por que seus escritos sao publicados pela CASA. Ademais, ignora o senhor que o Pr. Geremias do Couto é um assiduo colaborador da CASA, quer em artigos, eventos ou licoes da EBD, e o Pr. Carlos Roberto Silva, só este ano, por duas vezes foi solicitado a dar tambem a sua colaboracao como articulista. Por favor!!!

Nesta fala entao, o senhor se aventurou: "NO CASO DO ADMIRÁVEL PR. CARLOS ROBERTO, POR QUE IMPEDIR A CPAD DE MONTAR UM STAND NUM EVENTO? NÃO BASTARIA PEDIR À DIRETORIA QUE NÃO COMERCIALIZASSE A BÍBLIA ANOTADA DAKE, QUE É O MOTIVO DA DISCÓRDIA?"

Everaldo!!! A COMADESPE é uma Convencao que tem seu livre direito de acao e escolha. Nao cabe ao irmao este tipo de comentario, nao nos force a abrir "Caixa de Pandora", por favor!!!
A nossa atitude significa que o nosso comprimisso com Deus e a com a sua Palavra está acima até mesmo da fidelidade institucional. Entre a verdade e a amizade, nós optamos pela primeira. Já tivemos grandes embates no passado e Deus nos honrou quando assim agimos.

E de forma infeliz finalizou: "POR QUE PEDIR DEMISSÃO DE PESSOAS? VOCÊS GOSTARIA DE SER DEMITIDOS? A FAMÍLIA DE VOCÊS FICARIA BEM?"

Pergunte isso a irma Miriam e outros que nao concordaram com atitudes nada cristas de que esta no comando da CASA e foram sumariamentes demitidos.

Tentar desacreditar comentarios ou posicionamentos atacando o pessoal, é obra de peritos advogados que, quando no desespero de ver a sua causa perdida, tenta desacreditar as testemunhas.

Por uma CPAD forte e lucrativa, porem nao a qualquer preco. "Os fins nao justificam os meios, nao para nós"

No amor de Cristo,

Pr. Jessé Sobral

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezamado pr. Carlos Roberto,

A paz do Senhor!

Acredito que o interesse pleno de cada comentarista, prevê em suas palavras, a necessidade de justiça e maior temor em cada publicação, que deve ser exaurida de qualquer e possível erro.

Afinal, é dever dos responsáveis não permitir que ocorra desta forma, e sem uma averiguação comum aos desígnios de Deus em atenção à sua Palavra. A Bíblia.

Vivemos uma fase de comodismo com argumentos viscosos em provêr Bíblias, mais modernas e com leitura mais simplificada e de bem com o hodierno, como e estudos mais abrangentes até à heresia. Aí está um grande perigo!

A bem da verdade, e com clareza, creio, e declaro, mais uma vez que se o erro está confirmado as providências devem ser tomadas.

Uma sugestão seria a CPAD, tomar uma atitude que poderá ser repetida, mais vezes, como sugeri em outro comentário: Produzir um livro base como referencial às informações incorretas, disseminadas ou não, neste exemplar da Bíblia DAKE. Pois, é conhecido que vários textos, foram abortados, o que não ocorreria, neste livro sugerido.

O valor seria reduzido para o consumidor e incluiria as referências aludidas. Fica a minha sugestão!

Entendo com bons olhos, que este acontecimento, estará a mercê de homens sérios e convictos na procura e demonstração saudável, melhor vigilância e com a preocupação mais atenta, para os resultados que serão verificados e disseminados para a Honra e a Glória de Deus.

O Senhor seja contigo, nobre pastor!

pr. Newton Carpintero - servo
www.pastornewton.com

Robson Aguiar disse...

Querido pr. Carlos

Queridos debatedores
Estou preocupado pelo silêncio do nosso Presidente José Wellington nesse episódio. Sei que foi dele a iniciativa de convocar o Conselho de Doutrina e a Comissão Apologética da CGADB. Mas, depois do parecer das Comissões e da não observância por parte da direção da CPAD do que foi decidido. O presidente aparentemente saiu de cena.
Não há também manifestação por parte do principal Gestor da CPAD. Dando-nos a entender que o mesmo está tranqüilo, e que de fato, não há com que se preocupar.
Parece que a estratégia por parte da Casa agora, é o silêncio. Como uma forma de “abafa o caso”.
Não sei se o senhor tem alguma informação sobre o andamento das coisas. Mas, estamos todos apreensivos para saber que providencias Pr. José Wellington vai tomar em relação a tudo isso. Pois nós o elegemos para ser nosso líder maior. Foram-lhe conferidos direitos e poderes em relação às Instituições das Assembléias de Deus no Brasil. Ao que parece, ele não está no comando da CPAD. Pois as Comissões sendo desafiadas, ele está sendo desafiado também.
Tá faltando pulso, é isso?
Quero em tempo dizer aos debatedores aqui presentes, que a CPAD é todos nós. Que a maioria dos irmãos que aqui discutem o assunto DAKE, ajudaram a levantar a Casa quando ela passava por dificuldades. Que até hoje nós contribuímos com ela comprando seus produtos (diga-se de passagem, por vezes, acima do preço de mercado). Mas, jamais deixaria de comprar, pois é uma forma de manter e expandir a Casa.
Pagamos Anuidade a CGADB, e sempre que somos convocados para ajudar essas Instituições, ajudamos.
Os funcionários da CPAD estão ali por nossa causa e não o contrário.
Reafirmo que amo a CPAD, e que não é nenhum beneficiado por ela que vai me dizer que estou lutando contra uma Instituição que ajudei a construir. Só por que discordo de um grave erro de todos, repito TODOS, os que estão envolvidos nessa funesta publicação.
Já vi comentários sobre a DAKE em um blog circunvizinho ao seu, onde o Blogueiro quis Brindar o Pr. Antonio Gilberto do referido episódio. Talvez por andarem juntos e serem amigos particular.
Gosto demais do Pr. Antonio Gilberto, ouvi de um funcionário da CPAD que a participação dele na edição da DAKE, ficou restrita a uma análise do grego e do hebraico. Agora torno a dizer, não sou tiete de ninguém. Se o reverendo Antonio pregar, ensinar ou respaldar algo que seja antibíblico, não só reprovarei, mas, tenho coragem de ir ao plenário para rebatê-lo. (Davi e Golias) risos.
Não sou reflexo do que escuto ou leio. Se assim o fosse seria adepto da Teologia da Prosperidade, pois tenho em minha casa um monte de livros desses hereges.
Respeito a todos os irmãos que aqui estão presentes. Não sei da formação de todos eles, mas, independente disso, são leitores da bíblia e possuem o mesmo Espirito que eu. Portanto merecem de igual modo respeito.
Observo que há um pequeno grupo que está entre nós que não sabe o significado dessa palavra e para defender seus amigos saem lançando farpas para todos os lados. (como já passou o natal, posso falar) risos.
O interessante é que o defendido não precisa de advogado, mas, quem advoga já está acostumado a bater boca em outros blogs.
Por falar em advogado, quem instituiu oficialmente alguém aqui para defender a CPAD do referido acontecimento?
Seria mais, digno alguém da Casa vir aqui dar os devidos esclarecimentos e não alguém arrogar-se defensor da mesma.
E se for ele o representante da Casa nesse momento, que seja oficializado por ela. Assim sendo, poderemos dirigir perguntas atinentes ao que aconteceu sobre todos os fatos.

Robson Aguiar disse...

No mais, pastor Carlos, se ofendi alguém com minhas palavras, se o senhor percebeu isso, então não publique esse texto, ou reedite como queira. Não tenho problemas quanto a isso.
Por fim, quero dizer aos mais exaltados, que verdadeiramente vos amo em Cristo Jesus. Essa discussão pra mim está apenas no campo das idéias como já foi afirmado aqui pelo Pr. Geremias do Couto. Nada do que for dito por vocês me terá por inimigo, pois não tenho problemas em relação as idéias diferentes. Se te encontrar no Aeroporto não precisa correr, vou te abraçar e te saudar com a paz do Senhor. (Já ia esquecendo, com fotos) risos.

Pr Robson José de Aguiar
CADEESO 1971 - CGADB 30207
Abreu e Lima -PE

Pr. Jessé Sobral disse...

Amado Pr. Ciro Sanches.

Em seu ultimo comentario, o irmao reafirmou a sua posicao inicial, percebendo eu que já um pouco mais flexivel (rsrsr).

Permita-me usar as suas palvras para a partir delas fazer as minhas consideracoes.

1) "A minha luta é contra o erro, o mal, e não contra pessoas e instituições."

R - A DAKE contem erros ja admitidos até pelo senhor; combata-os. Que beneficio trouxe para nós até agora a nao ser essa situcao vexatoria? Tambem amamos as pessoas e defendemos as nossas instituicoes, mas nem elas estao acima da verdade.

2) "Porque qualquer perda financeira é um problema real, preocupante, nesse momento..."

R - A CPAD passa por uma crise financeira? Os relatorios a epoca de Vitoria mostravam numeros substanciosos. Foram eles verdadeiros? Aconteceu algo que tenha colocado as financas da CASA em crise?

3) "Mas, já houve alguma igreja ou algum líder que, por ter lido essa Bíblia de Estudo, desviou-se da Verdade ou passou a adotar doutrinas e práticas antibíblicas?

R- Nao gostaria de trazer este assunto a tona, mas tive conhecimento de a que a DAKE (nao a versao CPAD, mas a original) era largamente usada pelos autores do TEI, do condenado e expurgado "Movimento de Boston". E aí meu caro amigo o estrago foi incalculavel. Pastores e igrejas arrebentados e um distrito dissolvido. Para que mais?
Aqui em meu campo de trabalho tive que dar explicacao a um pastor na sede, em duas congregacoes duas irmas que comprarm a biblia ja pediram para trocarmos pois ficaram por demais confusas com alguns comentarios do DAKE. Já pensou, um membro abrindo as paginas iniciais e apontando os nomes de renomados escritores - que no meu entendimento foram usados como garoto propaganda - e perguntando-me: Pastor, esse aqui nao é o cometarista da licao tal?

4)"a retirada da Dake do mercado poderia aguçar ainda mais a curiosidade de todos, e assim pessoas poderiam se interessar ainda mais pela Bíblia proibida."

R- Nao creio nesta afirmativa. Talves os mais criticos e curiosos a procurem, ou já a tenham em maos.
Se retirarmos onde acharao? E se alguem insistir em adquiri-la, fará sabendo da posicao da CGADB, e o nosso posicionamento doutrinario nao ficará comprometido.

5) "Penso que o grande erro está no nascedouro."

R- O senhor acertou em cheio! Só que nascedouro aqui, nao significa somente a publicacao da DAKE ou de outras obras comprometedoras, mas a incoerencia dos procedimentos adotados (as vistas grossas), ou as motivacoes que tem pautado a conduta dos diretores da CASA. Andrew Murray afirmou que "todo o problema da superficialidade da Igreja está na raiz e não na superfície, está na base da vida cristã e não em suas atividades", ou seja, de forma analoga, o lancamento da DAKE, pelo que me parece, é um fruto amargo de uma arvore frondosa cuja raiz está adoencendo, mas há remedio, eu creio.

6) "E, se alguém tiver de ser punido, por ter feito "vistas grossas", que seja. Isso é justo. Mas, por que privar o leitor, o estudioso, de mais uma Bíblia de Estudo?"

R- Ja avancamos, concordamos que existe alguem, e que nem toda "punicao é injusta". Quanto a privar o leitor tambem nao concordo, sou adepto da liberdade com responsabilidade, mas poderemos orienta-los para leituras mais edificantes; um livro de sua autoria por exemplo (rsrsr).


7) "Repito: Sei que para muitos a melhor solução é queimar todas as Bíblias de Estudo Dake impressas."

R- Queimar é uma atitude um tanto medieval, mas a imagem da CPAD nao esta ardendo em chamas? Teremos que fazer escolhas e rapido.

8) "Há erros na Bíblia de Estudo Dake? É claro que sim, como também há erros, desvios em outros livros da CPAD."

R- Por favor gostaria de receber a lista de todos eles para as devidas analises, caso o amado puder me oferecer.

Agradeco pela paciencia.

No amor de Cristo,

Pr. Jessé Sobral
prjessesobral@yahoo.com.br

Miss.Rute dos Santos disse...

Aos comentaristas, a paz do Senhor !

Ah!! como eu estou acompanhando esse sádio debate! (ainda que seja por esse assunto)

Creio que será um Marco na história
Blogosfera Cristã, creio ainda, que toda essa discussão mostra que existe uma geração que está dizendo um "BASTA" para as imposições,ditaduras e conviniências perigosas.

Se somos sal e luz é preciso valorizar homens de Deus que se manifestaram com coragem de expor opiniões contrárias a uma obra que com certeza foi publicada não por acaso, mas com o aval de uma editora muito bem conceituada.

Até nós, simples comentaristas e leigos em muitas questões de teologia, estamos sendo motivados a sair do anonimato e dar o nosso apoio aos líderes levantados por
Deus para fazer a diferença.

Obs:"Porque será que ninguém, em nome da CPAD,fez uso desse mesmo espaço para esclarecer os fatos ou reconhecer o erro?????" Seria no mínimo louvável.

É preciso que fique bem claro a posição da Casa Publicadora atravéz de sua diretoria,creio que todos aguardam um pronunciamento ,que defina sua postura.

Reforço o quê o Pr.Jessé Sobral afirmou:"Teremos que fazer escolhas rápidas";acrescento ainda,escolhas acertadas, para que tudo isso não accabe em pizza,como citou o Pr.Levi Agnaldo.


Que Deus nos guarde!

Pr. Jessé Sobral disse...

ERRATA: Errei, chequei e estou corrigindo.

No comentario em resposta ao Pr. Everaldo errei no portugues, pelo fadiga que me abateu nesta madrugada. Onde esta "A erro bonito, le-se Há erro bonito" e onde esta hombridade, le-se ombridade, desculpe-me caros leitores (rsrsrs).

Pr. Jessé Sobral

Ciro Sanches Zibordi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ciro Sanches Zibordi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ciro Sanches Zibordi disse...

Querido pastor Geremias do Couto:

Dirijo-me agora diretamente ao irmão, pois não há problema algum entre nós e poderíamos, sem problema algum, conversar pessoalmente, tomando um cafezinho, almoçando, sem acirramento de ânimos, não é mesmo?

O irmão achou a afirmação citada um pouco temerária? Sim, concordaria com a sua conclusão e a refaria, se de fato o mesmo rigor para com a Dake fosse empregado para com todas as publicações que supostamente contrariem convicções teológicas defendidas pelas Assembleias de Deus. Por exemplo, o Comentário de Wyclife não gerou grandes discussões. Mas eu não concordo com o seu monergismo (cf. termos como “eleição”, “livre-arbírio”, “expiação” etc. E, de minha parte, acho que isso pode levar alguns irmãos à confusão.

Mas, eu lhe pergunto: Quais são os problemas reais ou efeitos nocivos, causados por tal comentário, que, a rigor, não seguem à doutrina esposada pelo Movimento Pentecostal? Um crente acreditar que todas as doenças são originadas pelos demônios é um erro? Claro que sim. Mas, para mim e para outros expoentes assembleianos, o bordão “Uma vez salvo, salvo para sempre” e outras convicções calvinistas também são falácias e igualmente nocivas ao crente que não tem estrutura para avaliar tudo sem ser influenciado.

Se vamos começar a tomar providências, é bom que outras obras também sejam tiradas do mercado. Alguém talvez peça que “Erros que os Pregadores Devem Evitar” e “A Transparência da Vida Cristça” sejam retirados das lojas, em razão de possuírem pontos que não agradem alguns teólogos.

Sim, a CPAD é confessional. Mas, por que tem lançado obras calvinistas? Para ampliar o seu alcance junto ao público ledor. Entre em qualquer loja da CPAD e veja quantas obras que nada têm que ver com o Movimento Pentecostal. É claro que as lojas são diferentes da editora (o nascedouro), pois esta tem, sim, que publicar obras que fortaleçam as doutrinas esposadas pela Assembleia de Deus.

Porém, nota-se, de uns anos para cá, que a CPAD tem procurado agradar a outros segmentos. E a Dake, além de possuir auxílios para todos, de certa forma agrada outros movimentos evangélicos, à semelhança de Wyclife, que muito agradou aos chamados teólogos reformados. (Por favor, irmãos calvinistas, isso não é uma provação. Estou citando apenas um exemplo. Continuemos a falar sobre a Dake.)

Mas quero também, amado pastor Geremias, fazer alguns esclarecimentos a respeito da Bíblia de Estudo Dake e da Bíblia de Estudo Batalha Espiritual e Vitória Financeira. Primeiro, a Bíblia de Estudo Batalha Espiritual e Vitória Financeira é bem diferente da Dake. Esta é uma Bíblia de Estudo ampla, que possui incongruências. Mas ela não foi escrita exclusivamente para difundir a Teologia da Prosperidade. Quanto à outra, pelo seu próprio nome, fica clara a intenção dos seus editores: propagar a Teologia da Prosperidade.

Segundo, a despeito de eu ser contrário a boa parte do conteúdo da Bíblia de Estudo Batalha Espiritual e Vitória Financeira, nunca preguei o seu recolhimento. Sempre me ative ao combate dos erros contidos nela.

Diante do exposto, caro pastor Geremias, a quem prezo, e muito, peço-lhe, humildemente, que procure entender a minha posição que, em hipótese alguma, deve ser considerada uma aquiescência tácita para se dar veneno a alguém. Achei forte essa sua insinuação, mas creio que as minhas considerações o levarão a suavizá-la, ainda que o irmão não deva se sentir constrangido a fazer isso, e eu tenho certeza que não o fará, a menos que o faça com convicção. Seja como for, respeitarei a sua posição.

De seu amigo e irmão em Cristo,

CSZ

Pr. Jesse Sobral disse...

Caro Pr. Geremias do Couto.

Quero dizer-lhe que entendi a sua colocaco em sua primeira postagem. Obrigado por nao me ignorar e ter a preocupacao e a coragem de nao deixar um companheiro confuso em meio a tantas palavras. O senhor nao se apequenou por isso, tenha certeza.

Ademais, deixo aqui algumas consideracoes, pedindo a amado a sua opiniao.

1) Em um dos seus comentarios o senhor enfatizou que só o fato de a irma Miriam ser uma assembleiana, já lhe dava o direito de ser ouvida pelos orgaos competentes. Concordo com o senhor, e diga-se de passagem que se isso nao for rapido, o descredito que ronda a CPAD (hoje), pode tocar esses orgaos, entendendo que há comprometimentos varios neste episodio. Nao seria melhor se tudo fosse acompanhado por uma "COMISSAO INDEPENDENTE", digo isenta? Isso traria mais transparencia para o processo e mais credibilidade para o resultado final.

2) O amado disse que a DAKE poderia ter sido lancada por uma editora independente. Creio que já teriamos uma "frente apologetica" se isso tivesse acontecido, principalmente se fosse uma das concorrentes direta; o senhor captou (rsrsr).

3)A irma Miriam falou sobre a JUMENTA. Lembrei de um episodio em 1989, quando as ADs estavam a beira de um racha. Palavras de um pastor (que hoje é bispo): "Quem nao ouve a voz de Deus na boca do seus profetas, ouvira a voz da jumenta". O caso foi parar na justica, e o Ministerio Publico precisou intervir no caso. O que eu quero dizer com isso, é que as autoridade seculares estao silenciosas, mas nao sao cegas. Será que vamos parar nas maos dos impios para ter o nosso direito de saber, com verdade, como estao as coisas na CPAD, respeitado?

3) Será que a preocupacao do Pr. Daladier Lima nao tem um fundo de verdade quanto a preferencia por americanos nos ultimos titulos editados pela CASA? As preocupacoes do Pr. Levi Agnaldo e do Pr. Esteves quanto ao cumprimento estatutarios e regimentais sao meras especulacoes? Eles nao existem, nao foram reformados em meio ao vexame de Porto Alegre, RS? Ou só se aplicam para o processo eleitoral e depois manda quem pode e obedece quem te juizo?

4) Por ultimo, sejamos justos com o Pr. Ciro Sanches, pois esbocou uma virtude rara; a coragem. Veio e postou sua opiniao.
Penso agora: Onde esta os demais Diretores da MD da CGADB? O Pr. Robson expressando um desejo da maioria quer ouvir o Presidente sa CGADB. Mas e os Vices-Presidentes, onde estao eles? E aqueles que foram a televisao durante o processo eleitoral expor ao vexame a nossa instituicao? Falaram de direitos, consciencia, cheques devolvidos etc, tudo em nome da verdade. E agora, onde estao eles?
Será que o silencio significa que nao tem autoridade para falar sobre o assunto em virtude de comprometimentos anteriores no aspecto doutrinario? Porque de politica falaram, esbraveram e gritaram.
Mas isso é muito bom. Para mim só mostra que se as coisas nao vao bem com quem está no comando, nao devo gratuitamente debandar pros bracos de ninguem, e fazer com que esta discussao tenha um carater politico.
Todavia, enxergo tambem que precisamos trabalhar e orar por uma "TERCEIRA VIA" para 2013. Que Deus nos conceda esta vitoria.

No amor de Cristo.

Pr. Jesse Sobral
prjessesobral@yahoo.com.br

Daladier Lima disse...

Prezado Pr. Carlos Roberto,

Pelo curso que percebo nos comentários, quanto mais se tenta defender a publicação da obra, mais indefensável se tornam obra e editora. É assim que acontece à coisas erradas desde seu nascedouro. Que pena! Como já falei anteriormente, não precisamos de novas Bíblias de Estudo, mas praticar o que de bom já podemos aprender com as já lançadas. A CPAD e correlatas precisam descobrir, com seus consultores, como fazer para que nossos pastores e ovelhas leiam-nas mais e pratiquem o que nelas está escrito.

Outra vertente interessante é perceber que alguns buscam estabelecer referenciais que não podem ser contraditados, segundo os homens. Ou seja, um sábio nunca pode errar? É lamentável, porque a única inerrância que conheço é a da Palavra de Deus.

De minha parte, e eu sou o servo do servo do servo do servo do servo, devo ter errado em algum momento, na interpretação de alguma passagem bíblica, ou na colocação de alguma posição perante uma classe de EBD, por exemplo, e posso até mesmo revê-la. Eu não sou infalível...

A dificuldade de defender um consultor teológico, no caso em epígrafe (e não importam nomes no momento), é que ele emprestou sua reputação para recomendar a obra como um todo e não apenas uma posição pontual. É como o médico que receita um remédio sem saber se vai surtir efeito. Morrendo o paciente... a reputação deságua.

Claro, que a Dake's Bible não vai fazer o pedestal ruir, é só uma questão de cuidado com as fissuras. Uma Dake aqui ou ali e temos um Morris Cerullo. Ou alguém imagina que ele não era um estudante sério da Palavra? Pouco a pouco, porém, a seriedade se tornou personalista e ele desandou para o erro. Vão dizer ao próprio que ele está errado!? Ele, provavelmente, se sairá com mais argumentos.

No mais o assunto é ótimo, dá alguma visibilidade ao lançamento (ao que a CPAD agradece, falem mal, mas falem de mim) e ainda mostra que a "Casa" pode errar, ao contrário do que alguém pode pensar. Agora só resta reparar os erros e ser humilde.

Díficil? Quase impossível!

Robson Aguiar disse...

Pr. Carlos.

Louvo a Deus pela inteligência dos nossos debatedores.

Mas, fico preocupado com as distorções das palavras. Isso digo, porque acho que estão parafraseando minhas palavras de forma maliciosa para com isso, me descredibilizar.

Parece ao meu ver, que existe nas assembléias os chamados "intocáveis"
são homens que estão aparentemente em um plano superior, a ponto de sua palavra valer mais do que a de uma dúzia de outros igualmente teólogos (Conselho de Doutrina e Comissão de Apologética).

Não podemos julga-los não é isso?
onde está escrito isso?
julgamento justo é bíblico, desde que dentro do contexto.

"PROVAI os espíritos, se são de Deus"

"Um ou dois profetiza, e os demais JULGUEM"

"NÃO creias em todo espírito"

Não estou afirmando que ALGUEM citado por mim acima seja herege, como já foi insinuado por um honrado blogueiro aqui presente.

Só queria dizer que ele é humano e passivo ao erro, como todos nós.

Se errar, o refutaremos, como tem que ser.

Isso, não é desacreditar ou desmoralizar.

Agora o fato do Pr. Antonio Gilberto não está presente, não o isenta de suas responsabilidades quanto a DAKE, uma vez que ele teve participação ativa em sua publicação. E segundo consta essa é a área dele.


Noto mais uma vez, que nos conselhos de alguém que certamente tem com o senhor mais aproximação do que eu, a tentativa de calar aqueles que lhes são contrários.


Mas, percebo que sua imparcialidade não lhe deixa aflorar a emoção e amizade a alguém para excluir ou marginalizar aos que de forma EQUILIBRADA (nada contra o nobre Pr. Geremias) vem postando em seu blog.


Se sou "persona non grata" em seu blog, me retirarei sem problemas. Mas, não vou apelar por está sem argumentos consistentes e convincentes que traga pra mim a maioria. Afinal, nem precisaria disso. Pois é PATENTE E LATENTE que 99% dos debatedores concordam conosco.

Minhas postagens nunca foram diferentes, desde o inicio, e olha que já faz tempo, mantenho a mesma escrita. Não estou alterado ou irado como já foi postado por aqui. Tenho estilo próprio, e por incrível que pareça sofri influências de um blogueiro não muito distante daqui. risos

Se o irmão visitar meu blog vai observar que já tem mais de 26 postagens só sobre esse assunto. Tenho até evitado recomenta-los aqui.

Não é nada pessoal, não estou atacando pessoas, mas, uso as ferramentas de linguagem necessárias para manter o assunto vivo, e não ser extinto o tema por falta de manifesto.

Pr. Carlos, recebi informações que publicarei aqui se o senhor assim autorizar, na íntegra com o nome do que me enviou (autorizado) por ele, onde relata que já estão trabalhando na Nova DAKE, isso mesmo. Querem reeditar o reeditado comentário de Finnis.


Imagino o que escreverão e propagarão dessa vez:

"Você não pode perder! A super Bíblia de Estudo Dake, agora mais revisada do que nunca"

Ou talvez

"Agora podem acreditar, a Mega, Super, hiper Bíblia de Estudo DAKE, 100 erros"

Vamos esperar pra ver?

Ainda em tempo, quanto a sugestão de editar outro livro ou cartilha para explicar os erros da errônea bíblia DAKE, é um absurdo. Até parece jogada de marketing, lançaremos o veneno depois vendemos o antídoto. (Mais dinheiro, não é isso?)

Enfim, embora não freqüente, SEMPRE gostei de circo. Entenda-se C I R C O, Portanto não quero vê-lo pegar fogo.

Dentro das possibilidades trarei a publico a informação a respeito dessa nova edição da DAKE.

Robson Aguiar disse...

Paz pr. Carlos!

Resolvi voltar só para cumprir o que disse anteriormente sobre a reeeeeedição da DAKE pela CPAD.

poderia retranscrever o texto como havia dito. Mas, quero aproveitar a ocasião para pedir a todos os amados blogueiros que visitem esse Novo Blog, e confirmarão o que eu aqui já mencionei;

http://dariusapologetikus.blogspot.com/2009/12/biblia-de-estudo-dake-novela-continua-1.html#comments

APOLOGÉTICA CRISTÃ HOJE

Esse Blog veio pra ficar. Nota 10!
Muito bom.

Miriam disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pastor Geremias Couto disse...

Caro pastor e amigo Ciro Zibordi:

Sem dúvida, não haveria nenhuma dificuldade entre nó saborear um café juntos, enquanto estivéssemos discutindo este e outros assuntos que nos ajudassem a aclarar dúvidas, fortalecer convicções e firmar conceitos que pudessem ainda estar em terreno movediço. Divergir é parte do processo.

Apenas para refrescar a nossa memória (de todos os que estamos neste debate), lembro-me que o Mensageiro da Paz das décadas de 50 e 60 trazia alguns bons embates entre lideres de peso como Alcebíades Vasconcelos, Estevam Ângelo de Sousa, José Teixeira Rego, Francisco Assis Gomes e outros que poderia citar. Nem por isso deixavam de ser bons amigos e, de minha parte, muito aprendi com esses sadios debates. Ainda que eu não seja do mesmo jaez, procuro seguir-lhes os passos.

Inicialmente, me senti gratificado quando o irmão admitiu refazer a frase que me trouxe preocupação, embora sob a condição de que houvesse o mesmo rigor com outras obras lançadas pela CPAD com supostos desvios doutrinários. Quando menciono "supostos" é porque, de fato, não conheço essas obras, inclusive o Dicionário Wyclife, que eventualmente consulto, mas nunca pesquisei aí os verbetes mencionados em seu último post. Mas em virtude de o irmão ter trabalhado na área editorial da CPAD nos últimos anos, muito tempo depois do meu desligamento da editora, é certo que dispõe de maiores informações do que eu. O que, em algum sentido, expõe o irmão mais do que a nós que somos contra o lançamento da Bíblia Dake. De qualquer modo, sua admissibilidade em recuar na construção da frase, embora com restrições, já é um progresso.

No entanto, me é difícil amenizar o que afirmei por uma simples razão: veneno é veneno, não importa a dose ou a origem. Sabe-se, por exemplo, que a maior parte do que se dá aos ratos para eliminá-los é constituída de alimento saudável, mas o pouco percentual de veneno que ali se encontra é suficiente para "fazer o serviço". Ou seja, não há como ser ameno com o que pode produzir danos.

(Continua...)

Pastor Geremias Couto disse...

(Continuação...)

Para reforçar a sua tese, o irmão cita um de seus livros, bem como o único que tenho lançado pela CPAD (que foi fruto de uma revista Lições Bíblicas e avaliado pelo Conselho de Doutrina da época), os quais, segundo palavras suas, não deveriam se retirados das lojas, em razão de possuírem alguns pontos que não agradam a alguns teólogos. O querido amigo disse bem. Concordo "in totum" com a sua afirmação já que são naturais divergências em pontos não essenciais que não afetam os fundamentos da fé. Aí há que se respeitarem os pontos de vista. No entanto, houvesse erros ou desvios doutrinários, caberia sim uma reprimenda aos seus autores, bem como à editora que os lançou, sem levar em conta tais erros, e um questionamento ao Conselho de Doutrina que os aprovou com os supostos erros. Mas graças a Deus este não é o nosso caso!

O irmão tenta estabelecer uma diferença entre a Bíblia Dake e a Bíblia Batalha Espiritual e Vitória Financeira. Esta teria sido escrita para dar respaldo à teologia da prosperidade, aquela não. Ora, todos sabemos – não é segredo para ninguém – que a Dake trouxe enorme contribuição para a estruturação teológica desse movimento nos Estados Unidos de maneira que se tornou a Bíblia de cabeceira de seus principais líderes, como descreve o livro "Cristianismo em Crise", que tive o privilégio de lançar quando era Diretor de Publicações da CPAD. Assim, com todo o respeito, não há qualquer diferença entre uma e outra. A primeira ajudou a fornecer a estrutura, a segunda fomenta o que foi estruturado. Em outras palavras, ambas esposam a mesma corrente doutrinária!

Desconheço, por outro lado, que a CPAD tenha lançado obras que defendam o Calvinismo. Se o irmão as conhece, lhe pediria o favor de me indicar para que eu possa também ter a oportunidade de analisá-las. Há, sim, pelo que sei, autores calvinistas publicados pela CPAD, mas que tratam de outros temas comuns a todas as correntes cristãs. Nesse caso, não vejo nenhum inconveniente. Mas tanto o Calvinismo quanto o Arminianismo são correntes teológicas históricas que não podem receber a pecha de heréticas, como os muitos ensinos de Dake, embora haja de ambos os lados posições extremas que consideram a outra uma heresia, ou, pelo menos, uma “falácia”. Isso, repito, de ambos os lados.

Pastor Geremias Couto disse...

(Conclusão...)

De minha parte não tenho qualquer constrangimento em afirmar que procuro fazer uma síntese entre os pontos fortes do Calvinismo e os pontos fortes do Arminianismo, à luz das Escrituras, mesmo que os extremistas do Calvinismo e os extremistas do Arminianismo considerem isso impossível. Mas nunca discuti esses pontos em obras ou artigos publicados pela CPAD, porque entendo que a tendência assembleiana é arminiana. Assim, considero esse assunto irrelevante para o debate porque o que aqui está em foco é a Bíblia Dake. Já citei este exemplo outras vezes, mas não custa repeti-lo: “John Wesley, um arminianista, e George Whitefield, um calvinista, souberam dar-se as mãos pela causa maior: a salvação das almas".

Considero também necessário falar um pouco do pastor Antonio Gilberto, mencionado tanto no comentário do irmão Robson Aguiar quanto no seu. Conheço-o desde quando eu tinha 13 anos de idade, ocasião em que tive o meu primeiro contato pessoal com ele. Hoje tenho 55 anos. É uma longa história de convivência. Minha então namorada (hoje esposa), nos idos de 1974, morava a cinco blocos de onde residia o pastor Antonio Gilberto, que continua a residir no mesmo local. Ao lado do saudoso pastor João de Oliveira, tenho-o como meu mestre e mentor, assim como também considero o saudoso poeta Joanyr de Oliveira e o escritor Abraão de Almeida os meus formadores na área da literatura. Por ocasião do meu pós-operatório, há quatro meses, deu-me a honra de ligar-me para acompanhar a minha recuperação. Ou seja, a distância entre nós não é tão grande.

Fiz essa digressão para dizer o quanto sei, por convivência pessoal, que o pastor Antonio Gilberto prima pela ortodoxia e que jamais concordaria com os erros da Bíblia Dake, acreditando talvez que os cortes prometidos seriam suficientes para eliminar qualquer vestígio de heresia. Prudente como sempre foi, ele não poria em cheque a sua credibilidade, soubesse que estava entrando numa “canoa furada”. Assim, em minha opinião, ele foi vítima inocente (como alguns outros da cadeia de editação, inclusive a ex-funcionária Miriam Anna Liborio) de um processo que tinha como finalidade inarredável (já o disse em outro comentário) lançar a Dake a qualquer custo. Portanto, a melhor forma de protegê-lo e blindá-lo seria os diretores da CPAD virem a público reconhecer e assumir o erro, o que, aliás, teria evitado todo esse imbróglio e essa exposição desnecessária. Certamente o pastor Carlos Roberto não teria publicado o seu posicionamento. Pela admiração que tenho ao pastor Antonio Gilberto, creio que a direção da editora, pelo muito que ele prestou à Casa, falta-lhe com respeito quando o deixa exposto dessa forma.

Termino reafirmando que, enquanto não houver uma manifestação conclusiva de quem de direito, a questão ficará em aberto e estaremos, sim, descendo ladeira abaixo.

Do amigo e irmão em Cristo

Geremias do Couto

Joabe disse...

Pastor Carlos Roberto e demais participantes,
A paz do SENHOR.
Não imaginava que as controvérsias sobre a “Dake” iriam render tanto assim. Eu compartilho com a opinião do Pastor Ciro Sanches e acho que a maioria das “soluções” apresentadas são um tanto quanto exageradas. Creio que talvez uma nota de esclarecimento em meios de comunicação (jornal Mensageiro da Paz, programa Movimento Pentecostal, site da CPAD, etc.) e uma retificação em futuras edições já seriam o suficiente.
Contudo, penso que a CPAD deve acatar a resolução do Conselho de Doutrina, que pelo regimento interno da CGADB tem competência para tal. O não cumprimento de tal resolução, mesmo que não concordando , vai demonstrar desrespeito não somente com os pastores da Comissão de Apologética e Conselho de Doutrina, mas para com todos os membros da CGADB.

Em Cristo,

Joabe.

P.S.: E Pastor Ciro aquele “menino” que “gosta” do senhor, não consegue nem disfarçar-se... Todos aqui sabem quem é ele, e o camarada não percebe que está fazendo um papel ridículo. Vai entender uma pessoa assim ?!

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezamado pr. Carlos Roberto,

A paz do Senhor!

Permita-me uma palavra sobre o pr. Robson Aguiar, que insiste em permear com ironias, inclusive em seu próprio blog no link copiado abaixo:

http://pastorrobsonaguiar.nireblog.com/

Após a leitura em seu blog, penso que alguns ficarão, como estou, ou seja, estarrecido com a necessidade do pr. Robson Aguiar e o seu procedimento, ferrenho e feroz, contra a CPAD e ao nobre e amigo, pr. Ciro Zibordi, onde mantém o mesmo sentimento pela minha defesa e relevância aos fatos, bem como, reproduzida em seu blog. Penso ser este um caso néscio de constância.

Creio e cremos, que o acontecido, será com certeza, motivo de instauração aos responsáveis em um rumo natural, ao estágio atual, para que se tome o curso normal de uma editora do porte da CPAD.

Não tenho vínculos com a CPAD, mas a CPAD, possue vínculos com a minha vida, desde mais há mais de trinta anos. Quando comecei a ler os seus livros, o qual possuo alguns até hoje.

Segue apenas parte do texto do pr. Robson Aguiar elaborado em seu blog:

"Após a venda do veneno, e a disseminação da praga herética de Dake, surge a geniosa e lucrativa solução para a elaboração de uma obra para desfazer os males que as heresias contidas na Bíblia de Finnis está causando aos seus leitores. Na verdade a idéia se traduz na distribuição de uma espécie de antídoto contra o veneno da DAKE.

A sugestão é do Pr. Newton Carpintero.

"Eu, em particular, como afirmei no blog do pr.Carlos Roberto, servo zeloso, pelas coisas de Deus, que deveríamos aproveitar este momento, estes erros e falhas nocivas à igreja, para promover a impressão de um livro com as heresias contidas na Bíblia Dake, expostas a todos que queiram conhecê-los. Afinal, quantos possuem alguma noção sobre esta Bíblia DAKE no Brasil?"

O término desta matéria, o meu comentário e as demais matérias estão disponíveis no seu link:

http://pastorrobsonaguiar.nireblog.com/

O Senhor seja contigo
amigo pr. Carlos Roberto!

pr. Newton Carpintero - servo
www.pastornewton.com

Anônimo disse...

Pr. Cláudio Sales aqui:

Pastor Ciro engole camelos e côa mosquitos.
Que coisa hein?
Depois de tudo que li aqui, só resta apurar quem são os responsávies.

Mas pq continuam vendendo? Ah o Diretor Executivo manda, mas ele poderia consulatar o presidente do Conselho da CPAD que é filho do presidnete da CGADB. Simples não?
Talvez por esta hieararquia de peso e depoder que alguns querem defender aquilo que não tem defesa que á esta Bíblia Herética.

Miss.Rute dosSantos disse...

Graça e Paz á todos

Ao Pr.Carlos Roberto, meu pedido de perdão
Venho fazer uma correção.
No meu penultimo comentário deixei um erro numa frase no segundo parágrafo:
Corrigindo:"Parabéns por se posicionar SENDO IMPARCIAL"

Miriam disse...

Irmãos,
Vejo que vocês não compreenderam a gravidade do caso.
A obra em questão não está errada. Ela é o erro. Se houver uma RE-RE-REvisão, não será mais a DAKE'S BIBLE e sim um SIMULACRO.
Ela é indefensável, irrecuperável, impublicável.
— Deus é o autor da Bíblia?
O que dizer de alguém que O vê como pessoa de carne e osso tal qual eu e você?
Em muitos momentos da leitura para revisão, cheguei a pensar que talvez o Sr Dake não estivesse de posse de suas perfeitas faculdades mentais (e isto não tenha sido percebido pelas pessoas próximas) pelo simples fato de muitas vezes confundirmos devaneios com espiritualidade.
Quem defende a DAKE não sabe o que está dizendo. Inclusive o pastor Ciro que, até agora, só fez jogo de cena para aparecer nos blogs de vocês.
Vocês sabiam que esta obra é um lançamento, hoje, de propriedade da família do Sr Dake? Por que será?
Para fazer revisão de uma obra deste porte somos obrigados, pela natureza do trabalho, a consultar o original. Não se esqueçam que fui eu quem fez estes famigerados cortes. Falo com TODA propriedade.
Não colocaria minha cara a tapa se não soubesse o que estou dizendo.
Se isto(revisão) acontecer, é porque o carro está ladeira abaixo, sem freio ou na banguela, em noite tempestuosa, com névoa densa.
Não acreditam em mim? Não precisa. Leiam o original.
Vocês não precisam me ouvir. Ouçam a voz de Deus. Sem apelação. Não preciso disso. Diante de Deus que sonda os corações.
Outro sim: A CPAD não é (ou não deveria ser) carrinho de brinquedo de menino mimado.

Ciro Sanches Zibordi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro pastor Geremias do Couto:

Continuando...

Quanto às diferenças entre as Bíblicas de Estudo Dake e Batalha Espiritual e Vitória Financeira, eu mantenho igualmente o que disse. Quem lê a Dake encontra vários subsídios, aliás, a maior parte, que nada têm que ver com triunfalismo ou Teologia da Prosperidade. Mas a Bíblia de Estudo Batalha Espiritual e Vitória Financeira possui textos direcionados à formação da mentalidade de que o crente deve ser rico na Terra, etc.

Não podemos atribuir todos os problemas doutrinários da Teologia da Prosperidade à Bíblia de Estudo Dake. Afinal, homens como Benny Hinn e seus imitadores, vêm tendo grande criatividade ao ler as notas de Finnis Dake. Ou seja, isso poderia ter ocorrido com outros textos. Aliás, há engadores que torcem o próprio texto bíblico, não precisando necessariamente de um comentário errôneo para criar uma aberração.

Há muitos homens de Deus, pessoas sérias, compromissadas com a sã doutrina, que leram a Bíblia de Estudo Dake e não se desviaram da doutrina nem se deixaram influenciar, e até hoje valorizam tais notas de Dake. Preferirei não citar exemplos, a fim de não jogar mais lenha na fogueira. Mas eu poderia citar grandes expoentes que apreciam a aludida Bíblia de Estudo há muito tempo e a têm como uma das suas fontes de pesquisa, sem, contudo, se deixarem influenciar por certas incongruências do seu texto.

(Continua.)

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Pastor Geremias do Couto:

Ainda me dirijo ao irmão. O lançamento de Cristianismo em Crise é uma excelente obra. E eu gostaria de lhe dar os parabéns por tê-la lançado durante a sua bem-sucedida gestão como Gerente de Publicações da CPAD. Inclusive, penso que, se não fosse aquela obra, muitos irmãos hoje sequer saberiam identificar certas incongruências contidas não somente nas mencionadas Bíblias de Estudo, mas em pregações, palestras, livros e opúsculos dos chamados “mestres da fé”. Parabéns!

Entretanto, com todo o respeito, sem dúvidas há diferenças entre a Bíblia de Estudo Dake e a Bíblia de Estudo Batalha Espiritual e Vitória Financeira. A começar pela quantidade de notas e auxílios disponível na primeira, o que não se verifica na segunda, cujo conteúdo, repito, é quase que exclusivamente voltado para a falaciosa Teologia da Prosperidade.

Talvez não haja uma grande lista de autores calvinistas na CPAD, posto que as Assembleias de Deus, historicamente, não defendem essa linha de pensamento. Mas posso mencionar, pelo menos, duas obras de peso: Dicionário Wyclife, já citado, uma obra valiosa, reconheço, mas de linha calvinista. E também Teologia Sistemática de Finney, que muitos insistem em afirmar que não se trata de uma obra calvinista, por considerarem Finney moderado e oponente do chamado hipercalvinismo.

Quanto a autores calvinistas lançados pela CPAD, isso também ocorre. E, vez por outra, encontramos algumas defesas, ainda que tácitas, em sua maioria, aos pontos principais do calvinismo. Mas, sinceramente, não sou contrário ao lançamento dessas obras. Afinal, o livre exame é bíblico (1 Ts 5.21). O que precisamos é de mais ensino e mais priorização da Bíblia, considerando-a a nossa fonte primária de autoridade, sempre.

Bem, caro amigo, concordo que arminianismo e calvinismo são escolas históricas, mas nem por isso deixam de apresentar desvios da sã doutrina. Eu, por exemplo, acho um grande desvio alguém acreditar que uma vez salvo, sempre salvo ou que o Senhor Jesus morreu apenas pelos eleitos. Ademais, boa parte dos calvinistas comporta-se como se os arminianos não fossem verdadeiramente salvos. É claro que aqui não vai nenhum desdouro aos cristãos reformados. Só estou fazendo menção de obras que, realmente, dão aval ao monergismo, respondendo a uma pergunta.

Eu mesmo disse que o foco é a Bíblia de Estudo Dake. Mas citei o calvinismo como exemplo, pois desvios são desvios. E não vejo muita diferença entre alguns desvios da Teologia da Prosperidade e outros que levam o crente a confiar cegamente em sua salvação, sem que precise, necessariamente, perseverar em Cristo (Hb 3.12-14; 1 Co 15.1,2).

Com respeito ao pastor Antonio Gilberto, mantenho o que antes falei e concordo com as informações acrescentadas pelo irmão. E a posição dele, em parte, é mesma que eu defendo, a de jamais concordar com os erros da Bíblia de Estudo Dake. O que eu nunca perguntei a ele é se ele está realmente de acordo com o recolhimento do material.

Que Deus o abençoe, caro pastor, e que encontremos um tempo, em 2010, se o Senhor Jesus ainda não tiver voltado, para tomarmos um cafezinho juntos ou almoçarmos. Talvez nos encontremos em algum evento.

Do amigo e irmão em Cristo,

CSZ

Pb Uilton disse...

Graça e Paz da Parte de Deus e de nosso SEnhor e salvador Jesus Cristo.

Quero parabeniza-lo pela postagem em relação a Biblia Dake, esta sendo uym grande alerta para o povo de Deus e em especial os Assembleianos.

Seria interessante que alguem da CPAD pudesse fazer algum comentario sobre o motivo da publicação da Biblia, no Mensageiro da Paz ou ate mesmo no seu Blog, ajudaria muito, pois uma Editora Cristã que preza pela Verdade do Evangelho não pode publicar e nem adimitir erros doutrinario.

É bom corrigir este erro agora enquanto esta no começo, pois pode ficar mais complicado no futuro.


Um Abraço


Em Cristo



Pb Uilton
AD-Cubatão/SP

Ciro Sanches Zibordi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pr. Carlos Roberto disse...

Respondendo ao prezado irmão,
Pr. Esteves Jacinto
AD em Vila Bela

"Ainda há esperança"

Para responder sua pergunta, trago para nossa reflexão Jó 14: 7:

"Porque há esperança para a árvore que, se for cortada, ainda se renovará, e não cessarão os seus renovos."

Caro irmão, acredito que em havendo admissão do erro, correção de rumos, a prática da justiça sem maquiagens que tirem o foco do problema, há esperança sim.

Sinceramente, salvo raros posicionamentos que, por não conhecer seus emissores, tenho dificuldade de discferní-los, a grande maioria que aqui se manifestou, acredito, não são contra a CPAD, nem mesmo seus dirigentes, porém repito, é necessário postura que não maqueie a situação e promova a correção de rumos.

Essas questões estão sendo levantas aqui e em outros locais, mas servem apenas para alertar e diagnosticar uma situação, porém quanto as decisões, devem serem tomadas por aqueles que estão investidos dessa responsabilidade, sob pena de que sejam julgados pelo futuro e pela história.

Agora, quando é necessário isso, e alguém insiste em não fazer, que outra medida senão ações corretivas.

Isso acontece até em nossas casas com nossos filhos.

Um grande abraço!

Creia sempre!

Robson Aguiar disse...

Uma maneira de depreciar alguém, é rotulá-la de menino.

Sei que na falta de argumentos as pessoas acuadas são capazes de muitas coisas para defenderem a si ou a outros.

Entendo que alguns fãs deixam as vezes a razão de lado para defender seu ídolo.

Se admiro senhor “X”? Claro que sim, tem seus méritos, já falei isso aqui, não confundo as coisas. Agora não espero dele reciprocidade de elogios, não tenho esse objetivo, não sou subserviente. (Mas, gosto de ser agradável) é diferente. Não concordo com ele, é um direito que me cabe.

Uso por vezes as mesmas ferramentas que ele para expor minhas idéias (nada pessoal).

Sei que estou atraindo pra mim um monte de desafetos, que são tietes de algumas personalidades assembleianas.

Sei como ninguém o que é isso, por que aqui em Pernambuco, tem muito disso. É natural quando nos posicionamos e não ficamos no escuro ou atrás do muro. Risos (ver meu blog).


Já falei em meu blog ao Digníssimo senhor Newton Carpinteiro, estou a oito anos pesquisando sobre teologia da prosperidade, sei do que estou falando e em meu blog já expus enfaticamente meus ARGUMENTOS a respeito do assunto. Aqui mesmo, devo dizer, que a imagem acima postada, e que está também em outros blogs (com minha autorização) como ilustração a todo esse assunto é de minha autoria. Falo isso com humildade. Risos
Mas, tenho observado que alguns debatedores não parecem ter noção da gravidade do assunto, como já falou com muita propriedade a nossa querida irmã Miriam Libório, teóloga formada pelo IBAD de São Paulo, se minha fonte estiver certa. Risos.

Não há o que corrigir. Essa é a verdade. O mal precisa ser expurgado do nosso meio.

Quem quer o mal das Assembléias não sou eu. Estão querendo inverter as coisas. Eu sou o mocinho na história.


Outra coisa que tenho observado, é que alguns aparecem aqui do nada, e no nada continua sem sabermos quem ele é. Coloca um nome e pronto, fala o que bem quer sem sabermos sua origem, de que povo é, de onde vem e o que faz. E o pior é que vem lança a farpa e vai embora. Seria interessante estas pessoas, que também considero anônimas, se apresentarem já que estão entrando no debate e ninguém as conhece.

Estava dando resposta ao Carpinteiro(da Califórnia) risos. E aconselhando a ele, já que está tão perto, a perguntar ao Presidente do ICP americano, o reeeeeeeeeeenomado pr Hank Hanegraaff se ele concorda com esse lançamento da CPAD, ou ao nobre e reeeeeeeeeeenomado pr Paulo Romeiro, se ele também concorda com essa edição. Já que em postagens anteriores se falou em celebridades.

Esses homens vêm labutando há muito tempo contra a teologia da prosperidade e seus males.
Cont... (depois)

Pr. Jessé Sobral disse...

Caro Pr. Carlos.

Depois do comentario da Irma Miriam, permita-me ironizar:

Será que o TEI (Triunfo Eterno da Igreja) passando por uma revisao nao daria pra CPAD editar?

Para quem nao conhece, foi o livro que levou a derrocada o maior ministerio de lingua portuguesa nos EUA, em 2003. Eu estava lá. Quando retornei para o Brasil, muitos dos que defendem ou se silenciam a respeito da DAKE, a pedido do Presidente da CGADB, gastaram tinta para reprovar, refutar e condenar o livro e o movimento.

Volto a enfatizar: A DAKE (original) e os livros do Rick Jorney eram os preferidos dos visitadores do ceu, inclusive do "principe".

Tenho em minhas maos o parecer do Conselho de Doutrina e da Comissao de Apologetica da CGADB, que corroborarm com a nossa decisao, quando esse fato tocou a direcao da COMADESPE na epoca, eu mesmo fiz parte da Comissao de Avaliacao, ajudei a redigir o documento, assinei em conjunto com mais dois pastores (por onde será que eles andam?) e enviamos a CGADB. Nao joguei o Mensageiro da Paz da epoca, está comigo ainda.

O que penso agora? Penso que a CGADB só toma decisoes quando lhe é conveniente, principalmente para a manutencao do poder. Ou seja, nos dois casos citados, os lideres envolvidos eram pedra no sapato desta lideranca( ainda que concorde que estavam errados, mas isto nao materia de discussao aqui).

Lá nos EUA a briga era sobre quem deveria liderar o Distrito Brasileiro das ADs, aqui pela oposicao que a lideranca de entao faziam a esse governo eclesiastico. Enfim, tudo tem que ter uma motivacao politica, eleitoral, financeira, senao a coisa nao anda? Meu Deus! É assim mesmo o sistema?

Só quando o poder é ameacado que se toma providencias? Será que o verdade, a ética e a apologetica entraram em ferias, está em recesso ou sofreram aminesia?

A que ponto chegamos. A pergunta do salmista faz eco nesta vergonhosa situacao: "O QUE PODERÁ FAZER O JUSTO?"

Com tristeza.

No amor de Cristo,

Pr. Jessé Sobral
prjessesobral@yahoo.com.br

Robson Aguiar disse...

Errata.

O pr. Nweton está na Florida. USA

Miriam disse...

Pergunta que não quer calar...

Onde o pastor Ciro colheu todas aquelas pérolas que expõe e refuta em seu livro debochado?

Foi durante os cultos,no púlpito, enquanto um pregador simples falava, quem sabe repetindo coisas que ouviu de um "nobre colega" ou leu de um ícone, exegeta, apologeta?

Grandes ensinadores ensinam, não debocham.

Pastor Geremias Couto disse...

Caros pastores e amigos Carlos Roberto, Ciro Zibordi e Jessé Sobral:

Creio que com a última postagem do pastor Ciro, não há necessidade que eu mais me estenda em pormenores em nosso debate. O delineamento de posições está bem definido.

Discutir desvios doutrinários no Arminianismo ou no Calvinismo (o pastor Ciro admite que ambas as correntes têm erros. Eu admito que ambas as correntes têm verdades) é assunto para outra seara, não esta onde o tema é a Bíblia Dake.

Discutir se Finney é calvinista ou arminianista (há controvérsias)também demandaria outro espaço, não este.

Assim, acredito que tenham ficado bem claras as minhas posições quanto as dele em relação ao tema em debate de modo que o que ambos escrevemos é suficiente para que os leitores deste excelente blog tirem as suas conclusões.

Que os senhores avaliem.

Certamente, pastor Ciro, espero poder encontrá-lo qualquer dia desses para um almoço, café, ou em algum dos eventos por esse Brasil afora.

Ao querido pastor Jessé Sobral informo que responderei as suas perguntas tão logo disponha de algum tempo ainda hoje e o pastor Carlos Roberto me permita vir aqui outra vez com mais uma postagem.

Abraços.

Marcello de Oliveira disse...

Shalom!

Pr Carlos, tenho observado a temática da Bíblia Dake. Precisamos atentar para o fato de que a verdade tem que prevalecer. A verdade é indiscutível. O pânico pode ressentir-se dela; a ignorância pode menosprezá-la, a malícia pode distorcê-la; mas ela continua inabálavel.

Portanto, o machado da verdade está posto na raíz da heresia. Não podemos aceitar que a heresia triunfe. Edmund Burke disse: Para que o mal triunfe, basta que os homens bons não façam nada.

Nosso Deus é a verdade (Dt 32.4) Sua Palavra é a verdade (Jo 17.17). O Espírito nos guia a toda verdade (Jo 16.13).

Devemos atentar para o fato que são as pequenas concessões que nos levam ao fracasso (Ec 10.1) O texto diz que o perfumador está produzindo seu perfume, ele não errou a fórmula, todavia não percebeu que uma mosca morta caiu dentro do recipiente e estragou todo o seu trabalho. Ora, o que é uma mosca morta? Para muitos, nada. Mas foi justamente este inseto que estragou todo o perfume!

Outro caso solene que a Bíblia nos mostra é o texto de 2 Rs 4.38-41. Não preciso discorrer, pois todos conhecemos o que aconteceu. Se deixarmos o mal entrar ele contaminará tudo. A morte na panela pode existir dentro de uma estrutura sólida e organizada. Os erros mais perigosos são aqueles que parecem com a verdade. A meia verdade é mais perigosa que a mentira, pois se torna mais sutil, menos perceptível, por isso mais penetrante.

PRecisamos exercitar o discernimento (Hb 5.14) Não podemos comer todo o alimento que se serve em nome de Deus.

As nossas melhores intenções não transforma a natureza do alimento que recebemos. Muitas pessoas hojem pregam heresias e depois dizem: esta não foi minha intenção. Amados tomemos cuidado, pois o "tipo" de evangelho e informação que recebemos moldará nossa conduta, nossos valores, nossos principios.

O ingrediente venenoso destrói o valor de todo o alimento. PRecisamos identificar a morte em tempo oportuno.

Concluo com a pérola de Martinho Lutero:

"Paz se possível, mas VERDADE a qualquer custo"


Um abraço, Pr Marcello

Ciro Sanches Zibordi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Miriam disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Miriam disse...

Talvez hoje se faça necessário escrever livros debochados para corrigir ensinamentos errôneos de expoentes que fizeram da Dake Annotated Reference Bible seu livro de cabeceira.

Pr. Carlos Roberto disse...

Caros irmãos comentaristas,

A Paz do Senhor!

Quero registrar minha gratidão a Deus pelas vossas vidas, bem como pelas vossas participações, alguns pela primeira vez neste singelo espaço.

Confesso sinceramente, que quando postei este meu posicionamento, foi com a idéia de responder a diversos questionamentos procedentes das instituições as quais estou ligado, principalmente Ministério Local e Comadespe.

No entanto, foi surpresa para mim, o número de comentários e o fervor atingido pela discussão, o que me fez inclusive ativar a prerrogativa da moderação de comentários, algo que até hoje não havia sentido tal necessidade, afinal aqui, o céu sempre foi de brigadeiro!rsrrs

E admito que isso foi muito bom, pois apesar de qualquer indiretas ou ataques "assinados", muitos comentários anônimos foram recusados no nascedouro.

Caro Pr. Ciro Zibordi, a quem me dirijo agora diretamente:

Não se retire do debate, pois sua participação aqui tem sido fundamental, independente do seu posicionamente, que no presente caso é diferente do meu, mas o propósito é o mesmo, o de preservar e defender a "Nossa Casa". (qualquer semelhança com o jargão de um referido banco paulista, seja considerada mera cloincidência).

Entendi perfeitamente sua preocupação, mas reitero que estarei atento, agora com mais rigor e precisão, até porque sou "marinheiro de primeira viagem" em temas polêmicos.

O número de acessos a este blog, bem como o número de comentários postados, já não é um objetivo por aqui, até mesmo pela falta de tempo para acompanhamento e moderação, mas tenho que admitir que, o nível alcançado pelo debate deste post, tem me proporcionado satisfação, justamente pelo número de jovens obreiros que por confissão têm pronunciado seus testemunhos de aprendizado.

Alguns assistem, ou seja, acompanham o debate, e não mais se sentem seguros para postarem seus comentários, pois admitem que o nível se elevou e agora se contentam em aprender.

Isso é muito bom, portanto amado Pr. Ciro Zibotdi, se posso me atrever a uma sugestão ou pedido:

Não se ausente daqui!

Aos debatedores cujo nervosismo se aflora, aconselho:

Se alguma coisa não ficou bem resolvida por posts e debates de outros blogs, por gentileza, não vamos "descer a ladeira" logo aqui. Há instituições muito fortes que não quebram fácil, mas o POINT RHEMA ainda é muito novo, e é o único veículo de que disponho, e ainda depois desta polêmica, "meu Deus..." Porém estou muito convicto e não me arrependi de nada, graças a Deus.

Só quero manter o nível da discussão no "campo das idéias", para que ela sobreviva com subsídios importantes para uma avaliação substancial para quem se interessar.

Pastores, Geremias do Couto, a quem chamo de professor, Jessé Sobral, Levi Agnaldo, Newton Carpintero, Robson Aguiar, Marcelo de Oliveira, Antônio Mesquita, e todos os demais para não me alongar, continuem até que sejam exauridas todas as dúvidas porventura existentes.

À Miriam Anna Libório, registro que o seu comentário no post original sobre o lançamento da BAD aqui neste blog, além de outras indagações a mim dirigidas, incentivou este post, porém a dúvida lançada pelo Everaldo de Curitiba (será Everaldo e de Curitiba? Quem sabe ele falou do que entendia. Eu, só agora estou entendo isso), ensejou a confirmação e consequentemente o fervor no debate.

Enfim, sejamos éticos, sinceros, bíblicos e prossigamos para o alvo...

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezamado pr. Carlos Roberto,

A paz do Senhor!

Creio que o texto abaixo, copiado do comentário da irmã Míriam, contém erros, também do tipo pr. Claudio Sales, o que permite uma análise maior:

"Quem defende a DAKE não sabe o que está dizendo. Inclusive o pastor Ciro que, até agora, só fez jogo de cena para aparecer nos blogs de vocês.
Vocês sabiam que esta obra é um lançamento, hoje, de propriedade da família do Sr Dake? Por que será?"

Jogo de cena? Esta afirmação é inconcebível a quem pleita justiça e ofende desta maneira e se aproveita dos meomentos pós demissão. Triste!

Por quê a irmã Míriam, antes da sua demissão não informou com esta veemência a sua observação sobre os erros, ou até mesmo não se demitiu, diante deste acontecimento que já é considerado caso de extrema averiguação e pleno cuidado para o futuro?

Se informou, será que foi com a mesma decisão e simplicidade do pr. Carlos Roberto na demonstração de responsabilidade TOTAL em seu blog que por sua seriedade, causou reverberação e contemplação.

Pergunto: Por quê? Com todo o respeito e no desejo de conhecer os fatos com melhor informação, anterior e não posterior à matéria ou pós demissão.

Um fato comprovado como este provocaria a MINHA "PRÓPRIA" DEMISSÃO, e não a espera de ver o TSUNAMI entrar em terra.

Analiso entre as linhas de cada texto, e de cada comentários os interesses quase DAKENIANOS de poucos, e que por sinal, em muitos casos, estão além da necessidade em questionar realmente os motivos que vão substituir os erros copiados em parte da referência do comentário abaixo da irmã Míriam:


A irmã Miriam sabia! E tomou qual cuidados antes de ser demitida. Por quê não se demitiu... e esperou a sua demissão?

Creio que a irmã Miriam, está exacerbando em promovendo maior questionamento no que já está definido e bem definido, diante de homens sérios que com certeza irão preparar uma grande cirurgia de conscientização em nosso meio, bem como, fora também da CPAD, que não é a principal enferma.

Cremos em um Deus que cuida dos seus e que proverá nesta decisão, os cuidados necessários à sua obra. E com o juízo correto!

Enquanto os homens irão ter que julgar e serão julgados entre sí, pelo sentido tomado em suas palavras. Alguns deixaram marcas do tipo "tatuagens" em suas afirmações.

O Senhor seja contigo, amado pr. Carlos Roberto!

pr. Newton Carpintero
www.pastornewton.com

Ciro Sanches Zibordi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Robson Aguiar disse...

Pr. Carlos sou favorável a moderação.
Penso, que não devemos atacar moralmente a ninguém, sim as idéias devem ser refutadas, quando não aprovamos.
A saída de algum debatedor nesse momento não seria boa, pois o debate está com bom nível. Embora, alguns estejam isolados em seus comentários. Direito que lhes cabe.
Cada um se dirige a quem quer.
Mas, noto que o calor do debate e a euforia que stá causando demonstra apenas a gravidade do assunto.

Quero reforçar mais uma vez, pelo número de pastores que aqui se posicionam contra a edição da DAKE, já podemos analisar em termos percentuais como isso será analisado pelos demais no brasil

Pr. José Wellington já deveria dar um sinal. No mínimo em seu blog, do que vai fazer em relação a crise estabelecida.

Se esse assunto for para AGE, com certeza a maioria esmagadora irá manifestar-se contra a edição e questionar o posicionamento tardio do nosso presidente.

Ai sim, infelizmente o "C I R C O" vai pegar fogo.

Miriam disse...

Urgentíssimo!
Atenção ícones, exegetas, apologistas e expoentes de plantão, de dentro e de fora deste blog. Incluindo você que está daí somente observando para depois fazer escárnio nas rodinhas de café.
Erros doutrinários talvez sejam contornáveis, né?!
“Ah! Eu não sou calvinista nem arminiano! Muito pelo contrário!”
Ok. Afinal, questões doutrinárias são elucubrações de homens mesmo.
A grande questão (em caixa alta, negrito e corpo 100) é:
Como se corrige um erro teológico?

Clóvis disse...

Pr. Carlos Roberto,

É uma pena que o Pr. Ciro tenha se retirado do debate, especialmente onde interagia com o Pr. Geremias de Couto, no qual as duas principais posições ficaram bastante claras.

Eu cá tenho minhas diferenças com o Pr. Ciro, que são puramente teológicas e exceto por uma menção a ele num artigo sobre a polênica em torno da Dake não tem a ver com o tema em debate. Por isso não trouxe para cá pendengas de outras paragens, nem mesmo quando ele jogou o cadáver do Finney por cima da minha cerca, rsrs.

Mas o fato de se retirar de um debate desta importância porque alguns faziam referências pessoais a ele e o proprietário do Point Rhema não cedeu à sua exigência de censurá-los depõe contra ele, que demonstra estar mais preocupado com sua imagem do que com a verdade, que está sendo defendida aqui com brilhantismo por uns e esforçadamente por outros.

Que ignorasse tais comentários e referências, que não tiram pedaços e se concentrasse no tema em debate.

Apesar dessa atitude juvenil, reconheço seu trabalho como denunciador dos modismos que assolam as igrejas brasileiras. E, se Deus me der graça para participar do encontro de blogueiros apologéticos que se avizinha, gostaria de dar-lhe um abraço e dizer que apesar de discordarmos em algumas questões o considero um irmão em Cristo e um pastor respeitado.

Voltando à Dake, é triste a sinalização de que será reeditada. O melhor mesmo é que ela caísse no esquecimento. E que já que a mesma parece ser um sucesso editorial e um recall está fora de cogitação, que se esclarecesse os seus leitores, que não são só assembleianos, dos erros contidos.

E por falar nisso. Dia desses vi numa vitrine um Manual Bíblico Dake. Alguém conhece esse produto? É da CPAD?

Em Cristo,

Clóvis

Miriam disse...

Urgentíssimo!
Atenção ícones, exegetas, apologistas e expoentes de plantão, de dentro e de fora deste blog. Incluindo você que está daí somente observando para depois fazer escárnio nas rodinhas de café.
Erros doutrinários talvez sejam contornáveis, né?!
“Ah! Eu não sou calvinista nem arminiano! Muito pelo contrário!”
Ok. Afinal, questões doutrinárias são elucubrações de homens mesmo.
A grande questão (em caixa alta, negrito e corpo 100) é:
Como se corrige um erro teológico?

Miriam disse...

Nobre pastor Newton Carpentero,
Se eu tivesse saído antes, como o senhor saberia destas coisas agora? (risos)

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezamado pr. Carlos Roberto,

A paz do Senhor!

Retorno com minha resposta ao comentário do pr. Robson Aguiar.

Em seu comentário, informa que o deduzi ou o chamei de menino.

Não está correto, pois o informei apenas de sua infantilidade ao proclamar em seu blog o que muitos ainda não verificaram.

"Muitos" meninos atuam como adultos e "alguns" adultos com infantilidade!

Para que conheçam ao menos a sua resposta que irresponsabiliza e mancha a vida de muitos servos de Deus com as suas considerações bem definidas em sua resposta ao comentário em seu blog.

Pr. Robson Aguiar escreveu em seu blog:

"Tento quebrar o tom áspero que por vezes emite certos debates, com um pouco de humor com quem está envolvido. Faço isso, sem apelação. Mas, alguns julgam que se trata de estratégia de minha parte. Jogo de marketing para atrair visitas. (Como se eu vende-se livros ou fosse itinerante?) risos. Daí começam a me atacar usando sua influência contra mim. Mas, como não dependo de audiência para sobreviver. Como não sou Conferencista, não me preocupo com isso. Pois parece que popularidade não é o forte dos profetas, não é mesmo? Além do mais, tenho meu emprego e não sou assalariado da igreja. Pra mim, ta tudo na benção.

Quanto ao pseudo plágio, qualquer semelhança é mera coincidência. risos."

Eu Newton? Retorno e pergunto?

Vender livros, ser conferencista(ensinador), ser assalariado da igreja ou ser itinerante é vergonhoso?

O por quê de tantos risos em seu texto? Diante de tamanha seriedade neste assunto?

Eu Newton, informo que na minha experiência de vida, não possuo nenhum ídolo e sim, consideração por quem decide ser realmente um servo de Deus. Eu tenho me esforçado para tal!

Considero, e muito o pr. Ciro Zibordi, por ser um incômodo as artimanhas do inimigo de nossas vidas e um VERDADEIRO EXPOENTE com sabedoria, em suas simples afirmações com coragem e desprovidas de temor aos que incomoda. E com certeza a muitos!

Por favor, visitem o blog e as matérias do pr. Robson aguiar, não o em inglês, e sim o que está em português, apenas como link, o que deveria ser o contrário, o em português deveria vir primeiro, pois, está no Brasil.

http://blogdopastorrobsonaguiar.blogspot.com/

E tirem as suas conclusões!

O Senhor seja contigo pr . Carlos Roberto!

pr. Newton Carpintero
www.pastornewton.com

Ednaldo disse...

Apenas para informação.

O Manual Bíblico Dake, é um produto da Editora Atos, que inclusive é parceira da CPAD (não sei em que nível) na publicação da Bíblia Dake.

Ednaldo.

Eliseu Antonio Gomes disse...

Pr. Carlos Roberto,

Parabéns por sua coragem, por dar oportunidade a irmã Miriam Anna Libório, com certeza nesta dimensão de destaque que ela recebeu da sua parte terá maiores chances de receber justiça.

Desde o primeiro dia que este post foi publicado eu o acompanho. E me ative a ficar como leitor dele até o momento, por uma questão de fórum íntimo.

Mas, fiz questão de deixá-lo como indicação de leitura em meu blog, por considerar importante haver tais reflexões de maneira transparente dentro das Assembleias de Deus. Em outras ocasiões, em casos complicados, houveram a “operação abafa o caso” com o jargão “roupa suja se lava em casa”. Jargão quase revestido de aura santa, como se ele fosse um novo versículo bíblico!

Quando a Bíblia Dake foi às prateleiras, não demorei a adquirir a minha. Fiz isso por dois motivos:

1º – Aprender mais, tendo a como uma fonte de consulta;

2 – Considero importantíssimo ter conhecimento direto e não de terceiros para tomar parte de qualquer assunto. “Quem cola não sai da escola”, diz o adágio popular.

Lembro que a falha de comunicação entre a CPAD e o Conselho de Doutrina não nasceu ontem. Em dezembro de 2008 surgiu um burburinho diferente. Era sobre uma revista da EBD para jovens (O adolescente e o mundo – cuja comentarista é a psicóloga Elaine Cruz, filha do Pr. Abraão de Almeida. Apesar daquela edição ter sido rejeitada e contestada por muitos, teve a segunda publicação à revelia de todos os contestadores.

E diante disso fica no ar a latente impressão que existe uma disputa de poderes dentro das instituições AD e CPAD, além dos períodos eclesiásticos - eleitorais. Há uma medição de forças? Há uma queda de braço? Não sei. Não quero dizer que sim, é só a minha impressão, a observação de um alguém que conhece muito bem, de perto, algumas personagens envolvidas nesse novelo embaraçado.

Há anos venho ouvindo que a nossa querida AD brasileira é a maior igreja pentecostal do mundo, Porém, é fácil que a AD é uma igreja muito fragmentada. Dentro do parâmetro dos membros da CGADB existe mais de três fragmentos... E fora da CGADB, temos a convenção da AD-Madureira e um incontável número de muitas outras Assembleias de Deus independentes... E cada fragmento diz que está com a razão!

Acredito que probleminhas como a revista de Elaine Cruz e a Bíblia Dake não sejam as causas de celeumas, tratam-se de efeitos dessas fragmentações. É preciso que todos se debrucem sobre tudo que cause abalos e distanciamentos destes fragmentos. Ocupar apenas com a Bíblia Dake é o mesmo que tratar de uma febre e desprezar a sua origem, uma grave infecção.

E quanto a continuidade da Bíblia Dake, acredito que se a CPAD resolver deixar de publicá-la, ela continuará sendo vendida pela editora do Pr. Gary Haynes, a Editora Atos. Ele detém direitos sobre a Bíblia Dake em território nacional também.

Abraço.

Eliseu Antonio Gomes
http://belverede.blogspot.com/

PS: Aos participantes:

Para o bom andamento desta pauta, levantada pelo Pr. Carlos Roberto, acredito que todos nós, participantes, devemos nos ater a ela, assuntos paralelos deveriam ser guardados para outros espaços. Dessa forma respeitamos o nobre Pr. Carlos Roberto e colaboramos com sua importantíssima iniciativa.

Miriam disse...

Vamos subir o nível. Só um pouquinho.

Hannah Arendt formulou o célebre conceito da banalidade do mal

Conhecida como a pensadora da liberdade, Hannah Arendt viveu as grandes transformações do poder político do século 20. Estudou a formação dos regimes autoritários (totalitários) instalados nesse período - o nazismo e o comunismo - e defendeu os direitos individuais e a família, contra as "sociedades de massas" e os crimes contra a pessoa.

Sua obra é fundamental para entender e refletir sobre os tempos atuais, dilacerados por guerras localizadas e nacionalismos. Para ela, compreender significava enfrentar sem preconceitos a realidade, e resistir a ela, sem procurar explicações em antecedentes históricos.

Embora fosse de família hebraica, não teve a educação religiosa tradicional judia e sempre professou sua fé em Deus de forma livre e não-convencional. É importante saber desse aspecto porque Hannah dedicou toda sua vida a compreender o destino do povo judeu perseguido por Hitler.

Foi aluna do filósofo Heidegger - com quem teve um relacionamento amoroso - na universidade alemã de Marburgo, e formou-se em filosofia em Heidelberg.

Em 1929, quando o mundo mergulhava na recessão causada pela quebra da Bolsa de Nova York, Arendt ganhou uma bolsa de estudos e mudou-se para Berlim. Quando o nacional-socialismo de Hitler subiu ao poder, em 1933, ela saiu da Alemanha e foi para Paris, a capital francesa, onde entrou em contato com intelectuais como o escritor Walter Benjamin.

Nessa época, colaborou em instituições dedicadas a preparar jovens para viverem como operários ou agricultores na Palestina - ao mesmo tempo, trabalhou como secretária da baronesa Rotschild, de uma família de banqueiros.

Durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), o governo francês de Vichy colaborou com os invasores alemães e, por ser judia, Hannah foi enviada a um campo de concentração, em Gurs, como "estrangeira suspeita". Porém, conseguiu escapar e aportou em Nova York, em maio de 1941.

Exilada, ficou sem direitos políticos até 1951, quando conseguiu a cidadania norte-americana. Então começou realmente sua carreira acadêmica, que duraria até sua morte. Combateu com toda a alma os regimes totalitários e condenou-os em seus livros "Eichmann em Jerusalém" e "As origens do totalitarismo". No primeiro, estuda a personalidade medíocre de Adolf Eichmann, formulando o conceito da "banalidade do mal". Em seus depoimentos, Eichmann disse que cumpria ordens e considerava desonesto não executar o trabalho que lhe foi dado, no caso, exterminar os judeus.

Hannah concluiu que ele dizia a verdade: não se tratava de um malvado ou de um paranóico, mas de um homem comum, incapaz de pensar por si próprio, como a maior parte das pessoas. Essa afirmação é um eco da frase do filósofo e matemático francês Pascal (1623-1662) "Nada é mais difícil que pensar".

Arendt, a teórica do inconformismo, também defendeu os direitos dos trabalhadores, a desobediência civil e atuou contra a Guerra do Vietnã (1961-1975).

Anônimo disse...

A paz do Senhor,
Pr. Carlos Roberto

Parabéns pela sua nobre atitude! É digno de nosso respeito e admiração! Continue sempre assim, defendendo a VERDADE! Pois ela não tem preço! Pr. Carlos, gostaria de fazer uma rápida reflexão: Na introdução do livro: A sedução das novas teologias, do Pr. Silas Daniel, CPAD,(pgs 8 e 9), o editor do livro, reflete sobre "Igrejas, seminários, EDITORAS, pastores, teólogos, ESCRITORES evangélicos, surgidos entre nós mesmos, introduzem sorrateiramente HERESIAS DE PERDIÇÂO na igreja evangélica"! Será que agora os argumentos mudaram? Porque? Devido a$ circunStância$? Ainda na introdução do referido livro, o editor fala sobre a crise do leite na época, (que estava sendo adulterado, camuflado, com nova aparência, mas tentando ter mesmo paladar, a fim de enganar as ingênuas criancinhas e seus pais), comparando a camuflagem do leite, com a adulteração da Palavra de Deus! Como pode uma Bíblia falsa, com comentários nocivos, cheia de erros, fazer bem a alguém? Então a CPAD deveria publicar todos os livros de Benny Him e Hagin, afinal, basta mascarar um pouquinho aqui e retirar uns comentários ali, e está pronta para ser apreciada pelos incautos, eles que leiam, examinem, discirnam sozinhos o que é bom ou não, porque a editora simplesmente não terá zelo por suas vidas! Parabéns ao senhor, ao Pr. Geremias do Couto, Pr. Marcello, Daladier e irmã Miriam, todos com posições bem definidas, firmes, defendendo o evangelho de Cristo, não se corromperam e não apoiam a publicação dessa envenenada Bíblia Dake! Deus os abençoe! Mantenham-se sempre fiéis ao Deus da Palavra e a Palavra de Deus!

Daladier Lima disse...

Prezado Pr. Carlos Roberto, o Pr. Jessé Sobral levantou uma "lebre" interessante (eu mudei só a redação para resumir):

----------------------------------
Creio que já teriamos uma "frente apologética" se a DAKE fosse lançada por outra editora!
----------------------------------

Da minha parte observo outra coisa, que julgo importante, a Dake's Bible não é nova, seu primeiro lançamento é de 1969. Quem a lançou correu o risco!

Já que as editoras brasileiras gostam tanto dos títulos importados, bastava dar uma olhada nos imensos comentários negativos em inglês à Dake's Bible. Mas a intenção era lançá-la a qualquer custo, como disse o Pr. Geremias. Não há porque falar agora em blindar ninguém, nem nenhuma instituição.

Podem discordar de mim, à vontade. Vivemos num mundo democrático, e de livre trânsito das informações, no qual qualquer pessoa pode discordar de outra. Houvesse a CPAD acertado, todos seríamos brindados com seu êxito, agora que errou... Querem só o Bônus e não o Ônus!?

Nós não podemos é adotar a postura de nunca mais adquirir produtos dela, só por conta desta publicação. Editoras erram ou acertam, faz parte da vida. No caso da Dake foi um erro crasso, mas o reconhecimento do mesmo trará um paliativo.

É díficil? Sim, quase impossível.

Matias Borba disse...

Pastor Carlos,
A Paz!

Lamento profundamente, não ter tido a oportunidade de participar dos debates levantados atravéz de seu posicionamento, mas como o irmão talvez já saiba, estou com problemas de acesso ao blogger aqui em Minas, assim como muitos. Até postei um comentário no inicío, mas o mesmo não foi salvo devido a este problema.

Mas, lhe parabenizo pela forma como tratou a questão, o senhor demonstrou nada mais que, quem de fato o senhor é, apenas um Sincero seguidor de Cristo, que, independente de instituições, defende o Evangelho e nada mais!

Parabenizo o Pastor geremias do Couto, que para mim, na minha visão, foi o mais coerente, e expressou de forma clara que para o erro, existem reparos e não justificativas. Foi sincero como deve ser todo seguidor de Cristo, não precisou defener um erro tão grave pelo fato de ter sido funcionário de uma grande empresa.

Parabenizo o irmão e Evangelista Daladier Lima, que, como o fez anteriormente, manifestou a verdade que muitos, que prezam pelo mercantilismo não quiseram enchergar, que, mais uma Bíblia de estudo talvez não vai melhorar em nada a vida dos cristão, se estes, não lerem a Bíblia ao invéz de notas de rodapé.

Sou solidário com a irmã Miriam, que foi crucificada injustamente pelo erro grave cometido pela CPAD, e pior, crucificada sozinha, levando toda a culpa, e tudo, pelo menos é o que ficuo claro para mim, pelo desenfreado sistema mercantilista ou quem sabe até, pelo desejo por mais poder (a busca por ser a maior editora do País) ou pelo enrriquecimento demasiado(busca por mais recusos financeiros).


Não psoso parabenizar alguns que, defenderam a CPAD pelo erro cometido, e, embora respeite e preze por todos, me decepcionei (neste caso) com o Pr. Ciro Zibordi, pois o que ficou claro para mim, mesmo respeitando suas colocações, que ele defendeu a CPAD sem considerar que para o erro, não há justificativa, e sim, o arrependimento e o reparo.

Também estou decepcionado com outros que também defenderam a CPAD, por favor, se costumam ler tanto a Bíblia, então reconheçam que para o erro não existe a justificativa, existe apenas a explicação, o arrependimento e o reparo!

No mais, espero que a cúpula seja sincera como deve ser o cristão (ou somos cristãos apenas dde faixada?) e reconheçam o erro, que não justifiquem, mas que deixem os argumentos eruditos de lado e sejam apenas sincero com o povo, e nada mais!

Desejo-lhe pastor Carlos, um feliz ano novo, e espero resolver o problema em meu blog em breve, para que possa voltar a comentar aqui.

Em Cristo,
Matias Borba!
Blog, Encontro Com A Bíblia.
http://encontrobiblia.blogspot.com

Miriam disse...

Aos blogueiros atuantes, observantes, e marqueteiros de plantão...

Esta não é minha. Vem diretamente da gramática.
Sabem qual a variação linguística utilizada pela propaganda e marketing?

Função APELATIVA da linguagem!
Rsrsrsrs. Desculpem!

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro comentarista Anônimo,

Refiro-me ao comentário que vem após o da irmã Miriam e antes do comentário do Ev. Daladier Lima!

Publiquei seu comentário, em virtude de que o mesmo não agride a ninguém particularmente, porém meu amado, por gentileza, da próxima vez queira de identificar.
Isso é muito bom e dá credibilidade a este fórum de debates, que não é contra qualquer pessoa ou instituição, mas levanta um problema para que haja correção de rumos.

Grato pela compreensão,

Um grande abraço!

Seu conservo,
Pr. Carlos Roberto

Robson Aguiar disse...

Pr. Carlos já observo que os comentários já chegam a marca dos 141.

Quero parabeniza-lo mais uma vez, pois não me lembro de participar de um debate com tantos participantes e com um número de comentários tão expressivo.

Isso indica que estamos tratando talvez do tema mais sério já postado na Blogosfera.

Acredito que esse número poderá dobrar e até triplicar, pelo interesse que os participantes têm mostrado.


E se outras convenções não se manifestaram até o momento, nisso, inclua-se a minha CADEESO, nem outros companheiros de ministério, aqui o senhor está encontrando um grande apoio, que será um marco na história da apologia no brasil.


Tudo isso valoriza a preservação de blogs apologéticos como instrumento de defesa e manutenção da ortodoxia bíblica.


Me sinto lisonjeado em participar desse processo. Dessa nova ferramenta de comunicação, que me parece veio pra ficar.


Pena que nem todos os debatedores agüentam ser sabatinado.

Com argumentos fracos realmente fica difícil de se manter em um debate como esse. Melhor tomar café. (eu gosto com leite). Risos.


Só para lembrar o que diz a bíblia “Não havendo sábios conselhos, o povo cai, mas na multidão de conselhos há segurança.” Pv 11.14

Pelo que presenciamos aqui há uma multidão de conselhos para que o povo não caia.
Quanto ao meu blog em inglês. Não tenho o tenho alimentado. Está em fase de teste. Mas, como me foi lembrado, postarei algo nele a respeito do assunto.
Quanto ao gostar de rir. É um direto meu. Preciso ri pra ficar bonito “O coração alegre aformoseia o rosto, mas pela dor do coração o espírito se abate”. Pv 15.13 Entendeu meu amigo Newton?
Apesar de ser profissionalmente policial, não tenho vocação pra andar de cara feia e mal humorado.

Não vou fazer desse debate uma tragédia grega. Pois todos aqui são meus irmãos.

Conduzir este debate não tem sido tarefa fácil, eu sei Pr. Carlos. Mas, até o momento vejo maestria de sua parte em todos os aspectos.

Quero parabenizar também ao Pr. Jessé e ao Pr Geremias, que abrilhantam esse debate com suas lúcidas colocações, sem serem deselegantes, sem venderem suas consciências. Honrando mais a Deus do que há homens.

Irmã Miriam e Irmã Ruth, que estão demonstrando que teologia não é monopólio de homens.
A coragem dessas mulheres me faz lembrar Débora Eunice, Priscila, Febe entre outras.

Daladier, sempre firme em suas convicções. Parabéns, já discordei dele em outras ocasiões.
Outros temas lembra Daladier? Mas, não era nada que comprometesse a salvação de alguém. Hoje estamos caminhando na mesma linha.

Pena que conhecidos blogueiros de nosso querido Estado de Pernambuco, e que também é apologista, até o momento não se posicionou.

Espero que antes do desfecho disso tudo, ele, que apoiou a DAKE, também dê o seu parecer agora. Na verdade parece que muita gente que pôs o seu nome nesse projeto está com dificuldade de reconhecer o seu erro. E preferem calar, na ânsia de tudo passar sem que ele seja citado. Assim sendo, não haverá desgaste para a sua reputação teológica, entendem?
Seria mais digno se juntarem a quem defende a CPAD neste particular do que se omitirem.

Até agora só um veio debater, e assim mesmo, parece estar confuso em suas colocações. Uma hora diz outra hora desdiz. Sua defesa é um paradoxo, antítese, contradição.

Ele diz
"Sei que tem erros, mais sou favorável a publicação” ????????????????

De acordo com essas pessoas, se os professores de EBD, podem separar as espinhas, então por que tiraram algumas?

Já foi dito por aqui e eu concordo, é bíblico, “meia verdade” é pior do que MENTIRA. NINGUÉM comeria veneno de rato puro sabendo que é veneno. Mas, alguns têm em casa. Mas, se estiver misturado a alguns biscoitos de chocolate crocante, ficará mais difícil de identificá-lo. O gosto do chocolate sufocará o gosto do veneno. Mas, o efeito não será suplantado. Então melhor é ter a DAKE completa sabendo que é veneno, do que ter ela reeditada sem saber onde o veneno está.

Esteves disse...

Querido Pastor Carlos

Obrigado pelas palavras de esperança e animo dirigidas a mim.

Mas meu Presidente, é dificil pra todos nós obreiros Assembleianos observar impotentes o que está acontecendo com a nossa CGADB E CPAD.

Estamos nos acostumando com o Silencio diante do erros que nao podem ser contestados. Fiquei estarrecido com o que vi em Vitoria do Espirito Santos. O pr Silas faz uma denuncia, que é comprovada pela comissao criada para investigaçao. E depois o mesmo Pr Silas pede a aprovaçao do mesmo relatorio com os mesmo erros.
Agora a CPAD publica a DAKE e vem o Pr. Ciro(de quem sou admirador e leitor)dizer que nao é tao grave assim. Pior é o prejuizo financeiro. REcordo-me que o Pr. Uriel de Jesus, foi condenado pelo tribunal competente, por causa de um livro onde ele contava uma experiencia pessoal. Nao foi uma biblia. Foi um livro.
Temos uma biblia disseminando uma heresia e vem o Pr. Ciro dizer nao saber de nenhum prejuizo real.
Quero lembrar ao Pr Ciro que nem todos possuem o conhecimento e discernimento que ele tem. E que por causa de DAKES, TEI, BIBLIA DE BATALHA ESPIRITUAL E VITORIA FINANCEIRA...é que nossos irmaos mais novos na fé se confundem, se perdem, quando nao vao parar em seitas dirigidas por visionarios da mentira.
Pr. Ciro
1. Já nao é suficiente que a CPAD venda livros contrarios a crença doutrinaria de nossa AD? agora uma biblia?
2. A Editora CPAD é confessional, A Loja CPAD não é?
3. Por que o Pr Antonio Gilberto nao pode ser responsabilizado pela DAKE? Só porque ele é merecidamente um Ìcone das ADs ? à quem mais é dado, nao será mais requerido?
4. Temos compromisso com Mamom?
5. Se nao temos coragem para lidar com problemas como a DAKE, como lidaremos com as denuncias que estao se encaminhando ´para a mesa da AGO nos 100 anos?
6. como podemos justificar a quantia gasta em campanha para a presidencia da CGADB nas ultimas eleicoes, pelos dois candidatos ? Alguem pode dizer de onde vem tanto dinheiro?
A mordaça é forte Pr. Ciro. Se compararmos, a DAKE nao é "tao grave assim". Porem se formos honestos a palavra que pregamos, o que está acontecendo é gravissimo. Porque o que realmente importa é se vamos ou nao perder dinheiro, posiçao e poder. Ou nao?
Pensei que o Pr Silas(1º vice presidente da CGADB) agora no seu programa viesse a falar da DAKE, mas ele está vendendo a DAKE e nao pode tambem perder dinheiro.
Pr. Carlos, somos todos coninventes com um sistema que adoeceu. E o nosso silencio deixa margem para muitas interpretaçoes. O silencio por exemplo que o Pr Ciro quer impor, é de caráter duvidoso.(a igreja catolica tambem quer apagar o acontecimento do Holocausto)
Espero que a minha esperança nao morra sem ver a restauraçao dos nossos muros.

Em Cristo

Pr. Esteves Jacinto AD Vila Bela

Esteves disse...

Querido Pastor Carlos

Obrigado pelas palavras de esperança e animo dirigidas a mim.

Mas meu Presidente, é dificil pra todos nós obreiros Assembleianos observar impotentes o que está acontecendo com a nossa CGADB E CPAD.

Estamos nos acostumando com o Silencio diante do erros que nao podem ser contestados. Fiquei estarrecido com o que vi em Vitoria do Espirito Santos. O pr Silas faz uma denuncia, que é comprovada pela comissao criada para investigaçao. E depois o mesmo Pr Silas pede a aprovaçao do mesmo relatorio com os mesmo erros.
Agora a CPAD publica a DAKE e vem o Pr. Ciro(de quem sou admirador e leitor)dizer que nao é tao grave assim. Pior é o prejuizo financeiro. REcordo-me que o Pr. Uriel de Jesus, foi condenado pelo tribunal competente, por causa de um livro onde ele contava uma experiencia pessoal. Nao foi uma biblia. Foi um livro.
Temos uma biblia disseminando uma heresia e vem o Pr. Ciro dizer nao saber de nenhum prejuizo real.
Quero lembrar ao Pr Ciro que nem todos possuem o conhecimento e discernimento que ele tem. E que por causa de DAKES, TEI, BIBLIA DE BATALHA ESPIRITUAL E VITORIA FINANCEIRA...é que nossos irmaos mais novos na fé se confundem, se perdem, quando nao vao parar em seitas dirigidas por visionarios da mentira.
Pr. Ciro
1. Já nao é suficiente que a CPAD venda livros contrarios a crença doutrinaria de nossa AD? agora uma biblia?
2. A Editora CPAD é confessional, A Loja CPAD não é?
3. Por que o Pr Antonio Gilberto nao pode ser responsabilizado pela DAKE? Só porque ele é merecidamente um Ìcone das ADs ? à quem mais é dado, nao será mais requerido?
4. Temos compromisso com Mamom?
5. Se nao temos coragem para lidar com problemas como a DAKE, como lidaremos com as denuncias que estao se encaminhando ´para a mesa da AGO nos 100 anos?
6. como podemos justificar a quantia gasta em campanha para a presidencia da CGADB nas ultimas eleicoes, pelos dois candidatos ? Alguem pode dizer de onde vem tanto dinheiro?
A mordaça é forte Pr. Ciro. Se compararmos, a DAKE nao é "tao grave assim". Porem se formos honestos a palavra que pregamos, o que está acontecendo é gravissimo. Porque o que realmente importa é se vamos ou nao perder dinheiro, posiçao e poder. Ou nao?
Pensei que o Pr Silas(1º vice presidente da CGADB) agora no seu programa viesse a falar da DAKE, mas ele está vendendo a DAKE e nao pode tambem perder dinheiro.
Pr. Carlos, somos todos coninventes com um sistema que adoeceu. E o nosso silencio deixa margem para muitas interpretaçoes. O silencio por exemplo que o Pr Ciro quer impor, é de caráter duvidoso.(a igreja catolica tambem quer apagar o acontecimento do Holocausto)
Espero que a minha esperança nao morra sem ver a restauraçao dos nossos muros.

Em Cristo

Pr. Esteves Jacinto AD Vila Bela

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezamado Matias Borba, amado em Cristo!

A paz do Senhor!

Acredito que a CPAD não possue um DONO, ou seja um propietário, disponível a ouvir solitário, estas críticas, e sim, é um organismo que pertence a CGADB, se estou errado, me corrijam.

Não matamos, ninguém por um cancer, pelo contrário, investigamos as possibilidades de cura ou salvação desta vida enferma. Ou não?

Está existindo um vexatório apedrejamento com visível necessidade do caos. Esquecem alguns poucos que os motivos gerados, nesta matéria faz parte da coragem de um pastor de caráter e decidido a colaborar com esta irrealidade dentro das Assembléias de Deus no Brasil. Parabéns pr. Carlos Roberto!

Alguns se acostumaram ao viver sórdidamente calados, pois, é mais moderno.

Nos EUA, onde resido, na maior parte das Assembléias de Deus Americanas,se aceita de TUDO, por ser mais prático e menos incômodo.

Acredito que existe a possibilidade de cura para a CPAD, apesar de existir a possibilidade do contágio, ter se expandido ou não.

A defesa de alguns, como eu, pela CPAD, se processa pelo senso lógico de que é necessário averiguação, e maior clareza de todos que fazem parte deste organismo e descobrir o orgão doente e tentar curá-lo ou extirpá-lo.

Remédio há e por vezes é amargo!

O momento é de oração e AÇÃO para o fortalecimento desta NOSSA editora CPAD.

A culpa pertence a muitos, principalmente aos que se esconderam entre as paredes do seu silêncio!

O Senhor, nos permita a revitalização com a lembrança de que TODO o CUIDADO é POUCO!

O Senhor seja contigo, nobre amigo!

pr. Newton Carpintero
www.pastornewton

Sou contra a maior das aberrações que se processa dentro das Assembléias de Deus: O Encontro dos Gideões de Camboriú!!! Bem, este é outro grande caso que deve ser tratado com AMPUTAÇÃO.

Não interessa a muitos, apesar de ser pior do que a Bíblia DAKE.

Victor Leonardo Barbosa disse...

Olá pastor Carlos, a Paz do Senhor!

Só agora venho comentar a respeito da Bíblia de Estudo Dake em seu blog.

Como escrevi em um dos recentes artigos do GQL, creio que foi errônea a decisão da CPAD em publicar tal Bíblia, ainda mais com todo o aparato de Marketing feito em torno da publicação dessa Bíblia, teologicamente inferior a outras Bíblias de Estudo da CPAD, como a Bíblia de Estudo Pentecostal(que, para mim, representou um marco no pentecostalismo brasileiro) e a Bília de Estudo Aplicação Pessoal.

Não se pode menosprezar o valor e a qualidade das publicações da CPAD, editora que, como já escrevi anteriormente, possuo em alta estima.

Que tal erro seja corrigido e que haja saudável comunicação entre a editora e outros órgãos ligados a Assembléia de Deus.

Que Deus o abençoe grandemente e só tenho a parabenizá-lo por sua coragem e intrepidez diante da heresia.

Um forte abraço!

Gutierres Siqueira disse...

Pastor Carlos, a paz do Senhor.

Parabéns pela postura em relação à Bíblia de Estudo Dake. Li praticamente todos os comentários, e respeitando a opinião de cada um (menos dos caluniadores) posso dizer que concordo plenamente com o pastor Geremias do Couto, que para mim, expressou as opiniões mais equilibradas.

Para colaborar com o debate escrevi sobre o assunto no Blog. Veja: http://teologiapentecostal.blogspot.com/2009/12/por-que-e-um-erro-publicar-biblia-de.html
Abraços!

Anônimo disse...

Juninho - Casqueiro

A paz do SENHOR Pastor Carlos e aos demais comentaristas desta matéria.
Primeiro meus parabéns ao Pastor Carlos por expor a sua opinião em relação ao ocorrido, lembrando que quando somos contrário a uma conduta não significa que queremos prejudicar a pessoa ou a instituição envolvida, muitas vezes queremos ajudar, despertar ou até mesmo contribuir para uma melhora da mesma. Não foi isso que Natan fez com Davi, talvez se Natan não fosse ao encontro de Davi para repreendê-lo talvez Davi jamais se arrependeria do seu grande erro.
Dou graças a DEUS todas as vezes que erro e DEUS envia alguém para me alertar, ainda que doa mas DEUS permite que eu me arrependa e se necessário quando envolve outras pessoas pedir perdão e impedir com que as forças do inferno prevaleça contra a situação, DEUS seja louvado por isso.
Pastor Carlos não permita com que cargos, instituições e pessoas de influência o impeçam de expor seus pensamentos, até porque eles podem ser pensamentos de muitos que não tem meios de expressá-los use esse instrumento (blog) que o SENHOR te deu para ser nem que seja só uma voz que clama no deserto. Aceite críticas pois elas são importantes para nos despertar quando estamos muitas vezes movidas por nossas emoções.
Pastor Ciro gostaria também de dar os meus parabéns por também contribuir com sua opinião contrária à atitude do Pastor Carlos, podemos sim discordamos uns dos outros afinal só existe um que tem toda a verdade e é a verdade JESUS CRISTO nosso SENHOR, e infelizmente por mais que venhamos usar a sua palavra nem sempre estamos nela afinal não existe nenhum varão que não tropeça em palavras. Ah e pastor Ciro a única atitude que descordo do irmão, é que se fosse essa bíblia publicada pela editora do Pastor Silas Malafaia, seria nota de primeira página do seu blog contrária a sua publicação como o amado fez com a ...

blogdoprleviagnaldo.blogspot.com disse...

Amado Pr. Carlos, e demais participantes,

A Paz do Senhor

Não quero citar A ou B quando as divergências e até diferenças que certamente temos, isto é normal e humano.

Porém, vejo que o foco está cada vez fugindo do seu original.

Lemos diversos comentários daqueles que defendem a CPAD, digo, como nós também defendemos, mais divergindo quanto à gravidade, e as atitudes necessárias como reparação.

Já vimos o depoimento da Irmã Miriam onde afirma que não são apenas erros, e sim TRATA-SE DE ALGO HEREGE, ou seja, doutrina contrária.

Contando um pouco de nossa história comadespiana, a pouco mais de 5 anos, vivenciamos a mais dolorosa história, que nos levou a tomar atitudes contra um ex-líder nosso, na qual tínhamos uma a grande amizade, e o nosso líder atual, nosso patriarca, nos motivou dizendo, tal pastor é meu amigo, porém nossa amizade não contrapõem jamais a PALAVRA DO SENHOR E A SUA VERDADE.

Lembrando, que um certo líder geral, nos orientou dizendo que “fulano de tal” seria desligado por distorção doutrinária, e nós seríamos aprazados por esta futura e fatídica descisão.

O AMADO companheiro diante a esta afirmação, nos motivou a se posicionarmos e nossa Mesa Diretora se manifestou, e mostramos para o Brasil quem era a COMADESPE, muito embora depreciada depois daquela desastrosa AGO da CGADB em 1999, no Anhembi, na qual nós não concordávamos com a decisão de nosso líder e aliados, e por fidelidade assumimos este ônus, eu, como Secretário Adjunto, sofria todas as descriminações e gozações possíveis na secretaria da CGADB, o SENHOR lembra bem disto.

Refrescando a nossa memória, que às vezes são curtas, mais nós que passamos por este processo, nunca esqueceremos, que, quando nos foi passada o pensamento da Mesa Diretora da CGADB, e de seu presidente, nós Diretores da COMADESPE, dirigidos pelo Espírito Santo, em reunião em uma certa cidade do interior de São Paulo, SOLICITAMOS PERANTE ao CONSELHO DE DOUTRINA E COMISSÃO APOLOGÉTICA DA CGADB, parecer diante o que nos estava acontecendo, o tal parecer nos posicionou que, tudo o que foi apresentado como consulta, realmente, CONFIGURAVA DESVIO DOUTRINÁRIO de tal pastor e líder.
Diante disto, tomamos as atitudes lógicas e necessárias, e fomos cumprimentados pela a maioria das convenções regionais da CGADB.

Porque este relato, para novamente bater na mesma tecla.

QUAL FOI A ORIENTAÇÃO ATRAVÉS DE PARECER PELOS ORGÃOS COMPETENTES DA CGADB:

1) FICA, CLARO, QUE ESTAMOS DIANTE ATÉ O PRESENTE, DE UM GRANDE DESCASO DE NOSSO LÍDER MAIOR, salvo melhor juízo, desconheço até o momento de qualquer pronunciamento oficial;

2) O Diretor Executivo da CPAD, é culpado SIM por esta situação, não foi advertido PELOS CONSELHOS?, NÃO PASSOU POR CIMA DE TODOS? Amados, sabemos que nada se faz, ou não faz sem a sua determinação..;

3) Na época de nossa importante decisão, nos deram apenas uma opção, que era a dissolução de nossa Convenção, mais desbravadamente, nós nos posicionamos de forma contrária a imaginação de muitos, e tomados a atitude correta, na qual tivemos sucesso;

4) A CPAD é e sempre será a honrada publicadora das ADs do Brasil, porém, não podemos admitir que atitudes de um dirigente, ou alguns, coloque em cheque esta idoneidade.

Anônimo disse...

Continuação..

Como o amado fez com a bpiblia Batalha Espiritual e Vitória financeira publicada pela Editora do Silas, por favor seja imparcial, ai você vai me dizer que você está apenas preservando a instituição CPAD, preserve também a imagem do vice-presidente eleito democraticamente pela a instituição na qual o amado faz parte, aliás preserve mais ainda a imagem do vice-presidente da CGADB pois afinal de contas pessoas valem muito mais que instituições ou estou errado? Por favor queridos se estou errado me avisem que ai sim vou chegar à conclusão que o mundo entrou de vez em nossas instituições e não o mundanismo que muitos pregam por ai mas um mundanismos pior onde as coisas que não tem vida se tornaram mais importantes do que a imagem e semelhança do CRIADOR.

Um grande abraço a todos os participantes e em especial ao meu Pastor Carlos Roberto, ah já estou orando para o SENHOR JESUS lhe dar uma palavra poderosa que toque o coração de todos os presentes em meu casamento creio que almas vão se render pastor e o SENHOR JESUS vai ser glorificado. Oro ao SENHOR pois ele é o maior convidado sem ELE não temos motivos para viver e sermos felizes. Muito obrigado pastor Carlos e a paz do SENHOR.

Juninho - Casqueiro

blogdoprleviagnaldo.blogspot.com disse...

Agora, o que às vezes nos entristece muito, é na verdade, não saber com quem estamos lidando.

Quando é no quintal dos outros, é fácil ditarmos o que fazer, mais quando temos que cortar a própria pele, (opa!! o bolso de alguém), isto é difícil, nos parece até que alguns estão comprometidos até a cabeça.

Quando falamos de literatura, pensamentos, obras se torna fácil combater, agora estamos falando de uma bíblia, que por sinal, reprovada pela convenção americana, ou seja, seu autor de caráter duvidoso e rejeitado.

Inclusive, pedi a um nosso companheiro de comissão representativa nos USA, se possível a cópia do parecer contrário da digna Convenção das ADs dos USA.

AMADOS, não percamos o foco, não estamos contra a CPAD, mais contra atitudes irresponsáveis de quem nos levou a tudo isto, repito, por muito menos (cai cai, anjos), derrubou alguns líderes concorrentes. OPA !!!!! CONCORRENTES!!!!!

Não vou perguntar cadê aquele, o outro, que não falam, porque sabemos quais são seus interesses, o nosso desde seu início, é o REINO DO SENHOR.

Finalizo com este texto em 2 Pe 2: 1
“E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição”.

Que tenhamos cuidado.

No amor de Cristo Jesus.

Pr. Levi Agnaldo

Pastor Geremias Couto disse...

Caro pastor Jessé Sobral:

Como lhe prometi, passo a responder os pontos que o irmão levanta em seu comentário.

O irmão propôs:

“1) Em um dos seus comentários o senhor enfatizou que só o fato de a irmã Miriam ser uma assembleiana, já lhe dava o direito de ser ouvida pelos órgãos competentes. Concordo com o senhor, e diga-se de passagem que se isso não for rápido, o descrédito que ronda a CPAD (hoje), pode tocar esses órgãos, entendendo que há comprometimentos vários neste episodio. Não seria melhor se tudo fosse acompanhado por uma "COMISSÃO INDEPENDENTE", digo isenta? Isso traria mais transparência para o processo e mais credibilidade para o resultado final”.

Minha resposta:

Na altura em que estamos, após a resolução clara e determinativa do Conselho de Doutrina e da Comissão de Apologia, estabelecer uma Comissão Independente seria, a meu ver, desacreditar o trabalho sério e cuidadoso dos membros dos referidos órgãos. Se eu fosse um deles, não me sentiria bem. Creio que só há um caminho: a Mesa Diretora coadjuvada pelo Conselho Administrativo determinar que se cumpra a decisão.

O irmão propôs:

“2) O amado disse que a DAKE poderia ter sido lançada por uma editora independente. Creio que já teríamos uma "frente apologetica" se isso tivesse acontecido, principalmente se fosse uma das concorrentes direta; o senhor captou (rsrsr)”.

Minha resposta:

Não tenha a menor dúvida que a “frente apologética” já estaria bem estabelecida, principalmente se fosse da mencionada concorrente, se captei corretamente a sua mensagem. No entanto, como mencionei em um dos meus comentários, princípios valem para A ou B, inclusive para mim, se estiver incorrendo em erro.

O irmão propôs:

“3) A irmã Miriam falou sobre a JUMENTA. Lembrei de um episodio em 1989, quando as ADs estavam à beira de um racha. Palavras de um pastor (que hoje é bispo): "Quem não ouve a voz de Deus na boca dos seus profetas, ouvirá a voz da jumenta". O caso foi parar na justiça, e o Ministério Publico precisou intervir no caso. O que eu quero dizer com isso é que as autoridade seculares estão silenciosas, mas não são cegas. Será que vamos parar nas mãos dos ímpios para ter o nosso direito de saber, com verdade, como estão as coisas na CPAD, respeitado?”

Minha resposta:

Não sei a que episódio o irmão se refere, mas a verdade dita pelo hoje bispo continua sendo verdade. E se pudesse dar aqui um conselho, sugeriria que as igrejas e organizações cristãs mantenham rigor em sua contabilidade, pois as “autoridades” podem estar silenciosas, mas não estão paradas ou alheias. Depois não venham dizer que é perseguição religiosa.

(Continua...)

Pastor Geremias Couto disse...

(Conclusão...)

O irmão propôs:

“3) Será que a preocupação do Pr. Daladier Lima não tem um fundo de verdade quanto a preferência por americanos nos últimos títulos editados pela CASA? As preocupações do Pr. Levi Agnaldo e do Pr. Esteves quanto ao cumprimento estatutários e regimentais são meras especulações? Eles não existem, não foram reformados em meio ao vexame de Porto Alegre, RS? Ou só se aplicam para o processo eleitoral e depois manda quem pode e obedece quem te juizo?”.

Minha resposta:

Quanto à preferência pelos títulos americanos, entendo perfeitamente a posição do colega Daladier Lima. E aqui eu teria de ser mais longo, portanto vou apenas pontuar. Não podemos abrir mão daquilo que é bom só porque é americano, mas também não nos convém importar todo o lixo que vem de lá. As editoras, por sua vez, precisam investir no autor brasileiro, mas há um círculo vicioso que ainda não foi quebrado. A maioria dos que escrevem o faz nas horas vagas porque, de modo geral, livros no meio evangélico ainda não sustentam quem escreve. Ou seja, é apenas uma atividade complementar, pois o pão de cada dia precisa ser ganho de outra forma. Assim, poucos se aventuram nas lides das letras porque não teriam como sobreviver. Como resultado, pouco ou nada produzem, embora sejam talentosos e aí as editoras (não só a CPAD) acabam lançando mão das obras americanas, onde a produção é intensa e os autores valorizados em todos os sentidos, inclusive o financeiro. Com toda sinceridade, se eu fosse viver do que escrevo já teria morrido de fome. É preciso, repito, quebrar esse círculo. Quanto aos procedimentos estatutários e regimentais devem ser cumpridos em qualquer época ou situação.

O irmão propôs:

“4) Por ultimo, sejamos justos com o Pr. Ciro Sanches, pois esboçou uma virtude rara; a coragem. Veio e postou sua opinião. Penso agora: Onde estão os demais Diretores da MD da CGADB? O Pr. Robson, expressando um desejo da maioria, quer ouvir o Presidente da CGADB. Mas e os Vices-Presidentes, onde estão eles? E aqueles que foram à televisão durante o processo eleitoral expor ao vexame a nossa instituição? Falaram de direitos, consciência, cheques devolvidos etc, tudo em nome da verdade. E agora, onde estão eles?
“Será que o silêncio significa que não têm autoridade para falar sobre o assunto em virtude de comprometimentos anteriores no aspecto doutrinário? Porque de política falaram, esbravejaram e gritaram.
“Mas isso é muito bom. Para mim só mostra que se as coisas não vão bem com quem está no comando, não devo gratuitamente debandar pros braços de ninguém, e fazer com que esta discussão tenha um caráter político.
“Todavia, enxergo também que precisamos trabalhar e orar por uma "TERCEIRA VIA" para 2013. Que Deus nos conceda esta vitoria.

Minha resposta:

Não posso responder por esses que o irmão menciona, mas acredito que deveriam estar aqui ou em outros fóruns tratando do tema, que, como está claro, nada tem de político. Mas não me surpreendo, pois alguns dos vice-presidentes, aos quais respeito profundamente, sempre tiveram postura silenciosa, pelo menos em público, nos temas polêmicos que exigem confronto. Quanto a um deles, que o irmão deixa subentendido, se perceber que lhe é relevante pronunciar-se sobre o assunto, acredito que não perderá a oportunidade. Por fim, concordo, e já comentei algumas vezes com o pastor Carlos Roberto, que precisamos orar e trabalhar por uma “terceira via” para 2013 até porque o pastor José Wellington Bezerra da Costa, segundo tenho ouvido, não será mais candidato. Creio que possa surgir um nome que se ponha acima dos dois principais grupos, que traga um senso de unidade à nossa tão fragmentada Assembléia de Deus.

Espero que as minhas respostas, ainda que resumidas, tenham atendido as expectativas do amado colega.

Deus lhe abençoe,

Pastor Geremias do Couto

Ricardo Mamedes disse...

Caro Pastor,

Algumas proposições devem ser feitas sobre o assunto em questão, as quais peço licença para alinhavá-las:

1)a bíblia de estudos dake (em minúsculas mesmo) é o ápice do mau gosto doutrinário e da heresia. Defendê-la, portanto, é não somente temerário como - perdão pela verdade - estranho. Sobremaneira quando tal defesa é feita por teólogos ou conhecedores profundos da Palavra da Verdade;

2) defender o indefensável causa novamente estranheza, nessa mesma vertente;

3) não há como relativizar a sã doutrina, o Apóstolo Paulo já admoestava sobre isso ainda na Igreja primitiva, posto que relativizá-la é o mesmo que colocar em xeque a "Palavra viva e eficaz";

4) essa mesma sã doutrina não pode ainda ser relativizada a pretexto de "resguardar a instituição", seja ela qual for, sob pena de se fazer "tabula rasa" da Palavra de Deus e das Verdades Eternas;

5) A bíblia de Estudo dake (ainda com minúsculas) é herética, logo, não pode ser aceita por aqueles que defendem a lisura escriturística, SOB NENHUM FUNDAMENTO - muito menos o financeiro;

6) Deus e as Suas verdades devem obrigatoriamente estar acima de quaisquer outros interesses, até mesmo daqueles supostamente "salutares".

No mesmo diapasão, peço venia para dizer - e não vai aí qualquer ranço pessoal, como gosta de asseverar a referida pessoa como defesa antecipada - que considero deveras estranho o Pr. Ciro Sanches Zibordi apoiar tão incondicionalmente a "bíblia de estudos dake" (continuando em minúsculas), quando se intitula grande apologeta e reconhecidamente um escritor que combate heresias e práticas contrárias à sã doutrina. Sim, penso ser estranho, contraditório e incoerente tal posicionamento.

Sobremodo estranha também é a forma como o refetido Pr. Ciro se iniciou neste blog, com muitas mesuras, floreios e humildade para com o editor, mas, logo em seguida e de forma antecipada, se acautelando contra "possíveis desafetos", os quais denominou de anônimos (eu não me considero nem seu desafeto, tampouco sou anônimo, mas apenas um cidadão livre que não concorda com alguns posicionamentos seus, especialmente relativos à censura).

Lamentável também é querer influenciar o editor desfavoravelmente àqueles que porventura viessem a criticar o seu posicionamento atual quanto à questão sub-análise, ou outras quaisquer qualidades ou defeitos seus (CSZ), o que é plenamente aceitável em uma tribuna democrática onde as partes têm iguais oportunidades, como esta (tribuna) da qual nos valemos.

Por derradeiro, não posso me furtar a expor uma crítica direta contra a pessoa em questão (com o devido respeito, lisura e civilidade, que aqui, acredito, será publicada, ao contrário do seu blog (CSZ): a atitude do referido apologeta (Ciro) muito se assemelha à falsa humildade à que fez menção o Ápósotolo Paulo ao combater heresias do seu tempo, posto que permeia duas características contraditórias: humildade e ataque prévio contra desafetos até então desconhecidos. E, finalmente (mesmo!), o fato de defender uma bíblia completamente herética, contrariamente ao seu conhecido posicionamento normal - crítico ácido de heresias - as mesmas que a 'bíblia' em referência faz apologia. Afinal, como o próprio escritor/apologista asseverou, é de fato um TREMENDO PARADOXO, pois fica difícil definir, agora, a sua identidade teológica.

Quanto à Dake, é simplesmente uma bíblia herética e oportunista: um verdadeiro MANUAL PARA ENGANAR INCAUTOS.

O comentário vai assinado e com endereço, escrito com a devida urbanidade.

Em Cristo,

Ricardo Mamedes

Everaldo disse...

Pr. Carlos Roberto,

Sou eu mesmo, Everaldo Santos, da Assembleia sede, pator JOsé Pimentel de Carvalho, e as minhas questões não foram respondidas satisfatóriamente.

Anônimo disse...

Será que esse Dake não mais um dentre milhares de pastores americanos fundadores da ku klux klan, que em nome da ortodoxia pregavam o ódio racial fazendo apologia a segregação? Sem falar naqueles que ficavam inertes e não denunciavam o ódio desses líderes. A verdadeira teologia é aquela que Martin Luther King pregou: O silencio dos bons é mais nefasto do que o barulho dos maus.
Eu tenho um sonho que um dia esse desamor cairá por terra.

Aninha e Paulo disse...

Caro pastor Carlos, a Paz do Senhor.
O texto abaixo é de um dos comentário da irmã Miriam, vejamos:

"Hannah Arendt formulou o célebre conceito da banalidade do mal
Conhecida como a pensadora da liberdade, Hannah Arendt viveu as grandes transformações do poder político do século 20. Estudou a formação dos regimes autoritários (totalitários) instalados nesse período - o nazismo e o comunismo - e defendeu os direitos individuais e a família, contra as "sociedades de massas" e os crimes contra a pessoa."

Gostaria de perguntar a irmã Miriam, que esteve ligada diretamente ao fato:
1. A "banalização do mal" indicada pela irmã, está ligada somente ao caso "Dake"(um fato isolado) ou a politica de edição como um todo dentro do Sistema AD?
2. Qual a função específica de um"copy" dentro de uma editora confessional como CPAD?
3. A sua função lhe proporcionava o direito e/ou o dever de indicar a presença de heresias, ao chefe superior,no caso da "Dake"?
Obrigado.
PAULO MORORÓ

Anônimo disse...

Eu sou o presbitero Fabiano da AD em Itjai-SC.

Amados a Bíblia Dake foi um erro sem tamanho da CPAD e a teimosia na continuação da venda da mesma, pior ainda.
Esta Bíblia é a mãe da Bíblia de Vitória Financeira do Malafaia.

Agora eu não entendo como alguns criticam tanto a Bíblia de malafaia que não é confessional e toleram a bíblia de Dake que já foi "condenada" pelo Conselho de Doutrina da CGADB.

No meu entender a CPAD deveria no mínimo actar a decisão do Coselho de Doutrina meus irmãos....

Mas eles insistem nesta confusão que está queimando o filme da CPAD.

E eu me admiro dos blogueiros que defendem que esta Bíblia continue sendo vendida e tem bloguero que diz que esta Bíblia é a mais compelta Bíblia de Estudos que existe. Não é verdade, na minha opnião, mesmo se esta Bíblia não tivesses as heresias, perderia para Bíblia de Estudo Pentecostal e a Bíblia de Estudo de Aplicação Pessoal.

Não sei de onde esses aplogistas tiraram estas conclusões acima.

Portanto assino em baixo, juntamente com o pr. Geremias do Couto, pr.Carlos Roberto e a Comadesp, Pr. robson Aguiar e muitos outros que esqueci agora, que tiveram a coragem de falarem contra a aberração DAKE.

Cristian Mesquita disse...

Caro pastor Carlos, tenho acompanhando o Point Rhema há algum tempo e quero parabenizá-lo pela coragem e isenção demonstradas no blog.

Congratulo-me ainda com o pastor Geremias do Couto por suas opiniões e comentários pautados pelo equilíbrio, sabedoria e comprometimento com a Palavra.

Pastor Geremias, desculpe a expressão, mas o senhor tem dado um ´show´! Suas postagens, notadamente sem rusga e infantilismo, têm elevado o nível do debate.

Amplexos,

Cristian Mesquita
AD/Fonseca (Niterói-RJ)

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezamado pr. Carlos Roberto,

A Paz do Senhor!

Permita-me dirigir a palavra a 3 comentaristas, bem logo abaixo do texto de cada um:

1) - pr. Geremias do Couto: “3) A irmã Miriam falou sobre a JUMENTA. Lembrei de um episodio em 1989, quando as ADs estavam à beira de um racha. Palavras de um pastor (que hoje é bispo): "Quem não ouve a voz de Deus na boca dos seus profetas, ouvirá a voz da jumenta". O caso foi parar na justiça, e o Ministério Publico precisou intervir no caso. O que eu quero dizer com isso é que as autoridade seculares estão silenciosas, mas não são cegas. Será que vamos parar nas mãos dos ímpios para ter o nosso direito de saber, com verdade, como estão as coisas na CPAD, respeitado?”

Newton: Parabéns pr. Geremias por esta sua afirmação e por todo o conteúdo do seu parecer, sobre as responsabilidades desta instituição que deve prover, juízo conforme às escrituras.

Em um dos meus comentários afirmei o mesmo. Existe um caminho excelente e devemos utilizá-lo! Deus e não a justiça dos homens. Muita vergonha se for desta forma!

2) - Ricardo Mamede: No mesmo diapasão, peço venia para dizer - e não vai aí qualquer ranço pessoal, como gosta de asseverar a referida pessoa como defesa antecipada - que considero deveras estranho o Pr. Ciro Sanches Zibordi apoiar tão incondicionalmente a "bíblia de estudos dake" (continuando em minúsculas), quando se intitula grande apologeta e reconhecidamente um escritor que combate heresias e práticas contrárias à sã doutrina. Sim, penso ser estranho, contraditório e incoerente tal posicionamento.

Newton: Creio que as afirmações do RICARDO MAMEDE, não passa de afronta em busca de subsídios para agredir o pr. Ciro Zibordi, com suas mentirosas e instigantes palavras, quando afirma que o pr. Ciro Zibordi, se intitula um grande apologeta, bem como afirma e define o pr. Ciro Zibordi com um instrumento que apoia à bíblia dake. Existe algum motivo especial!

Existe uma necessidade escondida, nestas mentirosas afirmações do RICARDO MAMEDE, que se aproveita da decisão do nobre amigo pr. Ciro Zibordi, ter deixado esta tribuna.

Espero que retorne! Te aguardo pr. Ciro Zibordi.

3) - Paulo Mororó: Gostaria de perguntar a irmã Miriam, que esteve ligada diretamente ao fato:

1. A "banalização do mal" indicada pela irmã, está ligada somente ao caso "Dake"(um fato isolado) ou a politica de edição como um todo dentro do Sistema AD?
2. Qual a função específica de um "copy" dentro de uma editora confessional como CPAD?
3. A sua função lhe proporcionava o direito e/ou o dever de indicar a presença de heresias, ao chefe superior,no caso da "Dake"?

Obrigado.
PAULO MORORÓ

Newton: Excelentes perguntas e bem simples para se responder. Aguardemos as respostas e aproveito para incluir algumas mais:

a)- A sua demissão, irmã Miriam, se deu exclusivamente pela edição da Bíblia Dake?

b)- Qual o grau de responsabilidade, e até que ponto é possível uma pessoa ser demitida, nesta situação com um cargo que não a define realmente à uma responsabilidade final de edição?

c)- Quantas cartas foram enviadas, até mesmo a algum blog, enquanto funcionária?

Penso minha irmã Miriam, que estas respostas ajudarão a mais alguns à sua defesa e entendo que a irmã, deve estar mais, como leitora, e evitar certos comentários. Alguns podem ser analisados entre as linhas do seu texto.

O Senhor encontre espaço na solução deste impasse para o bem desta instituição que não pertence a um homem, e sim às Igrejas Assembléias de Deus.

O Senhor irá responsabilizar, alguns comentaristas insensatos, neste blog, pois ele conhece os corações e muito mais, a responsabilidade do pr. Carlos Roberto, que com certeza, tem permitido que alguns comentários, fiquem enjaulados para que não se subtraia e sim se proceda ao somar idéias e responsabilidades.

o Senhor seja contigo nobre pr. Carlos Roberto!

pr. Newton Carpintero - servo
www.pastornewton.com

Leonardo Gonçalves disse...

Pastor Ciro Zibordi,

“Façamos males, para que venham bens?” (Rm 3.8).

Sinceramente (desculpe-me por não usar meias palavras) eu esperava mais do senhor.

Nobre pastor: A verdade, o bem, a honra, estes valores que estão muito acima do “financeiro”.

Acompanhei este debate até agora em silêncio, e estava disposto a permanecer no meu silêncio, até que li este infeliz comentário.

Ainda bem que o senhor não está falando como representante legal da instituição. Caso fosse o amado pastor o porta-voz oficial da CPAD, ficaria claro a esta altura que a Casa Publicadora está interessada apenas no “financeiro”.

Espero que o senhor reflita com humildade nestas minhas palavras e reavalie sua postura neste debate.

Saudações fraternas,

Leonardo Gonçalves

Leonardo Gonçalves disse...

Pastor Ciro Zibordi,

“Façamos males, para que venham bens?” (Rm 3.8).

Sinceramente (desculpe-me por não usar meias palavras) eu esperava mais do senhor.

Nobre pastor: A verdade, o bem, a honra, estes valores que estão muito acima do “financeiro”.

Acompanhei este debate até agora em silêncio, e estava disposto a permanecer no meu silêncio, até que li este infeliz comentário.

Ainda bem que o senhor não está falando como representante legal da instituição. Caso fosse o amado pastor o porta-voz oficial da CPAD, ficaria claro a esta altura que a Casa Publicadora está interessada apenas no “financeiro”.

Espero que o senhor reflita com humildade nestas minhas palavras e reavalie sua postura neste debate.

Saudações fraternas,

Leonardo.

Leonardo Gonçalves disse...

Aos colegas do fórum:

Quero deixar claro que não veria nenhum problema na publicação da DAKE pela CPAD, caso esta não fosse uma editora confessional.

A Hagnos, por exemplo, publica a enciclopédia do Champlin, a qual contém também contém heresias, sendo uma obra de tendência universalista, de escatologia heterodoxa e com forte influência ocultista. E apesar de ser a Hagnos um selo independente (não-confessional), a editora achou por bem inserir a seguinte nota:

A Editora Hagnos publicou a Enciclopédia de Bíblia, Teologia e Filosofia por ser ela um grande tesouro de informações sobre as três áreas tratadas. Porém, não concordamos com a inclusão de alguns artigos, nem com todas as crenças com autor Russel Norman Champlin, e não nos responsabilizamos pelas mesmas.

Agora, sendo a CPAD uma editora confessional, esperava-se dela uma atitude mais nobre que a da Hagnos. Caso decidisse publicar a DAKE, que ao menos fosse prudente em não recomendá-la como “a melhor e mais completa bíblia de estudo em língua portuguesa”, e alertasse seus leitores quanto ao conteúdo da mesma, uma vez que a maioria dos consumidores da casa são leigos, e compram seus livros através da propaganda feita na revista “Lições Bíblicas”, material da nossa EBD.

Impossível justificar, portanto, a atitude da Casa Publicadora. Colocar panos quentes na situação, sob alegação de "prejuízo financeiro" também não é um argumento convincente; não podemos coadunar com o mal, nem justificá-lo com o argumento de que ele trará algum bem. Essa ética relativista, utilitária e situacionista não combina com discurso cristão, e não deveria sequer ser mencionada neste debate.


Fraternalmente,

Leonardo.

Anônimo disse...

...Continuação

Juninho - Casqueiro

Como o Amado Pastor Ciro fez com a bíblia Batalha Espiritual e Vitória financeira. Por favor Pastor Ciro não venha nos dizer que fez isso apenas para preservar a imagem da CPAD, por favor não seja imparcial, porque o senhor não preserva também a imagem do vice-presidente da instituição na qual o amado faz parte, diga-se de passagem eleito democraticamente. Ah não ser que o amado pastor Ciro ache que as instituições tem mais valor que as pessoas, se isso realmente procede pronto estamos realmente no fim.

Um grande Abraço Pastor Carlos e a paz do nosso SENHOR e SALVADOR JESUS CRISTO.

Juninho - Assembléias de DEUS Cubatão

Ivan Tadeu Panicio Junior disse...

Caro amigo Pastor Carlos Roberto!

Com sentimento paradoxal, venho registrar minha singela parcela neste espaço de crescimento conceitual, intelectual e teológico.

Paradoxal devido a ausência de entendimento por parte de alguns, de que, este espaço não é quintal particular, mas janela pública para a reflexão e crescimento mutuo de membros do Reino, sem segundas intenções partidárias.

Paradoxal, ainda que alguns tenham ficado aquém do debate de alto nível, devido a percepção que estamos caminhando para uma maturidade reflexiva de troca, ainda não vista, pelo menos por eu em outros ambientes cristão, da blogosfera, etc. Acredito que se em outras ocasiões, nós tivéssemos nos posicionados, poderíamos ter evitado algumas problemáticas. E se este comportamento for incorporado, poderemos avançar num futuro próximo.

Parabéns pela postagem, parabéns pela administração do espaço, parabéns por ratificar a democracia de expressão das idiossincrasias múltiplas.

Ivan Tadeu - Ctba
www.ivantadeu.com.br

Pedro Tinôco - Ig Batista Bairro Novo, Olinda, PE disse...

Muito já se falou aqui, mas pelo que entendi gostaria de fazer duas observações/críticas. 1) O autor do blog precipitou-se ao anunciar/promover a tal Bíblia Dake. Tudo bem. Reconheceu o erro e está tomando providências para não arcar com o ônus disso. Louvável. 2) A coitadinha da revisora, empregada da editora - logo a corda mais fraca - pagou por um erro que não é dela. Revisor revisa. E só. Segue ordens. Se há problemas com o texto a culpa é dos editores, que deveriam ter mais cuidado, pois essas Bíblias de estudo com suas notas de rodapé são uma faca de dois gumes, sujeitas a interpretações. Enfim, se a Bíblia Dake tem problemas, que seja retirada do mercado e pronto. E que outra editora contrate a moça, pois ela não teve culpa do que saiu, mas sim a editora que foi relapsa. Abraços a todos

ALTAIR GERMANO, disse...

Nobre amigo e pastor Carlos Roberto,

muito importante o debate.

Conforme solicitação de vários leitores, estou indicando aqui o link com a minha opinião sobre o assunto.

Abraços!

http://www.altairgermano.com/2009/12/eu-tenho-uma-biblia-dake.html

Banda Philadelfia disse...

Ler a obra de Dake é uma coisa; agora produzir, propagar, distrubuir, recomendar, ...

Minha opinião é a seguinte:

Temos diversos blogueiros que tem se dedicado à apologética e, ainda assim, vemos cada lambança em alguns blogs... Aí eu me indago: Quem pode afirmar veementemente que a maioria dos crentes e jovens atuais estão maduros o suficiente para discernir a boa da má leitura? Até concordo que alguns estudantes assíduos da palavra e alunos de seminários teológicos estejam com o senso crítico bastante apurados (ainda assim fazem confusão em temas polêmicos), mas todos nós sabemos que tais pessoas não são maioria nas igrejas. E mais: Não percebo, nas ADs, uma preocupação visível para a apologética e observo que a minoria dos membros de uma igreja frequentam assiduamente a EBD, ocasiões onde os crentes aprendem e exercitam o seu poder de discernimento.

Como professor da EBD, classe dos Jovens, sempre procurei despertar um senso crítico nos tais em relação ao que leem e ao que ouvem. No entanto, sempre notei que predomina nas igrejas uma juventude um tanto alienada da palavra, que supervaloriza a experiência em detrimento da boa doutrina e busca uma fundamentação para aquela (em livros, enciclopédias, bíblias de estudos, Dvds). E parte desses jovens têm como referência uma série de pregadores popstars, através dos seus livros e DVDs. Foram muitas as vezes em que as discursõe ficaram calorosas, quando se tocava em erros, modismos, heresias desses formadores de opiniões.

Sempre defendi as publicações da CPAD, aconselhando os meus alunos:

- Pessoal, quando for comprar um livro, opte pelos publicados pela CPAD, pois esta é confessional e consulta o conselho doutrinário e apologético da CGADB, antes de lançar qualquer produto de leitura. Eles refletem o nosso credo, nossa teologia, nossa filosofia.

Agora eu fico imaginando nossa própria Editora propagando e distribuindo tal material.

Ressalto, ainda, que um livro é mais difícil de ser consumido por um crente que não tem hábito de leitura, no entanto, uma bíblia de estudo (considerando todo o marketing em cima do produto) sempre é uma novidade atraente para estes, que, muitas vezes, tem as notas do rodapé como uma verdade indiscutível.

Esta aí o perigo!

A CPAD não foi prudente em ignorar o parecer das Comissões de Doutrina e Apologética da CGADB.

Deus tenha misericórdia de nós.

Elian Soares
AD Monte Alegre de Sergipe - SE
www.evangelismoelouvor.com

Pastor Geremias Couto disse...

Caro pastor Newton:

Apenas por questão de justiça, esse parágrafo não é meu. É do pastor Jessé Sobral.

Apenas o inserientre aspas" no meu comentário porque era uma das questões para as quais ele me pedia algumas considerações.

Só para dar o mérito a quem o tem.

Obrigado,

Pastor Geremias do Couto

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro Pedro Tinoco,
Ig. Batista B. Novo - Olinda - Pe.

A Paz do Senhor!

Caro irmão, agradeço sua participação e como o amado se reportou diretamente amim, como editor do blog, faço a seguinte consideração.

O irmão tem toda razão, pois na realidade como um assembleiano desde nascença e jà no ministério hà cerca de 24 anos, apoiava de olhos fechados todas as publicações da nossa editora, e jamais tive qualquer problema.
Agora vejo que a CPAD continua sendo uma grande editora e contará sempre com a minha admiração e respeito, porém, já não será como antes.
Tudo terá que ser analisado.
Grato pela sua visita e comentário.

Um grande abraço!
Pr. Carlos Roberto

Pr. Carlos Roberto disse...

Prezado irmão Rosivaldo Russo,

A paz do Senhor!

Louvo a Deus pela sua vida e interesse em contribuir com esse debate.

No caso do seu comentário, postado nos últimos minutos, infelizmente não o publiquei, pois entendi perfeitamente que se tratava de uma resposta direta a alguém que já se retirou do debate, portanto, por gentileza meu amado, faça chegar suas colocações até ao referido pastor, para que possamos continuar prosseguindo para o alvo...
Quero que o prezado irmão continue aqui, porém debatendo com aqueles que permanecem e outros que estào chegando.
Alguns comentários já estavam por aqui para moderação e por isso os publiquei, mas agora, vamos nos ater aos participantes, e creio que isso será louvável para todos nós.

Grato pela sua compreensão!

Um grande abraço!

Seu conservo,
Pr. Carlos Roberto

Ricardo Mamedes disse...

Newton Carpinteiro,

As suas próprias palavras te condenam. As expressões chulas, a sua falta de posicionamento doutrinário e pessoal são característicos na blogosfera. Certo estava o querido Ir. Leonardo (Púlpito Cristão) quando o admoestou duramente naquele Fórum: de fato ele o conhece.

Vou me abster de fazer qualquer comentário ao seu comentário faccioso, leviano e açodado. Na condição de advogado, se eu o fizesse, teria de combatê-lo em outra tribuna. Contudo, me calo.

Vale dizer, entretanto, que não me referi à sua pessoa. E quando o fiz com relação à outra pessoa em referência usei linguagem e argumentos respeitosos.

Porém, aviso: estou copiando todos os seus comentários. E vou avaliá-los demoradamente. Não pense que por residir nos E.U.A pode se safar das suas responsabilidades, uma vez que continua sendo um cidaddão brasileiro, comentando um blog no Estado Brasileiro, sob as leis brasileiras. Há instrumentos legais para fazê-lo responder por suas ofensas mesmo aí no País que se encontra, seja sob a égide das leis brasileiras, ou à vista dos tratados internacionais.

Logo, exponha as suas impressões com zelo, honestidade e estritamente dentro da legalidade, como eu sempre faço. Mais ainda quando está a defender direitos de terceiros, possivelmente sem procuração para tanto, logo, de forma ilegítima.

Reflita, caro Pastor,

Em Cristo,

Ricardo Mamedes

Ramiro de Oliveira Machado disse...

Pr. Carlos, A Paz do Senhor,

Tenho a referida Bíblia que adquiri a pouco mais de um mês que que já nas primeiras páginas me surpreendeu pelas heresias contidas nas suas notas. Agora somente a folheei para consultar os novos erros apontados pelos irmãos em vários Blogs na Internet e que só servem para resaltar mais a minha indginação pela falta de apuro e cuidado com a publicação de tão perigosa obra.
Não vou emitir aqui juizo de valor sobre a CPAD por que a publicação da Bíblia Anotada de Dake já fala por si mesmo. Sinto-me sim, lesado pela propaganda da mesma e por ter investido um numerário na mesma que poderia ser aplicado de melhor forma em obras mais valorosas e livres de erros grosseiros de doutrina.
Em Cristo,
Ramiro de Oliveira Machado
www.asearadorei.com

Darius Apologetikus disse...

Prezado pastor Carlos Roberto, a Paz de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo!

Gostaria de parabenizá-lo pelo seu desvelado posicionamento a respeito da Bíblia de Dake. Sobretudo por se tratar de uma publicação de nossa estimada Casa Publicadora. Isto só vem mostrar o quanto o amado pastor tem se mostrado imparcial ao tratar do assunto. Aproveito ainda para informar que, lamentavelmente, a Casa – ao que tudo indica – não pretende desistir tão facilmente do projeto e pretende em breve relançar a obra com “as espinhas” retiradas. Estas, ao menos, foram as palavras usadas pelo caríssimo pastor Firmino Gouveia, representante da editora no estado do Pará, em resposta a uma mensagem que lhe enviei a alguns dias indagando sobre qual seria o posicionamento da CPAD em Belém a respeito das orientações da CGADB para a imediata suspensão das vendas da aludida Bíblia, bem como a recolha dos exemplares ainda não vendidos.

O texto integral da mensagem que enviei ao pastor Firmino, bem como o da perturbadora resposta que recebi estão postados em meu blog (http://www.dariusapologetikus.blogspot.com), em artigo intitulado “Bíblia de Dake – A novela continua!”.
Que Deus continue a lhe conceder a graça necessária para continuar batalhando pela fé que uma vez foi dada aos Santos.
Um Feliz e Próspero Ano Novo ao Pastor e a toda a sua Família!
Em Cristo,

Darivan S Castro
(Membro das Assembléias de Deus em Abaetetuba-Pa)

Juber Donizete Gonçalves disse...

Pr. Carlos Roberto,

Um grande debate sem dúvida alguma! Acredito que foi debatido vários facetas sobre o tema. Outras temáticas foram apresentadas durante o debate, que no meu intendimento, enriqueceu mais ainda a discussão. Quero parabenizar o prezado irmão, na sua postura como editor deste blog, na condução do assunto.

Um abraço fraterno.

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro comentaristas debatedores,

Que A paz do Eterno esteja presente em nossos corações.

Pretendo continuar com esse debate tão salutar, e portanto, é imprecindível que continuemos debatendo no "CAMPO DAS IDÉIAS".

Por gentileza, quando quiserem dissipar dúvidas acerca de alguma coisa que não está devidamente clara, antes de um confronto pessoal, procure enviar um e-mail ou até mesmo um telefonema, pois creio que isso será salutar.

Quando entender que houve excesso pelo calor da discussão, não se envergonhe de se retratar, pois isso é uma atitude digna para nós cristãos.
Todos são muito bem vindos aqui, e como assembleiano que sou lhes ofereço para edificação, o hino de número 433 da Harpa Cristã e também o Salmo 133.

Um grande abraço!
Pr. Carlos Roberto

Márcio Cruz disse...

Saudações Cristãs Pr. Carlos Roberto e a todos!

A pedido do Pr. Carlos Roberto, coloco aqui algo que o mesmo pediu0me que postasse antecedido por seu pedido:

Pr. Carlos Roberto disse...
Caro Márcio Cruz,

Graça e Paz!

Quanto ao seu primeiro comentário nada a acrescentar, no entanto, se puder ir ao Point Rhema e postar o segundo comentário aqui postado, será muito bem vindo, pois muitas pessoas que não conhecem a referida bíblia, começarão a ter uma melhor idéia do que se está discutindo.

Um grande abraço!

Pr. Carlos Roberto

Abaixo, o referido conteúdo solicitado e sua fonte.

Segue abaixo o que encontrei na Web. Como disse no outro post, só apontam os erros e não as correções. qual é a graça?

Veja algumas das heresias de Dake:

1) A Teoria da Gap
2) Os Gigantes eram crianças filhos de anjos com mulheres
3) As raças não devem se misturar
4) Raça de pessoas na era pré-adâmica na Terra
5) Os demônios não são anjos caídos
6) Deus Pai, Filho e Espírito Santo, todos têm os seus próprios corpos, almas e espíritos
7) Que os céus e os planetas são habitados
8) Que não só Jesus tem uma primeira e segunda vinda. Mas o pai também tem uma primeira e segunda vinda.
9) Que quando Jesus retornar ao Pai estará vindo com Jesus ...
10) O rei Davi será ressuscitado para a regra do Milênio. Jesus não vai ser o Rei de Israel ...
11) A Grande Tribulação não será para todo mundo.
12) A Igreja não é a Noiva de Cristo
13) Há uma diferença entre o Reino dos Céus e o Reino de Deus ...
14) Saul não foi o primeiro rei de Israel, Moisés é que foi ...
15) Satanás não entra em corpo de qualquer um ... (o que aconteceu com Judas?)
16) Há outros reinos em outros planetas
17) Esta Terra será renovada. A Nova Terra é uma Terra renovada.
18) Não há nenhuma filiação eterna de Jesus Cristo. Jesus já era eterno como a palavra. A filiação não era nada mais do que a humanidade de Jesus.
19) Satanás e seus anjos vão morar visivelmente com homens durante o período da Grande Tribulação.
20) O varão em Apocalipse não é Jesus, são os judeus 144.000 ressuscitado para o céu.
21) Houve um dilúvio de Noé pior do que era antes de Adão. Foi o dilúvio de Lúcifer, que destruiu a primeira criação. Assim, Deus em Gênesis 1:2 teve de recriar a Terra...

Fonte: http://www.ieadbc.com.br/content/view/641/11/

Sigamos com sobriedade, prudência, vigilância e acima de tudo, respeito, pois se somos quem dizemos ser (filhos de Deus) ajamos como tal.

No Amor Dele,

Ir. Márcio Cruz

Ricardo Mamedes disse...

Caro Pastor Carlos Roberto,

Não o conheço pessoalmente (infelizmente), mas conheço, por outro norte, o seu cuidado com o Reino, o seu equilíbrio e zelo escriturísticos.

Sem dúvida mais uma vez o senhor demonstra tais cuidados ao asseverar que a discussão deve ser feita no "CAMPO DAS IDEIAS" e sem ofensas pessoais.

Toda e qualquer crítica é salutar quando feita à luz dos preceitos acima. Eu as aceito tranquilamente. Todavia, afasto veementemente as ofensas pessoais, a leviandade. Principalmente quando se "compra a briga" de outrem.

Saliento que as críticas que eu fiz são públicas, em um blog aberto, onde a pessoa criticada expôs a sua opinião. Portanto, a crítica feita é contra "A SUA OPINIÃO" e não contra a sua pessoa.

Quando afirmei que o referido pastor apoia a bíblia de estudos dake, tal comprovação pode ser verificada e pinçada dos seus comentários. Assim, me acusar de ser MENTIROSO é no mínimo leviano e desonesto, demonstrando ainda desequilíbrio emocional, beirando perigosamente a ilegalidade.

De qualquer maneira, muito obrigado pelo seu cuidado, caro editor e moderador deste blog, Pr. Carlos Roberto.

Em Cristo,

Ricardo Mamedes

Ciro Sanches Zibordi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Márcio Cruz disse...

Saudações em Cristo mais uma vez!

Para conhecimento de quem ainda não sabe. Ou se ainda não postaram o que seguirá abaixo.
A Ed. Atos lançou o guia de como usar a Dake.
Ainda não o li, por isso não posso falar, mas se alguém já o "devorou", exponha se o mesmo possui as mesmas "chagas" da referida Bíblia de Estudo.

Em Cristo,

Ir. Márcio Cruz

Eliseu Antonio Gomes disse...

Pr. Carlos Roberto,

Volto a parabenizá-lo. Desta vez por encontrar esta postagem quase a atingir a marca de duzentos comentários.

O número de comentários é surpreendente e é o sinal de quanto o tema é importante. E merece receber atenção especial da alta cúpula da CPAD. Afinal, a Bíblia de Finnis Jennings Dake, que muitos brasileiros desconheciam há alguns meses atrás, está ganhando fama às avessas! E arrasta o logotipo da CPAD, seus defensores, e toda sua história para o mesmo lado.

Não entendi a idéia apresentada pelo Pr. Newton Carpintero. Ele propôs que seja publicado um livro refutando as doutrinas da Bíblia Dake e que a Bíblia Dake continue sendo vendida junto com este livro de refutações, como um kit?

Pois bem, na cidade de São Paulo esta Bíblia é encontrada na faixa de R$ 120,00, e coloquei minha mão no bolso por ela. Seria o caso de agora eu, e todos que adquiriram a Dake, serem obrigados a comprar outra publicação, a refutação, da CPAD daquilo que ela mesmo está vendendo? No caso dos automóveis, quando peças saídas das fábricas se descobrem ser defeituosas, as montadoras fazem uma troca gratuitamente!

Em postagem de ontem, afirmei ter adquirido meu exemplar. Disse ser para consulta, para criar meu conceito com bases próprias e aprender... Acrescento agora o seguinte: aprendemos com erros e acertos.

E.A.G.

Leandro Araujo disse...

Não pertenço à AD, mas sou um amante da literatura pentecostal, e uso bastante o material da CPAD.

Como professor de adultos da EBD, logo que recebi a revista de Davi fiz questão de avisar aos alunos não levarem em consideração o anúncio gigante da Bíblia Dake, e não usarem o seu pouco dinheiro num produto deste, o que causou uma surpresa no meu pastor, assíduo aluno da EBD. E isso foi muito antes da polêmica ficar tão grande.

Acredito que a CPAD deve voltar atrás e até se desculpar com o público evangélico em geral.

Como já foi colocado aki, até a Hagnos teve muito mais respeito pelos cristãos ao colocar notas sobre os ensinos de Champlin, e a CPAD não soube ser tão nobre.

Deus abençoe à todos, e nos livre de ensinamentos incompatíveis com o rigor doutrinário pentecostal.

Pr. Carlos Roberto disse...

Prezado
Pr. Ciro Zibordi,

A Paz do Senhor!

Em primeiro lugar, quero aqui registrar meu profundo constrangimento pelo que está acontecendo!

Reitero que senti muito sua saída do debate, porque isso não é bom, mas respeito sua atitude, assim como respeito também todas as suas colocações aqui, acerca da BAD, bem como quanto a sua publicaçào pela CPAD, mesmo não concordando.

O que me causou constrangimento, é que não fui eu quem provoquei tais controvérsias e ou inverdades ditas a seu respeito pelas pessoas as quais o rmão qualifica como seus desafetos, porém na condição de editor e moderador deste blog, assumo a responsabilidade e agora mesmo lhe apresento meu pedido de perdão, em nome de Jesus, pela minha incapacidade para para tal moderação, e reconheço que não tenho experiência em debates polêmicos, como com certeza o preclaro irmão tem, e não digo isso de maneira depreciativa, sinceramente creio ser uma virtude ou no mínimo experiência.

Quero encontrá-lo a qualquer momento como irmão em Cristo e companheiro na Seara do Mestre e abraçá-lo sinceramente.

Aos demais comentaristas:

Por gentileza irmãos,
Por não conhecer os desafetos do Pr. Ciro Zibordi, e também não entender alguns assuntos que estou interpretando serem procedentes de outros fóruns e discussões, solicito encarecidamente, não citem mais neste fórum o nome do pr. Ciro Zibordi, uma vez que ele se sente ofendido e se retirou.

Para o bem do nobre companheiro e de todos, bem como para que a paz seja mantida e ou restaurada, não publicarei comentários dessa natureza, sob qualquer pretexto, nem memso comentem este aqui.

Respeitemos nosso irmão e companheiro.

Nosso assunto é a publicação da Bíblia Dake.

Quem concorda, diga biblicamente porque concorda sem atacar ninguém, se não concorda, também o faça da mesma maneira.

Vamos continuar assim como começamos!

Um grande abraço a todos e vamos em frente!

Darius Apologetikus disse...

Caríssimo irmão Márcio Cruz,

Há aproximadamente duas semanas adquiri a obra a que o irmão se refere. Trata-se do Manual Bíblico de Dake, uma tradução da obra Bible truths unmasked, editada em 1950 e reeditada em 2003 pela Dake Publishing.

Ao que parece, a editora Atos (co-editora com a CPAD no lançamento da Bíblia de Dake) não está nem um pouco incomodada com toda a polêmica em torno do lançamento da obra [Bíblia de Dake] pela CPAD. Fosse assim, não se deteria em publicar um material repleto de incongruências que, quando trazidas a público, servirão apenas para fomentar ainda mais as acirradas manifestações contra CPAD.

Só para o irmão ter uma idéia das aberrações presentes no dito Manual de Dake, veja os seguintes trechos que extraí da obra:

Referindo-se aos anjos, Dake afirma:

“Eles comem alimentos (Gn 18), usam roupas (Jo 20.12), observam os homens (1 Co 4.9), cozinham (1 Rs 19.5-7), viajam (Ap. 8.13; 9.1), falam línguas (1 Co 13.1), testemunham confissões (Lc 12.8-9) e fazem muitas coisas que os homens fazem” (p.26, item 14).

“Há espíritos demoníacos para cada doença, traço profano e erro doutrinário encontrados no mundo atualmente”. (p.30).

Sobre Jesus:

“– A filiação divina de Jesus Cristo como o único Filho de Deus CRIADO, nascido de uma virgem” (p.40).

Dake afirma que Deus "tem fé":

“A fé não é um atributo natural do homem, mas também um atributo de Deus. É a absoluta confiança e convicção de Deus em seu próprio ser e em sua Palavra.
Hebreus 11.3 diz que o Universo foi formado pela fé por meio da Palavra de Deus e o que não existia passou a existir. Deus tinha fé nele mesmo quando formou o Universo. Ele acreditava que podia criar o que ordenasse e chamou ‘à existência coisas que não existem, como se existissem’” (p.161).

Ainda estou concluindo a análise da obra, mas creio que as citações acima dão uma idéia da "canoa furada" em que a CPAD se meteu. Lamentavelmente!

Em meu blog fiz uma primeira postagem sobre o Manual de Dake há alguns dias. O endereço é:

http://www.dariusapologetikus.blogspot.com

Em Cristo,

Darivan S. Castro
(Membro das Assembléias de Deus em Abaetetuba-Pa)

Pr. Ismael de Souza disse...

Paz do Senhor!!!!

Tenho acompanhado com profundo pesar a situação da Biblia DAKE.
Fico preocupado pois desde fevereiro de 1975; fui orientado a obter o conhecimento através das publicações da CPAD.

CPAD que foi fruto de um intenso trabalho dos nossos pioneiros, que lutaram contra uma oposição tremenda para implantarem a CPAD; uma editora confessional, que traria um ensinamento equilibrado a membrazia de nossa Igreja.

Lamento a ausencia da direçãoda CPAD e da CGADB deste debate ou melhor o seu posicionamento.
Lamento a ausencia da presidencia da CGADB e da presidencia da Comissão de Doutrina. Eles estavam homenageando um grande Lider na Zona Leste de São Paulo pela passagem de seu Aniversário e certamente quando puderem darão uma resposta a comunidade Assembleiana de baixo da sua liderança.
(Em tempo, reconheço o grande trabalho de Lider da Zona Leste, sem duvida um grande servo de Deus)

Anônimo disse...

Com todo o respeito aos Srs pastores e autoridades eclesiasticas nao tenho condiçao de dialogar com os senhores por questoes obvias ( nao tenho curso teologico nem sou conhecido na midia assembleiana)
mas quero fazer algumas colocaçoes
1) Lá na dake diz que foi aprovado pelo conselho de doutrina
Se foi aprovada pelo conselho de doutrina das duas uma: ou o conselho de doutrina nao leu e asinou ou nao entede da doutrina assembleiana
2) Provavelmente nao passou pelo conselho de doutrina que é o que acredito
3) Se passou pelo conselho de doutrina ? para que ele serve se aprovou ?
O minimo que podeiram ter feito era colocar uma nota discordando do autor


eis algumas das heresias e interpretaçoes absurdas contidas na referida biblia

1) A Teoria da Gap
2) Os Gigantes eram crianças filhos de anjos com mulheres
3) As raças não devem se misturar
4) Raça de pessoas na era pré-adâmica na Terra
5) Os demônios não são anjos caídos
6) Deus Pai, Filho e Espírito Santo, todos têm os seus próprios corpos, almas e espíritos
7) Que os céus e os planetas são habitados
8) Que não só Jesus tem uma primeira e segunda vinda. Mas o pai também tem uma primeira e segunda vinda.
9) Que quando Jesus retornar ao Pai estará vindo com Jesus ...
10) O rei Davi será ressuscitado para a regra do Milênio. Jesus não vai ser o Rei de Israel ...
11) A Grande Tribulação não será para todo mundo.
12) A Igreja não é a Noiva de Cristo
13) Há uma diferença entre o Reino dos Céus e o Reino de Deus ...
14) Saul não foi o primeiro rei de Israel, Moisés é que foi ...
15) Satanás não entra em corpo de qualquer um ... (o que aconteceu com Judas?)
16) Há outros reinos em outros planetas
17) Esta Terra será renovada. A Nova Terra é uma Terra renovada.
18) Não há nenhuma filiação eterna de Jesus Cristo. Jesus já era eterno como a palavra. A filiação não era nada mais do que a humanidade de Jesus.
19) Satanás e seus anjos vão morar visivelmente com homens durante o período da Grande Tribulação.
20) O varão em Apocalipse não é Jesus, são os judeus 144.000 ressuscitado para o céu.
21) Houve um dilúvio de Noé pior do que era antes de Adão. Foi o dilúvio de Lúcifer, que destruiu a primeira criação. Assim, Deus em Gênesis 1:2 teve de recriar a Terra...

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Caro Ricardo Mamedes,

Paz!

Repito o seu comentário abaixo para nas entrelinhas com minhas respostas:

ADVOGADO RICARDO MAMEDES escreveu: As suas próprias palavras te condenam. As expressões chulas, a sua falta de posicionamento doutrinário e pessoal são característicos na blogosfera.

Newton - servo pergunta: Onde verificaste alguma vez palavras chulas em meus textos, se bem que as condeno. Será uma afronta de sua parte para me agredir?

ADVOGADO RICARDO MAMEDES continua: Certo estava o querido Ir. Leonardo (Púlpito Cristão) quando o admoestou duramente naquele Fórum: de fato ele o conhece.

Newton - servo responde: Está é mais uma de suas ofensivas afirmativas? Induziste-me a não defender o pr. Ciro, que não necessita em nada, da minha defesa, e tentas criar, uma nova barreira entre o pr. Leonardo Gonçalves? A quem deseja agradar? E com qual interesse?

Talvez ele, o pastor Leonardo Gonçalves, me conheça mais um pouco do que você, pois, estivemos na semana passada ao telefone pela primeira vez, o que muito me honrou, e se desejar não estar somente por detrás dos seus textos me informe o seu telefone e o contactarei com muito prazer. Afinal somos irmãos!

Talvez tenhas a oportunidade de me conhecer melhor, e ser menos informativo à respeito do seu principado advocatício, e assim, me conhecer um pouco. Um pouco mais! Afinal nos conhecemos pelo seu texto afirmativo ao pr. Ciro Zibordi a quem respeito e a quem alguns tentam denegrir.

ADVOGADO RICARDO MAMEDES: Vou me abster de fazer qualquer comentário ao seu comentário faccioso, leviano e açodado.

Newton - servo: Esta sua ofensa, sim, esta é sua ofensa, e poderá sim causar danos a você mesmo. como uma tatuagem que se torna visível. A não ser que se esconda por baixo de um traje especial. caso.

Verique que o respondo apenas como um simples servo. Não necessito da justiça dos homens para julgar causas entre irmãos. Não o desejo! É melhor perder do que me deixar levar por suas insinuações!

ADVOGADO RICARDO MAMEDES:
Na condição de advogado, se eu o fizesse, teria de combatê-lo em outra tribuna. Contudo, me calo.

Newton - servo: Não necessito de prover informações profissionais a meu respeito para justificar condições de defesa a qualquer assunto dentro dos tratados nesta matéria. Me escuso a esta sua afirmação!

ADVOGADO RICARDO MAMEDES: Vale dizer, entretanto, que não me referi à sua pessoa. E quando o fiz com relação à outra pessoa em referência usei linguagem e argumentos respeitosos.

Newton - servo: Perdoe-me por utilizar um termo que poderá não ser aceito judicialmente: mentirosas e instigantes palavras, proferidas por mim às suas inverdade. Retifico com: as suas inverdades e instigantes palavras.


ADVOGADO RICARDO MAMEDE: Porém, aviso: estou copiando todos os seus comentários. E vou avaliá-los demoradamente.

Newton - servo: Creio que os meus comentários são simples e bem diretos, e não há a necessidade de verificá-los demoradamente.

continua.............

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

.....continuação:

ADVOGADO RICARDO MAMEDE: Não pense que por residir nos E.U.A pode se safar das suas responsabilidades,

Newton - servo: Não pense, meu caro, o que não penso. Se limite somente ao seu pensar! As minhas responsabilidades não oferecem excusas, e sim, vivem a realidade comum aos cidadões de bem. Pertenço legitimamnete aos dois países e não pertenço a outro mais por escolha pessoal. Tenho direitos!

ADVOGADO RICARDO MAMEDE: uma vez que continua sendo um cidaddão brasileiro, comentando um blog no Estado Brasileiro, sob as leis brasileiras. Há instrumentos legais para fazê-lo responder por suas ofensas mesmo aí no País que se encontra, seja sob a égide das leis brasileiras, ou à vista dos tratados internacionais.

Newton - servo: Você me deseja ofertar um conhecimento simbólico sobre leis? Realmente, você precisa me conhecer um pouco mais, bem como ao Deus das leis. As conheço, não por ignorância, mas por desejar. E, utilize o que for do seu agrado. Entre o seu juíz e o meu, sei bem quem vencerá!

ADVOGADO RICARDO MAMEDES: Logo, exponha as suas impressões com zelo, honestidade e estritamente dentro da legalidade, como eu sempre faço.

Newton - servo: Mais um vez tentas me agredir com estas solicitações? Não necessitas desta prática.

Não copiarei os seus textos para averiguação posterior, pois, são de fácil análise e de simples verificação espiritual.

ADVOGADO RICARDO MAMEDES: Mais ainda quando está a defender direitos de terceiros, possivelmente sem procuração para tanto, logo, de forma ilegítima.

Newton - servo: Verificastes que o meu texto e a minha informação foi referente ao seu imporovável argumento e que a defesa à um nobre amigo, não me condena e nem o provoca a exercer a sua função advocatícia? É um direito meu dentro deste espaço de direitos. E em um evento desta natureza me é proprício, a expressão de pensamentos, como Vossa Senhoria, o conhece, e muito bem, que a outorga de poderes poderá ser me dada, se necessário, nesta gestão à quem considero um amigo, procedida pós minhas considerações como proponente e na possível figura de um gestor?

ADVOGADO RICARDO MAMEDES: Reflita, caro Pastor,

Em Cristo,

Newton - servo: Reflita caro ADVOGADO e irmão, pois, não prosseguirei de forma nenhuma utilizando este espaço que é digno de nossa honra, continuar elaborando textos para a sua TESE, portanto se quiseres dar continuidade, o que não é do meu interesse, escreva para o meu e-mail: pastor.newton@yahoo.com

Por Cristo,

Miriam disse...

A DAKE é uma bomba de efeito retardado.
Quem viver, verá.

Senhores,

Estou preparando as respostas. Existe vida útil fora dos blogs. Rsrsrs.

Pastor Geremias Couto disse...

Caro pastor Carlos Roberto:

Apoio inteiramente a sua decisão até porque o pastor Ciro, por razões de fórum íntimo, se retirou do debate e, por isso, não fica bem citá-lo aqui. A não ser que o façam no blog que ele administra.

Por outro lado, fica difícil para o querido irmão "advinhar" quem são ou não os "desafetos" do pastor Ciro para peneirá-los na moderação. Assim, o melhor mesmo é não publicar tais comentários, mesmo que não contenham ofensas e se restrinjam ao campo das idéias, como ocorreu com alguns comentarists, entre eles, por questão de justiça, o Ricardo Mamedes.

Paulo Mororó disse...

Pastor Carlos, a Paz do Senhor.
Achei em suas respostas aos comentários esta linda e necessária correção de atitude, uma virtude cristã muito rara hoje. Vejamos:

“Agora vejo que a CPAD continua sendo uma grande editora e contará sempre com a minha admiração e respeito, porém, já não será como antes.
Tudo terá que ser analisado”. Pr Carlos

São palavras sábias sobre correção de atitudes com relação a CPAD. Realmente se faz necessário à esta Casa possuir um "parapeito",um limite de responsabilidade bem definido e respeitado,assim como, uma proteção aos mais simples, conforme Dt 22.8, que diz:

"Quando edificares uma casa nova, farás no telhado um parapeito, para que não ponhas culpa de sangue na tua casa, se alguém de alguma maneira cair dela"

Apesar de ser uma citação do AT, a mesma leva consigo dois princípios básicos nos relacionamentos: os limites das responsabilidades e o compromisso de proteção aos mais simples. SE A CPAD TIVESSE UM "PARAPEITO" FIRME E BÍBLICO, AS PESSOAS PODERIAM, POR SUA PRÓPRIA CONTA, CORRER O RISCO DA AQUISIÇÃO DA "DAKE" EM OUTRAS EDITORAS.SENDO ASSIM,ESTARÍAMOS LIVRES DE TAL CONFUSÃO, E O NOSSO COMBATE SERIA OUTRO.
Os pastores e guias da AD, as comissões, os conselhos e demais cargos funções afins, DEVEM e precisam DE FATO, atuar nos rumos da CPAD.Análise requer tempo e dedicação.Mesmo sendo Paulo de Tarso o pregador e ensinador,os irmãos de Beréia SEMPRE ESTAVAM CONFERINDO E ANALISANDO TUDO, At 17.11.
Gostei e meditei nesta frase sua:
" ...porém, já não será como antes.Tudo terá que ser analisado”. Pr Carlos
Abraços
PAULO MORORÓ

Ricardo Mamedes disse...

Caro Senhor,

Não há nehum interesse da minha parte em contactá-lo com relação ao presente assunto, que considero resolvido. Nada virá a somar para mim, e as pessoas sabem exatamente o que eu disse e o que o senhor tentou dizer.

Aliás, o senhor não diz, mas perora: diz mas sem nada dizer. Faz uma tremenda confusão de linguagem truncada (rsss), juntando palavras desconexas em um texto mais do que sofrível e sem sentido.

Aliás, é impossível a alguém, por mais coloquial que tente se colocar, entender essa sua sopa de letrinhas e palavras incongruentes. Portanto, desisto!

O senhor está "acima" da minha compreensão!

Até mais e fique em paz. Eu também não pretendo continuar a nossa discussão (cansaço).

Em Cristo, o meu Salvador!

Ricardo Mamedes

Elian Soares disse...

Tenho acompanhado cuidadosa e atenciosamente o importante debate aqui postado.

Já o admirava, mas confesso que meu entusiamo e apreço pelo Pr. Geremias do Couto aumentou ainda mais - quanta serenidade, objetividade, sabedoria e equilíbrio na análise de questões polêmicas e contundentes!

Lamento a saída (do debate) do nosso ilustre teólogo, o Pr. Ciro Sanches, a quem admiro, apesar de discordar de sua posição diante do lançamento da Dake.

No mais, parabenizo a maneira como o Pr. Carlos Roberto tem se portado na moderação do fórum e por deixar claro que respeita a liberdade de expressão de cada participante do debate, apesar de filtrar as publicações ofensivas, visando o respeito entre os participantes.

Tenho aprendido muito com esse debate!

Deus continue abençoando a todos e sejamos firmes e resistentes diante dos ataques, modismos e heresias.

Em Cristo,

Elian Soares
www.evangelismoelouvor.com

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro comentarista anônimo,

Graça e paz!

Por gentileza queira se identificar da próxima vez!

Estou publicando seu comentário, por entender que, além de não ser ofensivo, é pertinente e minha reposta a ele, atenderá a curiosidade de outras pessoas:

Pessoalmente nâo vi essa nota que diz que o Conselho de Doutrina da CGADB aprovou a obra, porém, se isso está lá registrado, é simnplesmente lamentável, pois pertenço ao Conselho de Doutrina e não houve qualquer avaliação dessa obra.

Além disso, jamais o Conselho de Doutrina, reprovaria uma obra depois de tê-la aprovado.

Registro ainda que, a resolução que concluiu pela suspensão da publicação e recolhimento dos exemplares exposto nas livrarias da CPAD, foi em conjunto do Conselho de Doutrina e Comissão Apologética da CGADB, por unanimidade, após análise da obra e ouvido os responsáveis pela publicação.
Essa reunião aconteceu na sede da CGADB no Rio de Janeiro, em 18 de Novembro de 2009, da qual este servo de Deus participou.

Um grande abraço!

Pr. Carlos Roberto Silva

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 437   Recentes› Mais recentes»
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...