sexta-feira, 15 de abril de 2011

CGADB - 40a. ago - Discussão acalorada no apagar das luzes em Cuiabá provoca manifesto

Pr. Daniel Acioli
Pastor presidente da Assembléia de Deus em Apucarana no  Paraná, e conseqentemente membro da CIEADEP, convenção paranaense, acaba de publicar em seu blog pessoal, um post direcionado
AOS PASTORES ASSEMBLEIANOS DO BRASIL,
sob o título

De acordo com o manifesto, fica claro que ouve discussão acalorada em plenário, onde alguém interessado em presidir a CGADB, teria insinuado indevidamente, segundo o articulista, uma futura divisão na convenção paranaense.
O fato é repudiado e refutado veementemente pelo Pr. Daniel Acioli em seu conceituado blog.

Confira no Link abaixo:

16 comentários:

Ev. Jairo Elin & Elizabete Beatriz disse...

Paz do Senhor,

O pastor a quem o Pr. Daniel se refere por certo deve ser o Pastor Samuel Camara?

Faço minhas as palavras do nobre pastor Daniel Acioli, pois aqui no Paraná, ainda que alguem queira tumultuar, Deus te nos dado uma convenção ordeira e comprometida com o Reino de Deus.

ABRAÇOS

Jairo Elin
http://jairoelin.blogspot.com

Eu conheço Jesus disse...

Acho estranho publicar artigos sem dar nomes aos "bois".

Anônimo disse...

Lios Aguiar, disse:

Pq o pr. Jose Welligton mais uma vez discrimina a Igreja Mãe?

E pq JW se exaltou de novo, chegando a insinuar que o pr. Samuel Camara deixasse a CGADB?
Por aaso ele pensa que a mesma lhe pertence?
Lembro-me que JW, certa vez, usou parte de uma frase militar ao se referir a igreja, comop se fosse dono da mesma: Ame-a ou deixe-a.

Tudo isso é por inveja, só pq o Centenário d aigreja mãe estah "bombando"?

Luis Aguiar - Assembleia de Deus do Belenzinho-SP

Anônimo disse...

Resposta ao pr. Daniel Acioli

Sou Carlos Soares de Camboriu-SC e achei e tomo a liberdade de discordar de seu comentário a respeito do pastor que segundo o senhor quer presidir nossa convenção CGADB.
Pelo que o senhor dise o pastor da igreja mãe, claro que é dele que está falando - é leviano e irresponsável o atual presidnete da CGADB, santinho.
Olha meu querido irmão, só para não ser leviano, quero registrar aqui que eu sou um dos sofredores pelos cheques sem fundos dados pela CGADB. Recebi meu dinheiro depois de mt tempo e sem correção, depois que meu nome estava sujo, enquanto isso o presidente da CGADB, fazia politica em SP. PR. silas Malafaia denunciou a péssima administração da CGADB e os pastores não fizeram NADA!!!! Depois foi a vez do honesto e honrado pr. Antonio Santana sair da Tesouraria pelos mesmos motivos,, e novamente vcs não fizeram NADA!!!
Só pq a justiça não aceitou a denuncia dos pastores sobre a prestação de contas, isso não quer dizer que, nós membros não podemos pedir na justiça a devida prestação de contas.
Vou reunir abaixo assinado de todo o Brasil e vamos ver se a CGADB/CPAD não esclarece tudo sobre os cheques sem fundos e muito mais que prefiro ficar calado.

Aliás pq o JW não processou SC por falar tudo isso na TV? Será que o JW é tão santinho? kkk

Anônimo disse...

Como era de se esperar, o presidente da CGADB, homologou durante a 40ª AGE, em Cuiabá, a CONFRAMADEB – Convenção de pastores que se rebelaram contra a CEADEB. Até aí nenhuma novidade, já que “o espírito das trevas, que opera nos filhos da desobediência” atua em muitas lideranças.
Causa-nos estranheza o fato de ser negado pelo presidente da CGADB o reconhecimento à Convenção de Belém (presidida pelo Pr. Samuel Câmara), sob o argumento que os pastores da nova Convenção foram consagrados por outro Estado. Foi necessária uma ação judicial movida pelos pastores de Belém, pedindo o reconhecimento judicial junto a CGADB, o que foi feito através de liminar. Isso após anos a CGADB negar-se a reconhecê-la.
É de se perguntar porque no caso da Bahia, a liderança da CONFRAMADEB realizou consagrações de modo desrespeitoso, desonroso,agredindo o estatuto da própria ADESAL, como fruto de mentes e espíritos rebeldes à Igreja de Cristo, rebeldes à palavra de Deus e inimigas da paz, promovida por convenção de outro estado e a liderança da CGADB concede a homologação? Na verdade isso já era de se esperar!

Como podem ver: 2 pesos e 2 medidas!

Anônimo disse...

Eh sempre bom analisarmos o outro lado da qustão e não somente a do referido pastor acima.

http://www.samuelcoutojunior.com.br/2011/04/em-primeira-mao-rolo-compressor-da.html

Pr. Sóstenes Cavalcante disse...

Pr. Carlos, Pr. Acioli e internautas,
A Paz do Senhor Jesus!!

Você pastor Carlão eu sei que estavas em Cuiabá-MT, mas gostaria muito de saber seo Pr. Acioli estava. Caso sim ele é MENTIROSO, caso não ele é LEVIANO, pois não podemos comentar sobre assuntos que não estávamos presentes.
A afirmação do ilustre pastor foi: "Estados que não se curvam as caprichos e intenções políticas da Atual Mesa Diretora da CGADB, a atual presidencia vai lá e racha. Foi assim no Amazonas, Minas Gerais, Bahia; e agora se prepare o Paraná e Acrê que poderão ser os próximos".
Ser MENTIROSO e ou LEVIANDADE não são virtudes dos pastores da CIEADEP, eu conheço muitos homens de Deus que estão filiados a ela.
Mas ainda há tempo para se arrepender, Jesus ainda não voltou.

Sóstenes Cavalcante - CONFRADERJ -RJ

Anônimo disse...

Diante do Texto do pr. Daniel e das resposta ao emsmo, só nos resta um TERÇEIRA VIA na CGADB em 2013!


Paulo Soares.

Pr.Daniel S Acioli disse...

Meu nobre Pr. Carlos!

Obrigado pela postagem e comentario de sua parte em meu humilde blog.

Quanto as insinuações ou o dito pelo não dito!

Aconselho aos ofendidos que leiam novamente meu protesto e tirem suas conclusões.

Leiam e se não entenderem...procurem alguem para desenhar e veja o tempo do verbo.

Na Paz de Cristo temos certeza absoluta que tudo se resolverá....

Nem que seja diante do Supremo Tribunal de Cristo! (rsrsrrsrs)

Pr. Daniel Sales Acioli

Anônimo disse...

A verdade sempre aparece, e o video da Convenção, vazou e as coisas não foram como o pr. Acioli falou, acho que o pr. Carlos vai dar a mesma enfase ao vídeo que deu ao "Manisfesto" do pr. Aciolly.

http://www.youtube.com/watch?v=JQUjxq68SnA

Anônimo disse...

Pastor Acioli,
Para restabelecimento da verdade e por uma questão de consciência, coloco o que se segue:

1. O pastor Samuel Câmara não citou nome de convenção. Ele disse que os próximos estados serão o Paraná e Acre, caso não se dobrem ao capricho da mesa diretora da CGADB e se rendam a apoiá-los em eleições futuras.

2. Este manifesto vindo da sua parte não constitui nenhuma novidade, sabe-se no Paraná e em todo Brasil, o senhor é tido como o principal bajulador do sistema vigente que está prestes a ruir, definitivamente.

3. Todo mundo sabe que onde houver uma convenção, cuja maioria não apóie a atual mesa, eles aprovarão outra convenção, para então receber apoio.

Anônimo disse...

Pr. Carlos - Brasília disse...

Ilustre Pastor Acioli. Para abreviar, favor ler "JW" como pastor José Wellington e "SC" como pastor Samuel Câmara. Diante do seu manifesto permita-me fazer algumas colocações:
Penso ser injusto analisar a fala do pastor em referência sem analisar o contexto em que ele falou, não de “que o Paraná SERÁ o próximo a ser dividido”, mas que diante deste contexto (abaixo) “PODERÁ vir a ser o próximo”
Em Belo Horizonte, Minas Gerais o Pastor Moisés Silvestre (alinhado ao SC) protestava junto a CGADB contra a criação da nova convenção na vizinha Betim, e a nova convenção foi rapidamente aprovada.
No Amazonas a que era única convenção é presidida pelo irmão de SC e a nova convenção foi rapidamente aprovada.
Na Bahia o pastor da capital Israel (alinhado com JW) rompeu com o presidente da convenção pastor Valdomiro (alinhado com SC) e teve a convenção rapidamente aprovada com expresso apoio do JW e do presidente de uma das três convenções cerarenses que veio a Salvador e num dia consagrou dezenas de pastores e completou a "cota mínima de 300" exigida pelo Estatuto da CGADB. Em Belém do Pará SC rompeu com o presidente da convenção que é alinhado com JW, seu pedido (há anos) de uma nova Convenção foi rejeitada. O presidente da CGADB foi pessoalmente a Belém e num clube da cidade deu posse ao presidente da Convenção Estadual (então pastor numa cidade próxima da capital) como novo pastor de Belém dizendo que assim resgatava a história da denominação e fez a agenda do Centenário em Belém ignorando a agenda da Igreja local que outrora fora dirigida pelos fundadores suecos.
Pensando o Paraná.
O atual pastor eleito da Capital é alinhado ao JW. O presidente da Convenção já compôs a chapa de SC na CGADB, tendo também apoiado outro pastor na eleição para a AD da capital. Concordo pastor, é verdade que não podemos antecipar fatos, mas penso, por mais doloroso que seja, que neste Estado com o cenário semelhante ao que ocorreu em Minas Gerais, Amazonas e Bahia, há fortes probabilidades que os fatos se repitam.
Onde está a coerência e promoção da paz tão almejada. Onde está a isenção de quem preside. Podemos acrescentar que naquele “apagar da luzes” o presidente da Instituição afirmou ser “cearense, criado com leite de cabra e não ter medo do opositor, etc, etc.”
Não podemos ser parciais e presidir com “ranço”pessoal, quebra a coerência tão almejada.

Anônimo disse...

PR. DANIEL ACIOLI, não foi fiel no que disse com relação ao pr. Samuel Câmara, observem o contexto em que o pr. Samuel citou a convenção do Paraná, e tirem suas conclusões:


http://www.youtube.com/watch?v=JQUjxq68SnA


Pr. nonato -Amazonas

Pr.Daniel S Acioli disse...

Meus caros comentaristas!

Os senhores desconhecem um fato:

No Paraná só há uma Convenção filiada a CGADB.....CIEADEP...

Ora se falar em rachar Convenção no Paraná de quem se está falando?

Querem rachar cabelo...continuem!

Quem tem o video ouvirá....PARANÁ em alto e bom som!

Pr. Daniel

Anônimo disse...

Pois é pastor Acioli, sou um de 30 pastores ligados a Convenção do Paraná e pertenço ao grupo do presidente da Convenção, e lhe digo, do jeito que está, pode haver racha sim.

Anônimo disse...

Até onde isso vai chegar! Cem anos e a vergonha aumenta. O fim será trágico, escapem quem puder. José W. está a tanto tempo na frente da cgadb e parece que não quer parar, votem logo o cargo de vitalício e fica tudo sacramentado, e vai passando a cgadb, cpad de pai para filho, de aliado em aliado gananciosos. Sou pr convencionado mais já estou com vergonha de fazer parte do quadro de pastores da geral.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...