quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Pr. Ricardo Gondim - Rompeu com o Movimento Evangélico ou com os que se dizem evangélicos?


Pr. Ricardo Gondim


Considerando os diversos pensamentos aqui postados, em forma de comentário, sôbre o rompimento do Pr. Ricardo Gondim com o "MOVIMENTO EVANGÉLICO", exposto no artigo TEMPO DE PARTIR, tenho o dever de esclarecer alguns pontos e, agora sim, um post não meramente de caráter informativo, mas minha opinião a respeito:


1 - A postagem se deve, em virtude do Pr. Ricardo Gondim ter se tornado ao longo dos anos, um referencial no meio evangélico, mormente o brasileiro e, a atitude de publicar sua decisão, deixa clara sua consciência a respeito disso, e de que também é um formador de opiniões.

2 - A intenção da minha postagem neste blog, não foi de criticá-lo ou ridicularizá-lo levianamente, até porque o texto principal tem como fonte o link do seu próprio site, e o meu comentário lá é bem sucinto, muito mais com teor informativo.

3 - Concordo plenamente com todos os pontos citados por ele e participo da mesma indignação, assim como tenho certeza de que muitos outros, proeminentes, assim como o Pr. Ricardo Gondim, ou mesmo anônimos como eu, também participam . Há desvios de conduta de líderes, heresias, corrupção e motivações estranhas em nosso meio. Isso é inegável, assim como também é cumprimento das Sagradas escrituras, senão vejamos:


"Porque a respeito de vós, irmãos meus, me foi comunicado pelos da família de Cloe que há contendas entre vós." 1 Coríntios 1:11


"Porque ainda sois carnais, pois, havendo entre vós inveja, contendas e dissensões, não sois, porventura, carnais e não andais segundo os homens?" 1 Coríntios 3:3

"E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição.2 Pedro 2:1



4 - Discordo do Pr. Gondim apenas, na atitude do rompimento e não da indignação. Quando o profeta Elias se indignou com os acontecimentos da sua época, também pensou que estava só, e que os demais se conformaram. O próprio Deus tratou de mostrá-lo que isso não era verdade, afinal, havia 7.000 que não se dobraram. Quando também o apóstolo Paulo preveniu a Timóteo acerca da extrema corrupção dos últimos tempos,  disse claramente: "destes afasta-te", não da Igreja.



5 - Sei que os escândalos se multiplicam, principalmente por aqueles que estão em evidência, mas isso jamais pode ser atribuído à Igreja como um todo. Vejamos o que diz a Bíblia:  2Tm.3.9 - "Não irão, porém, avante; porque a todos será manifesto o seu desvario, como também o foi o daqueles."


6 - O pastor Gondim, como ele mesmo trata no texto, já não estava submisso a quem quer que fosse, e isso há muitos anos, a não ser à própria Igreja Assembleia de Deus Betesda, comunidade que lidera, portanto, isso não o impede que seja íntegro diante de Deus e dos homens, mas, ainda que estivesse submisso a alguém ou instituição com problemas dessa natureza, poderia até passar por sofrimentos, mas não precisaria deixar sua integridade moral e espiritual. Quem tem firmeza e alvo definidos, prossegue caminhando - "Eu sei as tuas obras, e onde habitas, que é onde está o trono de Satanás; e reténs o meu nome e não negaste a minha fé, ainda nos dias de Antipas, minha fiel testemunha, o qual foi morto entre vós, onde Satanás habita. "Apocalipse 2:13

7 - Agora, analisemos: "MOVIMENTO EVANGÉLICO" não é uma instituição ou organização formal, portanto, perdoem-me, mas no meu entender, ele não rompeu oficialmente com nada. Se quiser continuar sendo um cristão, como acredito que continuará, terá que lutar pelos princípios do Reino de Deus, esteja ele dentro ou fora do que se diz "MOVIMENTO EVANGÉLICO."


8 - Conheço alguns líderes que, mesmo tendo menor grau de influência como formadores de opinião, comparados com o pastor em apreço, já não interagem com aqueles que assim agem, como também já acontecia com o Pr. Gondim, contudo não tiveram essa atitude pública de rompimento, até porque com a Igreja de Cristo não se rompe. Sei perfeitamente que, a ideia do Pr. Gondim também não é essa, (isso está bem claro no seu texto e mesmo na entrelinhas),  mas,  a forma com a qual ele trata o assunto e publica a informação, fomenta esse entendimento, e de forma geral, o fato se multiplica não pelos detalhes ou entrelinhas da escrita, mas pelos títulos, em geral escritos em "letras garrafais" e com destaques.

9 - Quando digo "oremos por ele", não é uma crítica, mas um pedido mesmo, pois mesmo tendo discordâncias pontuais nos seus últimos ensinamentos, (principalmente aqueles que se  emparelham com a filosofia), o considero um irmão em Cristo e, esse é o nosso dever: Orar por todos os homens.

Ainda em tempo, aproveito o ensejo para registrar: Oremos por toda a Igreja brasileira, e peço também que orem por mim, afinal, precisamos completamente de Deus, da Sua graça,  do Seu amor e de muito discernimento em tempos de verdadeira turbulência nos arraiais da Igreja evangélica brasileira, no sentido de que, mesmo com divergências pontuais, não percamos o rumo, mas possamos prosseguir e alcançar nosso alvo.

Quanto aqueles que se ofenderam com meu pedido de oração pelo pastor Ricardo Gondim,   peço-lhes perdão, se assim se sentiram, mas continuarei orando por ele, assim como peço a vocês que não se esqueçam de mim nas vossas intercessões, afinal, preciso muito.  - Oremos uns pelos outros!

Vosso conservo em Cristo,

Pr. Carlos Roberto

14 comentários:

ROBSON SILVA disse...

Paz, prezado Pr. Carlos Roberto.

Como o senhor bem sabe por algum tempo estive afastado da blogosfera cristã... Em partes pela falta de tempo, mas em grande parte pela forma como as mensagens e notícias vinham sendo apresentadas, com certo ar de rivalidade, revanchismo, troca de farpas, acusações e auto "glorificação"... Estava cansado disso!

Ao retomar recentemente o PPA, preocupei-me em contrabalancear notícias, críticas (construtivas), análises do cenário evangélico mundial, sem abandonar o principal, qual seja, a mensagem da cruz (evangelho puro e simples)...

Considerando tal posicionamento, me reservei também de comentar alguns posts, em diversos blogs...

Se a minha [NÃO] participação faz alguma diferença para alguém, eu não me importo... Não busco glória - pelo menos não a minha... Toda Glória seja dada ao REI JESUS!

Quanto ao tema em apreço, tenho que corroborar com vosso pensamento: Muitos de nós já chegaram às tampas com o quadro que se apresenta no cenário evangélico brasileiro... Mas ao contrário do Pr. Gondim - e se pudessem alguns talvez o fariam - não romperam de vez com tudo...

Creio que há muito a ser considerado antes de "chutarmos o pau da barraca"...

Não basta olharmos para nossos próprios umbigos como se a SALVAÇÃO individual/pessoal fosse o ápice de nossa missão enquanto membros da IGREJA DE CRISTO...

Vidas estão em jogo - milhares / bilhares - e cabe a nós, fartos ou não, atentarmos para aqueles que caminham a passos largos para o inferno...

Enquanto nos restar forças, lutaremos pela causa do MESTRE - a despeito das instituições humanas - e contra as hostes espirituais da maldade nos lugares celestiais!!!

DEUS o abençoe!

Não haveria razão para o senhor se justificar com os OFENDIDOS face a publicidade e clareza dos fatos.

Orai por mim também...

Prossigo para o Alvo... Fp 3.14

Orlando disse...

Ótima explicação, talvez o Sr seja um dos 10% (um dos 7 mil que ainda não se curvaram a mamom) que tenham a capacidade de entender um homem diferencial como esse!

Eu também não concordo com tudo do Gondim, mas com certeza ele tem sido melhor, bem melhor do que os 90%!

Abraços
Orlando

jesiel disse...

Pior que ele tem razão quando diz que os maiores líderes gospel dos E.U.A apoiaram mortes de 40 mil crianças no Iraque e Afeganistão e 60 mil civis inocentes, em 8 anos de ocupação por motivos banais de ganância e prepotência, mas a fatura já está vindo para eles, olha a situação econômica dos E.U.A.

Elcio disse...

A paz do senhor!!!Pr. Carlos Roberto e visitantes deste conceituado blog. No primeiro post
fiz o meu comentário e com este segundo post quero fazer minhas considerações finais a respeito deste. A IGREJA DE CRISTO...deste a sua fundação teve bons e maus obreiros e por que não dizer até controvérsias... e paradoxos...
como o apóstolo Paulo mesmo escreveu em filipenses cap.1.14-18
Verdade é que também alguns pregam a Cristo por inveja e porfia, mas outros de boa vontade;
Uns, na verdade, anunciam a Cristo por contenção, não puramente, julgando acrescentar aflição às minhas prisões.
Mas outros, por amor, sabendo que fui posto para defesa do evangelho.
Mas que importa? Contanto que Cristo seja anunciado de toda a maneira, ou com fingimento ou em verdade, nisto me regozijo, e me regozijarei ainda.
Porque sei que disto me resultará salvação, pela vossa oração e pelo socorro do Espírito de Jesus Cristo,
Filipenses 1:15-19. Porém amados cabe a nós termos discernimento, da IGREJA DE CRISTO separando o trigo do Joio,as ovelhas dos bodes, os lobos dos pastores e etc... pois nem todos que dizem Senhor, Senhor herdará o reino do céus... fiquemos na defesa do evangelho que é poder de Deus para todo aquele que crê... em meios a tantos problemas internos
da grei que possamos ser como os lírios dos vales embora em meio ao pântano continuemos com as nossa vestes lavadas no sangue do cordeiro, para que não venhamos a apostatar da fé e ficarmos confundido sem saber para onde ir, com nosso irmão em foco. Que Deus abënçõe e oremos porque não?pelo nosso irmão Gondim
!!! Um forte abraço Pastor Elcio Brandão AD.V.bela - SP

edna disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
edna disse...

Caro Pr. Carlos Roberto.

Este é o fim de todos os homens que tira os olhos de Deus e passa a olhar para o homem.
Ele olhou pra si próprio e se perdeu. Que pena...Vamos orar por toda a igreja, é tempo difícil, é só o começo do fim.

Paz do Senhor Jesus a todos....

Anderson Andujar disse...

Concordo com o senhor pr. Carlos Roberto.
Mesmo em face dos rumos que o "movimento evangélico" tem tomado e dos quais eu concorde, em boa parte, com o Gondim, acredito que é possível ainda fazermos parte desse cenário como bons cristãos e não nos contaminarmos.
A imagem abaixo traduz bem essa realidade:

http://blogdoandujar.webs.com/porco%20de%20botas.jpg

Abraços. Em Cristo...

Paulo Cézar de Lima disse...

Pr. Carlos Roberto

Saudações em Cristo.

Entendo a revolta do pastor Ricardo Gondin, e confesso que estou vivendo a mesma situação, pois vejo o crescente interesse ministerial e financeiro de muitos lideres, porém o artigo ora escrito me fez ver que apesar de tudo o que vem acontecendo no meio evangélico ainda existem os 7 mil que ainda nao se dobraram a baal, e que, tudo o que acontece é o cumprimento da palavra de Deus.

Que Deus te abençoe por esta palavra, confesso que fui motivado através de seu artigo.

Pb.Paulo Cézar de Lima

JOELSON GOMES disse...

Pr. Carlos, dos blogueiros e comentadores que escreveram sobre esse assunto o senhor é de londe o mais lúcido. Deus o abençoe pelo seu posicionamento. Precisamos de pessoas cristãs na liderança das igrejas como o senhor. Vi muitos atacarem Gondim, sem nem saber o que estavam dizendo, não têm 10% da cultura bíblica do Gondim. Concordo com tudo que ele fala? Não. Mas suas palavras sobre o movimento dito evangelico são verdadeiras. Em meu blog faz três anos que na minha descrição eu digo: "não sou evangelico". Deus oa ebnçoe sempre.

disse...

Muito bom seu artigo meu querido. assino todas as folhas. Como sempre muito coerente. Paz!

Pr. Luiz Fernando disse...

Prezado colega Pr. Carlos Roberto,
primeiro quero lhe parabenizar pela imparcialidade, equilíbrio e coragem. Entendo a angústia do Gondim e sei que ele não fez esse rompimento de ontem para hoje, mas veio delineando tal atitude a bom tempo. Creio que não teria outro caminho a seguir diante de suas posturas últimas. O nosso meio ainda não está pronto para conviver com mentes como a do Gondim. Ele ainda é um referencial como pensador evangélico no Brasil. Como muitos já disseram e afirmaram não concordo com vários de seus pensamentos, mas ainda o vejo como um referencial. Sim, devemos orar por ele e por toda liderança evangélica no Brasil. É dai que partem as tendências em nosso meio. Que sejamos achados íntegros naquele dia.
Um forte abraço.
Em Cristo,
Pr. Luiz Fernando
MINISTÉRIO FORÇA PARA VIVER

Anônimo disse...

Amado Pr. Carlos Roberto,

A Paz do Senhor.

Seu bom senso é altamente recomendável. Parabéns!

Não sei dizer ao certo, com quem o Pr. Ricardo Gondim rompeu. Ao que me parece, ele demontra através da indignação, um rompimento com o "MOVIMENTO EVANGÉLICO" por causa dos que "SE DIZEM EVANGÉLICOS". Posição que entendo não ser correta. Mas, se rompeu apenas com os que SE DIZEM EVANGÉLICOS, concordo, pois tem base bíblica para se afastar de todos que se dizem irmãos, sem ser.


Estou certo que todos nós precisamos romper, com essas praticas denunciadas no tal "Movimento Evangélico", citado por Pr.Gondim; não necessariamente deixar o seguimento ou denominação, mas não compactuar com as praticas abomináveis aos olhos do senhor, que a cada dia surge no nosso meio.

Um forte abraço.

Pastor Edinaldo Domingos

semeadores disse...

Pr. Carlos, confesso ser um dos que interpretou o primeiro texto do senhor sobre o Pr. Gondim como pedindo oração por ele de forma a "menospreza-lo". Ficou claro pra mim, em sua segunda postagem, que este não foi o intuito e que tanto ele como todos nós que fazemos parte da igreja brasileira carecemos de oração. Sou grato a Deus pela sua vida e quero dizer que sempre quando leio as respostas do senhor, por conta da sua postura de humildade aprendo a ser mais crente e acreditar em líderes sinceros em nosso meio. Grça e Paz seja com o senhor.

Anônimo disse...

Caro Pr. Carlos,

Paz e Bem!

Parabéns pela sua opinião inteligível. Me arrisco dizer que, com tristeza, foi a única fonte em sobriedade, respeito e imparcialidade presente na blogosfera denominada cristã acerca do assunto (Se há outra que se manifeste).
Parece que em nosso meio há o prazer de se denegrir a imagem das pessoas que pensam diferente. Isso devia passar longe de nós. Mas alimentamos, nutrimos e expomos os sentimentos mais sórdidos e anticristãos em nome de Cristo.
Que Deus lhe abençoe e que pessoas aprendam com o senhor o benefício do respeito ao próximo.

Um abraço,

M.O.ORio de Janeiro – RJ

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...