quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Evangélica é capa da Playboy e justifica: "profissão e religião são áreas diferentes".

Aline Franzoi

A paulistana Aline Franzoi, 21 anos, é a capa deste mês da revista Playboy. Ela ficou conhecida como uma das primeiras “ring girl” do Brasil, nome das meninas que erguem as plaquinhas nos intervalos das lutas do UFC.

Curiosamente, o material de divulgação anuncia que a modelo, estudante de direito e ex-garota do octógono é “a primeira evangélica a posar nua” para a versão brasileira da Playboy. Aline congrega na Assembleia de Deus, denominação conhecida durante muito tempo por sua rigidez em relação à vestimenta e ao corte de cabelo das mulheres.

Modelo há seis anos, Aline usou seu perfil no Facebook para se justificar, sabendo que será criticada pelos evangélicos: “Para a questão RELIGIÃO que saíram em manchetes dizendo “Evangélica”, esta será a primeira e única vez que falarei, somente para que entendam. Em nenhum momento fiquei enfatizando minha religião em trabalhos e nunca quis vincular informações desta maneira, pois são áreas diferentes!”, escreveu.

Em entrevista ao jornal Extra, declarou: “Estou bem segura e feliz quanto ao resultado das fotos… Meus familiares e namorado adoraram! Estamos super felizes”. A “temática” do ensaio que chega às bancas nesta terça-feira é justamente o MMA.

Ela já havia posado para a revista VIP este ano e anunciou que nunca posaria nua. Em entrevista ao UOL, declarou “Sou evangélica e uso meu Facebook para dizer o quanto Deus foi e é poderoso em minha vida. E, afinal, o que tem de errado? É muito relativo o que é certo e errado, concilio não só essa nova carreira, como a carreira de modelo também, pois, na minha concepção, Deus olha o nosso coração e a nossa intenção”.
“Ninguém consegue derrotar aquele que DEUS escolheu pra vencer!”, escreveu ela neste domingo em seu perfil no Facebook, após anunciar que está “super satisfeita” com as fotos.
Com mais de 1,2 milhão de exemplares, a campeã de vendas da história da “Playboy” no Brasil é Joana Prado, que vivia na TV a personagem Feiticeira. Após se casar com o lutador de MMA, Vitor Belfort, Joana tornou-se evangélica. Outras ex-coelhinhas também se converteram após terem posado para a revista e, de maneira quase unanime, apontam esse fato como um grande arrependimento.
Com informações Extra e Folha de SP Via Blog da Rô
Meu Comentário:
SEM COMENTÁRIOS - Simplesmente lamentável

3 comentários:

Anônimo disse...

É meus amados, vivemos em um mundo pluralista e relativista, onde muitos marcham para o abismo eterno com argumentações persuasivas no meio de uma sociedade com valores invertidos e que pensa somente no seu eu. Deus nos livre desse mal que tem influenciado e contaminado a igreja de Cristo na atualidade.

Nosso foco, antes de tudo, deve ser o céu de Glória, haja visto que, a eternidade é logo ali e não é conto de fadas.
Shalom

Pr Ricardo Toledo AD Min Taubaté

Anônimo disse...

NÃO AMEIS O MUNDO, NEM O QUE NO MUNDO hÁ, PORQUE QUEM AMA O MUNDO O AMOR DO PAI NÃO ESTÁ NELE...
INFELIZMENTE, FALO COM TODO AMOR E CARINHO, ESSA MOÇA É MAIS UMA PESSOA DESVIADA DOS CAMINHOS DO SENHOR, SE QUISER CONQUISTAR A SALVAÇÃO PRECISA VOLTAR LOGO PARA O CAMINHO.
EV. JONAS PAULO
AD SÃO JOSÉ SC

Anônimo disse...

AMADOS EM CRISTO,PODE SER QUE O PASTOR DESTA MOÇA NAO DE CONTA DA DECISAO PESSOAL DA MESMA E NEM ESTA AI POIS O DIZIMO DEVE SER GRANDE!,E POR CIMA ESTAO ENCHOVALHANDO O NOME DA GLORIOSA IGREJA DE CRISTO A ASSEMBLEIA DEUS,INFELIZMENTE HOJE TEM IGREJA PARA TODOS OS GOSTO MENOS PARA ADORAR A DEUS!!!, QUE PENA!!!,EU SOU PR.ISAIAS CONCEIÇAO AD. BELENZINHO SEDE SP. JESUS ESTA VOLTANDO!!!!!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...