segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Marco Feliciano insatisfeito com a falta de posturas do PSC pode fundar partido


Antes do fim do prazo para a data limite dos políticos que desejavam mudar de partido para concorreram nas eleições de 2014, Marco Feliciano (PSC-SP), foi assediado por PTB e PR.
Acabou ficando no Partido Social Cristão e deve concorrer de novo a deputado federal, embora já tenha surgido boatos que poderia tentar uma vaga no Senado. Houve quem cogitasse ele sair candidato a presidente, mas seu partido lançou o nome de Everaldo Pereira.
Segundo a coluna Radar, da revista Veja, o plano agora é fundar seu próprio partido. Insatisfeito com a clara falta de ideologias e posições dos políticos brasileiros, ele pode tentar criar a 33º sigla do país. Em 2013, o TSE autorizou a criação de dois novos partidos – PROS (Partido Republicano da Ordem Social) e SDD (Solidariedade). A Rede Sustentabilidade, de Marina Silva, não conseguiu permissão.
Feliciano é incisivo: “Se a coisa continuar como está hoje, eu fundo um partido de direita. Olha em volta e me diz: onde está a direita aqui, onde está a posição, os evangélicos mesmo? Ninguém sabe o que cada um defende, no que acredita”. Contudo, não há nenhum movimento oficial nesse sentido.
Parte da chamada “bancada evangélica”, Feliciano sabe que seus membros pertencem a vários partidos, algunsapoiam o governo Dilma e outros se opõem. Eles só votam “em bloco” quando a questão envolve alguma questão que contrarie os princípios cristãos.
Fonte: Gospel Prime

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...