quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Por que as mulheres "cristãs" estão assistindo "50 tons de cinza"?


Ser seletivo com o que ver e ouvir não tem nada a ver com o legalismo; tem tudo a ver com sabedoria.


A verdade inevitável é que muitos estão se tornando insensíveis. Quando o Espírito Santo já não preenche corações e mentes com uma paixão pela pureza e santidade, há uma falta geral de convicção.

O compromisso nesta área pode ser bem ilustrado através de uma história que ouvi anos atrás.

Esquimós do árido Norte, muitas vezes matam lobos, tomando uma faca afiada e mergulhando-o em sangue. Eles deixam que o sangue congele na lâmina. Em seguida, eles enterram o cabo da faca na neve com a lâmina exposta. Como o lobo começa a lamber a lâmina, a língua torna-se dormente e insensível devido ao frio. Como ele continua a lamber, sua língua começa a sangrar, e ele lambe ainda mais rápido, sem saber que está consumindo o seu próprio sangue e lentamente se matando.

Com o tempo, os esquimós voltam e trazem para casa o animal morto.

Da mesma forma, o inimigo nos entorpece através do compromisso. Dentro de pouco tempo, nós, como os lobos, não percebemos que estamos a morrer - e morrendo espiritualmente. O inimigo nos dessensibiliza até que ficarmos dormentes para as coisas de Deus.

Uma famosa frase ressoa com clareza para nós ainda hoje: "Nem toda a água no mundo, não importa quanto ela tente, nunca poderá afundar um navio a menos que entre dentro dele. Toda a má influência do mundo, não importa o quanto ele tenta, nunca pode afundar a alma de um cristão a não ser que ela entre lá dentro."

A maior batalha que iremos sempre lutar é a que acontece dentro de nós. Nossa mente é o lugar onde a batalha é ganha ou perdida: "Como um homem pensa em seu coração assim ele é" (Provérbios 3.27). Gálatas 5.17 diz que o Espírito nos dá desejos que são opostos ao que a nossa natureza pecaminosa deseja, e que estas duas forças estão constantemente lutando umas contra as outras.

Como resultado, nossas escolhas são raramente livres deste conflito. Não se assuste. O fato de que há uma luta confirma o valor do nosso compromisso com Cristo e Seu padrão de santidade.

Há uma tendência muito preocupante em direção ao compromisso moral na igreja evangélica. Eu testemunhei imagens pornográficas em sites cristãos, clipes de filmes questionáveis ​​durante sermões em PowerPoint e jovens pastores falando de seus programa de TV favoritos que são sexualmente carregados, tudo sob o disfarce da "relatividade" da cultura.

Muitos estão se afastando de Cristo, não porque Ele falha com eles, ou porque a Palavra de Deus revela-se falsa, mas por causa do amor a este mundo (que é gratificante para carne). Não podemos ignorar a gravidade deste problema. Jesus disse que as preocupações e desejos deste mundo, juntamente com a sedução das riquezas, entram e sufocam a Palavra de Deus, tornando-a infrutífera (cf. Mc 4.19).

A paixão que já tivemos pela pureza da Palavra de Deus pode ser facilmente trocado pelos poluentes do mundo. Por esta razão, aproveito cada oportunidade de escrever ou falar sobre como fazer escolhas sábias de entretenimento. O que nós colocamos em nossa mente afeta nosso relacionamento com Deus em um nível muito profundo.

1 João 2.15-17 diz: "15 Não amem o mundo [a mentalidade dele] nem o que nele há. Se alguém amar o mundo, o amor do Pai não está nele. Pois tudo o que há no mundo — a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a ostentação dos bens — não provém do Pai, mas do mundo. O mundo e a sua cobiça passam, mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre."

O que vimos e ouvimos afeta o coração, é impossível separar os dois. Se queremos ter como nosso objetivo conhecer a Cristo mais pessoalmente, se gostaríamos de pregar a Cristo de forma mais poderosa. Por exemplo, se um pastor (ou líder cristão) enche sua mente com o mundo durante toda a semana e espera que o Espírito de Deus fale ousadamente por ele a partir do púlpito, ele vai está redondamente equivocado. E.M. Bounds disse: "O sermão não pode subir as forças vivificantes acima do homem. Os homens mortos geram sermões mortos e sermões mortos matam. Tudo depende do caráter espiritual do pregador".

Os cristãos carnais dão a Deus o "que lhe é devido" (algumas horas no domingo), mas esquecem-se ao Seu chamado para "sair do meio deles (o mundo) e ser separado." Cada dia da semana o mundo está influenciando você? Em que sua dieta mental consiste? Com quem você sai? O que e quem, você ouve? O seu coração está definido para as coisas de Deus ou para a influência do mundo? Um simples olhar rápido de seus "curtis" e posts no Facebook revelam o que você tem realmente dado valor.

Compromisso também engana. Tiago 1.22 nos lembra que se ouvirmos a Palavra de Deus sem obedecê-la estamos enganando a nós mesmos ... estamos enganados. O poder da Palavra de Deus está na aplicação. Além dos não cristãos, são os cristãos que estão se assistindo aos filmes  repletos de cenas sexuais explícitas e violentas que as deixam no "Top 10", ao não aplicar a pureza em suas vidas. São os cristãos que são viciados em pornografia que estão fomentando a indústria deste tipo de filmes.

Não podemos amar a Cristo e este mundo. A carnalidade destrói nosso relacionamento com Cristo e a genuína comunhão com outros crentes. Destrói nossa vida de oração também. O cristão carnal não ora, não adora, nem busca realmente o coração de Deus. A vida de oração profunda expõe fachadas e esmaga a hipocrisia. A carnalidade também destrói o poder espiritual e impede o enchimento do Espírito. Ela também afeta a nossa vida em casa. Em suma, tudo o que Deus nos chama a ser está comprometido.

Ser seletivo com o que ver e ouvir não tem nada a ver com legalismo; mas tem tudo a ver com sabedoria. Devemos reconhecer o que glorifica a Cristo e o que claramente não e em seguida, escolhamos viver de acordo. A graça não nos isenta de responsabilidade. Nós, na verdade, vivemos sob um padrão mais elevado quando a graça orienta nossas decisões, não as regras.

Não se trata de seguir regras. Deixe sua liberdade em Cristo, e um relacionamento com Ele, orientá-lo. Todos nós já assistimos materiais questionáveis e fizemos escolhas erradas; não vivemos pesarosos por isso. Mas não justifiquemos o comportamento errado ao pensar que Deus não se importa com o que você vê ou ouve, Ele sem importa sim. Devemos servir e amar a Deus com a nossa mente. (Ver Romanos 7.25.).



(*) Shane Idleman é o autor da série de livros "What Works" e do  "One Nation Above God"

Publicado no Charisma News
Tradução Notícias Cristãs

Um comentário:

Francisco. O Apologista disse...

A Grande Babilônia conseguiu levar muitos pseudos pastores para si, só que continuam usando o nome cristão e enganado a muitos. Saiam fora enquanto é tempo - maçonaria, não sejam com as virgen insensatas. Que não tem nada have, e muitos que se dizem cristão agindo pior que o mundo, na realidade é joio, não são os sinais que definem se é cristão e sim o fruto, o carater, a sua fidelidade.
pois todas as nações beberam do vinho da fúria da sua prostituição. Os reis da terra se prostituíram com ela; à custa do seu luxo excessivo os negociantes da terra se enriqueceram".
Então ouvi outra voz do céu que dizia: "Saiam dela, vocês, povo meu, para que vocês não participem dos seus pecados, para que as pragas que vão cair sobre ela não os atinjam!
Pois os pecados da Babilônia acumularam-se até o céu, e Deus se lembrou dos seus crimes.

Apocalipse 18:3-5

Deus te abençoe

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...