terça-feira, 17 de março de 2015

Cunha diz que vai arquivar pedidos de impeachment contra Dilma

Deputado Eduardo Cunha

Os pedidos de impeachment que chegaram na Câmara Federal serão arquivados pelo presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB), que não acredita que esta é a solução para os problemas do país.
“Efetivamente, da nossa parte, não tem guarida para poder dar seguimento até porque entendemos que esta não é a solução”, disse Cunha nesta segunda-feira (16), um dia após mais de 1 milhão de pessoas tomarem as ruas das principais capitais do país pedindo a saída da presidente Dilma Rousseff.
“Entendemos que temos um governo que foi legitimamente eleito e que, se aqueles que votaram neste governo se arrependeram de terem votado, isso faz parte do processo político. E não é dessa forma que vai resolver”, argumentou o parlamentar.
Apesar do clamor das ruas, o peemedebista – que é o terceiro na linha de sucessão da Presidência – não vê motivos para a saída da presidente e afirma que é necessário buscar formas que ajudem o governo a encontrar o que a sociedade deseja.
Cunha aproveitou para comentar a fala dos ministros José Eduardo Cardozo, da Justiça, e Miguel Rossetto, da Secretaria-Geral da Presidência, que tentaram defender o governo na TV após os protestos. Para o presidente da Câmara a participação dos ministros foi um “desastre”, pois eles não apresentaram projetos para responder o desejo do povo por menos corrupção.
“Não vi ninguém nas ruas pedir reforma política, vi pedir reforma de governo. Não vi ninguém nas ruas dizendo que o financiamento empresarial é o problema”, rebateu Cunha.
por Leiliane Roberta Lopes
Com informações Yahoo via Gospelprime

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...