sábado, 4 de abril de 2015

Por que tantos Líderes da Igreja e Doutores em teologia estão caindo em adultério?


Porque é que pessoas com doutorado em teologia estão lutando contra "pecados de nível graduado", gente com "conhecimento de gramática" na escola de Deus?

Para o Pastor e teólogo John Piper, isso se resume a uma resposta sucinta:

Eles não conhecem a Deus.

Se alguém vive realmente no amor do Criador do universo, e não focado em satisfazer suas próprias necessidades, seja ele ou ela, não irá cometer adultério.

John Piper completa ainda:

"Você pode estudar teologia 10 horas por dia durante 40 anos, e ainda assim não reconhecer que Deus é lindo, totalmente satisfatório, o maior tesouro de sua vida." Considerando o modo, e o quanto o diabo sabe a respeito de Deus, vai ele se preocupar com o conhecimento que você tenha sôbre o Eterno? (Charismanews)

A Bíblia diz: "Conheçamos e Prossigamos em conhecer ao Senhor" Oséias 6: 3a

Conhecer sôbre Deus e seus atributos é uma coisa, conhecê-lo de verdade, somente através de uma conversão genuína, comunhão, intimidade, viver e caminhar com Ele, uma atitude contínua e seqüencial que não deve e nem pode ser interrompida.

Se houver rupturas nesse relacionamento, imediatamente estaremos sujeitos às setas do inimigo, afinal ele está sempre vigilante e atento para nos atacar.

"Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais." Efésios 6: 12 

Por mais que queiramos justificar e relativizar essa terrível questão que atormenta a Igreja da nossa geração, quando tantos líderes vivenciam problemas conjugais, que se desencadeiam quase sempre em separações e divórcios, com o agravante de um novo casamento, não há como esconder que está faltando intimidade com Deus e com a sua inerrante Palavra.

Sou consciente de que essa lavra é dura, mas pertinente e necessária, a priori para eu mesmo, e por isso o faço com amor, mas também muito temor e tremor, para que não esqueça dessa realidade.

Um líder que passa por uma situação como a que me refiro, por mais que existam justificativas e reconhecimento por parte da congregação que pastoreia, via de regra, salvo raríssimas excessões, fica desqualificado para tratar de casos conjugais semelhantes e ou similares dentro do seu rebanho, e o diabo sabe bem disso, tanto que passou a bombardear as investidas dessas tentações no ministério da Igreja.

"Ninguém despreze a tua mocidade; mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, no amor, no espírito, na fé, na pureza."

Assim que vem à tona qualquer caso de infidelidade, adultério, separação e ou novo casamento na vida do líder e este continua exercendo as mesmas atividades à frente da Igreja como se nada tivesse acontecido,  começam a "pipocar" vários casos similares no meio da congregação e até mesmo na vida de outros obreiros auxiliares, e não há mais quem possa tratar, justamente porque aniquilou-se a "autoridade espiritual" para tais aconselhamentos, valendo aí o adágio popular; "por onde passa um boi, passa uma boiada".

A questão é de ordem espiritual, e após o líder, o rebanho é atingido. Como consequência de um acidente de percurso dessa natureza, o pensamento dominante passa a ser o seguinte: se a autoridade maior do ministério não conseguiu solução para o seu problema, não sou eu quem conseguirá, logo a concretização de um divórcio e um novo casamento  é a solução mais prática e aceitável.

O inimigo é o primeiro a saber que nas Igrejas atingidas por esse problema, o combate contra esse tipo de pecado fica nulo de pleno direito, pelo menos do ponto de vista humano.

Sempre que alguém abordar o tema à luz da Palavra de Deus não será bem visto, pois estaria afrontando ou confrontando a liderança. Em suma, não se tocará mais neste assunto nessa igreja.

Pensemos:

Como é que o diabo vê isso, como é que Deus vê isso?

  • Infelizmente uns não podem mais falar porque já são vítimas da própria situação,
  • Outros não falam para não atingirem amigos, superiores ou liderados envolvidos e,
  • Outros não falam com medo de virem a se envolver em situação semelhante futuramente.

Meu Deus, o que está acontecendo com a Igreja? Me parece que a coisa ficou do jeito que o diabo gosta?

Amados, sejamos líderes ou liderados, doutores ou leigos; vigiemos, oremos e lutemos para conhecer verdadeiramente o Senhor e vivermos conforme a sua Palavra. 

"Todavia, aos casados, mando, não eu, mas o Senhor, que a mulher se não aparte do marido. Se, porém, se apartar, que fique sem casar ou que se reconcilie com o marido; e que o marido não deixe a mulher" (I Co. 7:10-11).

"A mulher casada está ligada pela lei todo o tempo em que o seu marido vive; mas, se falecer o seu marido, fica livre para casar com quem quiser, contanto que seja no Senhor." (I Co. 7:39).

Este artigo não foi escrito como afronta ou ferramenta de acusação a quem quer que seja, mas como constatação de uma seta maligna lançada contra a Igreja, contra a qual precisamos estar atentos e vigilantes.

Portanto, oremos, sejamos vigilantes, cuidemos de nós mesmos, do nosso casamento, enfim, da nossa família e acima de tudo, conheçamos mais a Deus.

"Assim, aquele que julga estar firme, cuide-se para que não caia." I Cor. 10: 12

Tenha o Eterno misericórdia de nós!



30 comentários:

Moisés Jacob disse...

Pastor Carlos a paz do Senhor!
Digo que vivemos nos últimos dias e em nossas igrejas estão cheios de "homens" amantes de si mesmo, procurando seus próprios interesses pessoais e esquecendo dos ensinamentos de Jesus, estes são os verdadeiros Hipócritas e Fariseus do seculo 21, me lembro de um ditado popular que diz: "Faça o que digo, e não faça o que faço" Pregam tanto contra adultero, mas não vigiam. Aqui no nordeste a Assembleia de Deus do qual faço parte, lutam para preservar os costumes e cultura que os Suecos impuseram a nós, mas esquecem do que o Senhor requer de nós... Fidelidade. Os lideres seja de igreja for, se acham intocáveis pela cobiça, adultero, e traição e esquecem do que o apostolo Paulo disse: "E dizendo: Senhores, por que fazeis essas coisas? Nós também somos homens como vós, sujeitos às mesmas paixões, e vos anunciamos que vos convertais dessas vaidades ao Deus vivo, que fez o céu, e a terra, o mar, e tudo quanto há neles;" Atos 14:15 Isto acontecem quando deixamos de seguir os ensinamentos de Jesus e começamos a seguir os homens, eles caem e junto com eles uma multidão de seguidores. Que o Senhor tenha misericórdia de nós! um abraço.

Ester Miceno disse...

Assim, aquele que julga estar firme, cuide-se para que não caia.

Via Facebook

Osvaldo Asafe disse...

Falta de temor de Deus, sem respeito a si mesmo e a sua família e os fieis e impunidade.
Considero que caso estes lideres estejam em situações como estas deveria de certa forma passar por algum tipo de punição.
É fácil ser jovem casar com uma garota linda, magra, com toda saúde; mas com o passar dos anos vem chegam os filhos, mudança de peso, baixa estima... Então é fácil, procurar deleites novos, ou divorciar daquela que dedicou todos os seus dias a homens como estes, que se casa com outra novinha.
Outro caso é a falta de dialogo nos lares, a tempo para: televisão, whatsapp, facebook e outras redes sociais.
Acredito que a soluções: O lideres das convenções elaborarem um material de curso de casais específicos para lideres e doutores, outro ponto seria um debata, palestras ou votação em uma AGO, sobre uma punição exemplar a estes lideres, mantendo nossos púlpitos como verdadeiros exemplo de integridade.
Digo ainda, podemos termos pessoas mais cultas; templos mais belos, melhores padrão de vida, mais o evangelho de Cristo deve ser o mesmo.
A anos atrás íamos a campo evangelizar, ganhávamos almas e por meio do Espírito Santo, tínhamos uma identidade, todos conhecíamos como Cristão, mas atualmente chego a pensar que a igreja tenta parecer com o mundo em vários aspectos, principalmente nas vestes, não sei se para que os novos convertidos se sintam bem em nosso meio ou a falta de pudor, e de um verdadeiro Cristianismo, se Cristo é o mesmo o que tem acontecido com a igreja.

Abraço na paz do Senhor.

Pr. Osvaldo.
Via Facebook

Antônio Carlos Catapano, Pr. disse...

Estão caindo em adultério ou estão sendo delatados?

Via Facebook

Deivson Sampaio Costa disse...

Estamos vendo apenas a materialização daquilo que já esta no coração à muito.

Via Facebook

Elias Cunha disse...

Porque cometeram um pecado ainda mais grave antes, o da soberba.
Deus da graça ao humilde mas resiste o soberbo.

Via Facebook

Pr. Edilson Siqueira disse...

Caro Pr Carlos, parabéns pela postagem!
Oportuna, pertinente é necessária. É tempo dos ATALAIAS tocarem as trombetas, e dos "JOÕES BATISTAS" clamarem, nem q seja no deserto e mesmo q percam as cabeças.
Fique na Paz

Lídia Fernandes disse...

Meu querido Pr. Carlos

A paz do Senhor

Concordo com o,irmão em gênero, número e grau.
Realmente está situação está se alastrando dentro da denominação Assembleia de Deus como erva daninha, infelizmente.

Segundo Jesus essas coisas de relacionamento conjugal acontecem devido a dureza do coração do homem.
Meu amado, o vírus luciferiano do orgulho tem dominado as mente de maneira assustadora, misericórdia!

Falta humildade. Como bem escreveu o irmão inspirado pelo Amigo, falta relacionamento com Jesus, intimidade com Ele, passar tempo em oração.

Estamos passando tempo com reuniões seculares para tratar de assuntos matérias relacionados com a igreja organização, enquanto descuidamos da nossa vida espiritual para lidar com a Igreja Corpo.

Outra coisa que tenho observado: quando uma pessoa peca por imoralidade não há (pelo menos até onde conheço) um grupo de pessoas de oração e da palavra para acompanhar aquele que fracassou, orando e acompanhado semanalmente, procurando com a ajuda do Espírito Santo, trabalhar aquela área vulnerável naquela vida.

O,que acontece, via de regra, é que a pessoa passa pela disciplina e depois volta à comunhão da igreja muitas vezes sem estar curado, ainda com a brecha aberta. Dai, para uma nova queda é somente um sopro do inimigo.

Deus tenha de nós misericórdia e como nós diz a Palavra: " AQUELE, POIS, QUE PENSA ESTAR EM PÉ, OLHE, NÃO CAIA". (1 Corintios 10.12)

Um grande abraço da sua conserva em Cristo e mãe dos joelhos.

Lídia Fernandes - via e-mail

Roberto Amâncio, Pr. disse...

Amém meu querido, está feia a situação.
Abominação no lugar santo.
Oremos para nos conservarmos íntegros.
Abraços

Celso Samuel disse...

A falta do espírito Santo em nossas vidas faz com quer caiamos nessa situação.

Só com oração e leitura da palavra diariamente é que iremos conseguir alegrar o espírito Santo do Senhor.

A paz, meus irmãos!

.

João Moreno, Pr. disse...

Discordo um pouco do artigo. Davi conhecia a Deus, e caiu. Não é falta de conhecimento sobre Deus, mas sim, de outros fatores como: falta de vigilância. Arrogância. Fuga do foco primário na obra de Deus. Andar cercado de muitas mulheres, longe da esposa, etc, etc.

Via Facebook

Maria de Souza Marques disse...

É porque nao estão vigiando.

Via Facebook

Aírton Mendonça disse...

Perderam o temor e só querem coisas materiais.

Via Facebook

Urias Costa, Pb. disse...

Excelente texto!

Como diria meu Amigo Pr João Lucas Filho: "o problema começa quando a pessoa brinca de se amarrar; brinca de se amarrar, depois fica amarrado igual Sansão ".

Isso nos faz refletir profundamente, e nos faz entender que o diploma ou posição, cargo ou função de nada adiantam se não houver oração e vigilância.

Via Facebook

Ester Miceno disse...

Parabéns pelo texto, veio em boa hora ninguém gosta de falar sobre esse assunto.

Via Facebook

Iraci Santos disse...

É muito triste, é melhor morrer.

Via Facebook

Marly Lima disse...

É realmente muito triste.

Via Facebook

José Moacir Matos disse...

São mortos espirituais levando o rebanho ao inferno. Lamentável!

Via Facebook

José Carlos Da Silva Carlos disse...

Tem que se converter totalmente, porque isso é obreiros convencidos e não convertidos. Amém.
Via Facebook

José Roberto Melo, Pr. disse...

Meu pastor, tudo porque são carnais e dão lugar ao Diabo. Isso é falta de caráter e comunhão com Deus, e se não se arrependerem-se vão pro inferno e todos e qualquer que seguem seus caminhos.
Via Facebook

Osvaldo Asafe disse...

Agradeço ao nobre Pr. Carlos por compartilhar um tema de suma importância no contexto atual.

Via Facebook

Clayton Quina disse...

Caro Pastor, nada nasce grande,em algum momento nasceu no coração e foi sendo alimentado ate chegar no ato,conhecer,saber e o estudo da teologia não nos blinda em relação ao pecado, vigilância e oração constantes!
Via Facebook

Otoniel Martins de Oliveira disse...

É meu querido Pastor Osvaldo...

Pensamos da mesma forma. O corporativismo, o favoritismo, o clericalismo grassam as instituições religiosas, por causa do materialismo, do mundanismo desenfreado tomando conta da organização. Por se multiplicar a iniquidade o amor de quase todos se esfriará.

O Organismo está incontaminado...Bom frisar esta verdade.
Via Facebook

Osvaldo Asafe disse...

Agradeço ao nobre Pr. Carlos Roberto Silva, por compartilhar um tema de suma importância no contexto atual. E ao nobre pastor Otoniel Martins de Oliveira, por complementar e ratificar esta nossa dissertação. A paz do Senhor.
Via Facebook

Ramiro De Oliveira Machado disse...

Se os obreiros, sejam eles de qual cargo sejam, tem que ser exemplo para o rebanho nos vemos hoje em dia péssimos exemplos a serem seguidos. E ainda tem alguns que ficam surpresos com a quantidade crescente de crentes somente nominais, ou seja, que não pertencem a nenhuma denominação, os chamados "desigrejados" que são o grupo evangélico que mais cresce no Brasil.

Por causa dessas coisas que quando se faz o apelo nas Igrejas, tudo o que ouvimos é o silêncio, ao invés de um choro contrito de um coração arrependido em busca de Deus.

Hoje em dia se um ou dois aceitam a Jesus em uma Igreja já é motivo de festa, o Evangelismo caiu no esquecimento, crente não carrega mais Bíblia, dá mau testemunho, briga com vizinho, com o irmão da Igreja e ainda estamos surpresos com esse estado de coisa.

Me sinto muito mal em ver homens que deviam conduzir o rebanho a Cristo flertarem com a corrupção e o adultério enquanto punem as ovelhas pelos mesmos pecados que cometem sem darem frutos de arrependimento.
Via Facebook

Sebastião Pimenta disse...

Eu ia falar, mas diante do que o Sr Ramiro de Oliveira Machado falou, não tenho palavras, ficaria aqui elogiando ele linha por linha.

Graça e paz, como o sr. sempre frisa Pr Carlos Roberto Silva, oremos!
Via Facebook

Hermese Geovana Oliveira disse...

Conhecimento não torna o homem um super homem todos estão sujeito ao pecado infeliz é o qual q se acha invencível , sempre temos q reconhecermos nossa dependência a Deus.

Via Facebook

PR CRISTALINO disse...

ME LEMBRO DE UM TEMPO EM QUE QUANDO DIZIAMOS QUE ERAMOS CRENTES, ERA MOTIVO PRA PENSAREM QUE ERAMOS VERDES DE BOLINHA ROXA, COM O PASSAR DO TEMPO, SE TORNOU COMUM SER EVANGELICO; MAS A PREOCUPAÇÃO DESPREOCUPADA DE ALGUNS LIDERES TORNOU BANAL O FATO DE SER CRISTAO, ONDE MUITOS LIDERADOS QUE SE TORNARAM LIDERES DE CIMA DO MURO, E ESTES TROUXERAM UM "NOVO" EVANGELHO DE FACILIDADES E COM ISSO A GUERRA CONTRA O PECADO FICOU EM SEGUNDO PLANO, ENTRANDO ASSIM O RELATIVISMO NA IGREJA; E AO MESMO TEMPO UMA CERTA IDOLATRIA AOS TEÓLOGOS E DOUTORES DA LEI, QUE MUITAS VEZES SÃO OBREIROS E LIDERES EM CIMA DOS PULPITOS.

Cristalino Raquel disse...

II TIMOTEO 4:3-4 Porque virá o tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo grande desejo de ouvir coisas agradáveis, ajuntarão para si mestres segundo os seus próprios desejos, e nao só desviarão os ouvidos da verdade, mas se voltarão às fábulas.
Via Facebook

Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

Caro pr. Carlos Roberto,

Paz amado!

Excelente postagem com afinidade plena as orientações de Deus.

Há no momento uma acomodação aos fatos ocorridos em diversos locais com a aceitação de grande maioria.

Conheço alguns fatos e os identifico como mostras do que está por vir.

É grande a dificuldade na manutenção de um casamento sem a presença primordial de Deus em nossas vidas.

A fraqueza humana conseguiu com a tecnologia vencer portas de todos os tipos em detrimento da moral.

Muitos se perdem por terem perdido o ALVO e escolhem através do Lívre Arbítrio os desejos da carne.

Triste o que está ocorrendo, e pior, o que se move diante de nossos olhos para a desgraça da família.

Toquemos a Trombeta como atalaias e não renunciemos ao nosso direito à Vida Eterna por um punhado de prazeres passageiros.

O Senhor seja contigo, nobre amigo,

O menor

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...