quarta-feira, 17 de junho de 2015

Sóstenes Cavalcante processa organizadores da Parada Gay


Deputado evangélico afirma que encenação de transexual crucificado teve o intuito de escarnecer a fé cristã

O deputado federal Sóstenes Cavalcante (PSD-RJ) apresentou, nesta terça-feira (16), denúncia junto ao Ministério Público de São Paulo contra os organizadores da 19ª Parada do Orgulho LGBT, realizada no dia 07 de junho de 2015, em São Paulo.
De acordo o parlamentar, os organizadores do evento devem ser responsabilizados pelo crime de profanação. No documento protocolado junto ao MP, Sóstenes cita que um dos principais trios elétricos presentes na Marcha levou a representação da crucificação de Jesus Cristo que foi encenada com um corpo feminino postado em uma cruz de madeira, tendo como protagonista de tal escárnio a transexual conhecida como Viviany Beleboni e que os organizadores foram coniventes.
“De maneira nenhuma a organização do evento, bem como seus idealizadores, podem se valer da desculpa que desconheciam previamente a realização da encenação do ato da crucificação, a qual é sagrada para qualquer cristão, uma vez que a provocação foi protagonizada em cima de um dos trios elétricos da organização da Marcha, que tinha acesso restrito de pessoas e neles só podiam fazer parte com a devida autorização”, argumentou o parlamentar.
“O que vimos durante a 19ª Marcha do Orgulho LGBT e o que vemos em diversas outras manifestações protagonizadas por ativistas homossexuais é o intuito claro de escarnecer, ridicularizar, achincalhar, zombar, troçar, desprezar, vilipendiar, aviltar, menoscabar, desdenhar, injuriar e tratar de modo ultrajante os dogmas e objetos da consciência religiosa cristã extrapolando assim a esfera imposta pelo Direito Penal e se inserindo na prática do delito tipificado no artigo 208, do Código Penal”, justificou Sóstenes.
Fonte: Gospel Prime

Um comentário:

MARIA SELMA DA SILVA Roch disse...

Mais um que se desviou para entrar na politica, tb os altos salário e a mordomias que um deputado recebe (injustamente,diga se de passagem). É difícil resistir a esta tentação! Quero esclarecer que não sou contra a um "irmão vocacionado" se candidatar a qualquer cargo,agora menos um pastor. Eles não foram chamados para isto ! Qt a questão de processar, tá agindo como os seguidores de Maomé e Jesus não precisa de defensores, Ele é Deus e não um deus, e sabe como tratar com os gays. Jesus precisa sim de pregadores do evangelho ! para com isto Sóstenes, vc é o homem errado,no lugar errado e na hora errada !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...