segunda-feira, 6 de junho de 2016

Crivella pede licença do Senado para disputar Prefeitura do Rio


Bispo licenciado da IURD deve disputar voto dos evangélicos com Flávio Bolsonaro

O senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) está oficialmente licenciado do mandato para poder disputar a prefeitura do Rio de Janeiro. O primeiro suplente, Eduardo Lopes, assumirá a vaga como fez entre 2012 e 2014, quando Crivella foi ministro do Ministério da Pesca e Aquicultura no primeiro mandato de Dilma Rousseff.
A licença é válida por 122 dias. Nesse período, Crivella irá se dedicar à campanha à prefeitura. Comentando as pesquisas favoráveis, declarou: “Se este resultado for confirmado nas urnas, farei de tudo para honrar essa confiança. O cenário político hoje é de mudança, e exige uma renovação”.
Ser primeiro nas pesquisas não é garantia
Segundo as primeiras espontâneas pesquisas divulgadas, Crivella possui 31,2% da preferência, contra 16,3% de Romário (PSB). Até o momento, o ex-jogador não oficializou se irá concorrer.  Membro de uma igreja batista, o deputado estadual Flavio Bolsonaro (PSC) também já lançou a candidatura e possivelmente disputará os votos no segmento evangélico com o bispo da IURD.
Num cenário sem Romário, Crivella teria 41,9% contra 14,1 de Marcelo Freixo, que aparece em segundo. Flávio Bolsonaro teria 8,4%.
Aparecer em primeiro nas pesquisas é comum para Marcelo Crivella. Para o governo do Rio de Janeiro, em 2014, ele aparecia em 1º lugar, mas acabou perdendo para Pezão (PMDB) quando os dois foram para o 2º turno.
Por sua vez, Flávio pode surpreender, não apenas pela popularidade que desfruta o sobrenome do pai, o deputado Jair Bolsonaro. Na primeira eleição que concorreu, em 2002, recebeu cerca de 30 mil votos. Na mais recente, em 2014, teve 160.359 votos, sendo o terceiro deputado mais votado no estado, com um crescimento de mais de 500% de apoio.
Com informações de O Dia e Diário do Rio via Gospel Prime

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...