segunda-feira, 13 de junho de 2016

Viúva de pastor obtém pensão de igreja

A mulher de 62 anos irá receber um salário mínimo
Em maio, a Justiça autorizou o pagamento de pensão para a viúva de um pastor da Assembleia de Deus Ministério Madureira em Formoso do Araguaia (TO). A decisão foi realizada através do Projeto Justiça Ativa que realizou audiências de conciliação na comarca de São Miguel do Araguaia.
Segundo informações do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), a dona de casa Francisca de Sousa Costa Noleto, de 62 anos, entrou com o pedido para receber pensão após a morte do seu esposo, o pastor Alcides Martins Noleto.
Pela decisão, a viúva passará a receber de um salário mínimo, além de R$ 17 mil, valor relativo à execução provisória deferida a título de tutela antecipada. Francisca Noleto também irá receber R$ 72 mil referentes aos valores vencidos pelo descumprimento da decisão antecipatória.
“Estou muito feliz porque tudo terminou bem e não precisarei mais peregrinar pelos corredores do fórum. Sou sozinha no mundo, não tenho família, nem herdeiros, e agora posso contar com esse dinheiro até o fim da vida. Para quem não tem nada, essa quantia é muito grande”, comemorou a viúva que há muito tempo buscava receber seu direito.
A representante legal da igreja, advogada Eliane Carvalho Falcão, elogiou o trabalho do Projeto Justiça Ativa que promoveu a audiência de conciliação.
“Sempre fui adepta do acordo porque ele beneficia ambas as partes. Com o advento do novo Código de Processo Civil (CPC), que torna obrigatória a realização da audiência de conciliação, posso realmente afirmar que um acordo é, sem dúvida, melhor que uma boa demanda”, disse.
Com informações TJGO via Gospel Prime

Um comentário:

Moisés Jacob disse...

Isto não deveria acontecer, onde está o cuidado com as viúvas? lamento pois nasci no evangelho mas, atualmente os lideres estão mais preocupados em aumentar seu império denominacional do que cuidar dos necessitados, os dízimos e ofertas hoje, perdeu ao longo do tempo sua aplicação conforme a palavra de Deus, enquanto as diretorias recebe por seus "serviços"(e muitos não precisam pois tem seus trabalhos secular bem renumerados) a maioria dos nossos irmãos passam necessidades. Mas, um dia esses homens que fazem da igreja um negocio receberão de Deus a sua recompensa: "Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas?
E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade. Mateus 7:22,23 Que o Senhor tenha misericórdia de sua igreja!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...