segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Urgente! Coréia do Norte diz que vai abater todos aviões dos EUA


Trump ainda foi chamado de "mentalmente perturbado e cheio de megalomania" e foi acusado pelo norte-coreano de impor ameaça à segurança internacional


Ri Yonh Ho, ministro das Relações Exteriores do governo Kim Jon-Un na Coreia do Norte, afirmou nesta segunda-feira (25) que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump declarou guerra ao seu país via Twitter, rede social que o presidente tem usado para proferir ameaças contra o regime de Kim Jong-Un.

O Tweet citado é o que trump afirma que a liderança da Coreia do Norte "não permaneceria por muito tempo" caso o ministro mantivesse o que Kim pensa na Assembléia Geral da ONU.

Segundo Ri Yonh, Pyongyang tem direito de tomar medidas defensivas, como derrubar bombardeios dos Estados Unidos mesmo se os mesmos estiverem fora de seu espaço aéreo, já que o presidente norte-americano "declarou guerra".

"O mundo inteiro deve se lembrar claramente de que os EUA declararam guerra contra nosso país", afirmou o chanceler norte-coreano em entrevista em Nova York.

"Acabei de ouvir o ministro das Relações Exteriores da Coreia do Norte falar na ONU. Se ele ecoa os pensamentos do Homem foguete, eles não durarão muito mais tempo!", escreveu Trump.

No primeiro discurso que fez na Organização das Nações Unidas desde que tomou posse como presidente, Donald Trump ameaçou destruir totalmente a Coreia do Norte e chamou o líder do país de “homem-foguete” que está em uma "missão suicida" contra si e seu país em pleno púlpito das Nações Unidas.

"Devido à sua falta de conhecimento comum básico e sentimento adequado, ele tentou insultar a dignidade suprema do meu país ao se referir (a Kim Jong-un) como um foguete. Ninguém, além de Trump, está numa missão suicida", disse o chanceler norte-coreano no sábado.
Trump ainda foi chamado de "mentalmente perturbado e cheio de megalomania" e foi acusado pelo norte-coreano de impor ameaça à segurança internacional. O republicano teria manchado a ONU com os comentários proferidos contra o regime do país asiático e "pagará por isso", segundo Ri.

Trump quer, segundo o chanceler, fazer com que a ONU se torne um "ninho de gângsters" onde o "derramamento de sangue é a ordem do dia". A Coreia do Norte fez testes nucleares em 2006, 2009, 2013, dois em 2016 e um em 2017.

A briga entre os líderes mundiais esquenta toda a boa fé entre os países. O motivo é que a China é aliada da Coreia do Norte e, caso haja um ataque vindo dos EUA, haverá problemas entre as duas potências. Por outro lado, a Coreia ameaça atacar o Japão, país aliado dos EUA, fazendo assim com que quatro países estejam envolvidos em toda a confusão entre Trump e Kim.
Fonte: Gospel Geral

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...