sexta-feira, 13 de outubro de 2017

“Estamos parando os ataques aos valores judaico-cristãos”, avisa Trump

Presidente Trump listou ações que tentam desfazer os abusos do governo Barack Obama

O presidente Donald Trump falou sobe as decisões de sua administração diante de um encontro de conservadores na capital Washington, nesta sexta-feira (13). Diante da plateia da 12 ª Cúpula Anual do Eleitores de Valores, ele garantiu: "estamos parando os ataques aos valores judaico-cristãos".
Em seu discurso, Trump garantiu ainda que "nos últimos 10 meses, cumprimos uma promessa após a outra", passando a citar os pontos altos de seu governo. Lembrou que nomeou um juiz conservador e pró-vida para a Suprema Corte: Neil Gorsuch.
"Para proteger o nascituro, restabeleci uma política estabelecida pelo presidente Ronald Reagan. Para proteger a liberdade religiosa, incluindo grupos como esse, assinei uma nova ação executiva durante o Dia Nacional de Oração", pontuou.
Trump também mostrou contrariedade à Emenda Johnson, lei que proíbe igrejas de se envolverem em atividades políticas, prometendo que enquanto for presidente, "não permitirá que o governo censure os sermões, ou direcione nossos pastores, nossos ministros religiosos ou nossos rabinos".
"Estas são as pessoas que queremos ouvir e elas não serão mais silenciadas", continuou Trump, sob aplausos da plateia. Destacou ainda que está lutando contra leis moralmente frouxas instituídas por Barack Obama, como a que obrigava instituições religiosas a violarem seus princípios tendo de oferecer a possibilidade de aborto aos empregados, como medida de saúde pública.
O presidente disse ainda estar cientes das lutas de ativistas cristãos conservadores. Por isso, garantiu que, dentro do possível, está fazendo esforços contínuos para "parar os ataques aos valores judaico-cristãos".
O presidente do Family Research Council, Tony Perkins, afirmou que ele e outros líderes conservadores estão "agradecidos por ouvir de um presidente que está cumprindo as promessas que fez durante a campanha".
"A ordem executiva do presidente Trump sobre a liberdade religiosa e as ações de acompanhamento contra o aborto demonstram que ele está empenhado em desfazer as políticas anticristãs da administração anterior e restaurar a verdadeira liberdade religiosa", comemorou.
Com informações Christian Post via Gospel Prime

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...