quinta-feira, 6 de maio de 2021

Em discurso do Dia Nacional da Oração, presidente Joe Biden não menciona Deus


Deus não foi mencionado nenhuma vez em todo o discurso do presidente norte-americano

Nesta quinta-feira (6), os EUA celebra o Dia Nacional da Oração, e o presidente Joe Biden (Democrata) leu um discurso onde Deus não é mencionado, causando grande desconforto com a comunidade cristã.

Uma das maiores nações protestantes do mundo viu discursos brilhantes do ex-presidente Donald Trump (Republicano) falando sobre a importância da fé e do cristianismo.

Mas seu oponente desagradou a todos ao ignorar Deus de seu discurso.

Leia:

PELO PRESIDENTE DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA – UMA PROCLAMAÇÃO

Ao longo de nossa história, americanos de muitas religiões e sistemas de crenças recorreram à oração em busca de força, esperança e orientação. A oração alimentou inúmeras almas e impulsionou movimentos morais – incluindo lutas essenciais contra a injustiça racial, o trabalho infantil e a violação dos direitos dos americanos deficientes. A oração também é uma prática diária para muitos, seja para pedir ajuda ou força, ou para agradecer pelas bênçãos concedidas.

A Primeira Emenda de nossa Constituição protege os direitos de liberdade de expressão e liberdade religiosa, incluindo o direito de todos os americanos de orar. Essas liberdades nos ajudaram a criar e manter uma nação de notável vitalidade e diversidade religiosa ao longo das gerações.

Hoje, lembramos e celebramos o papel que o bálsamo curativo da oração pode desempenhar em nossas vidas e na vida de nossa nação. Enquanto continuamos a enfrentar as crises e os desafios de nosso tempo – de uma pandemia mortal, à perda de vidas e meios de subsistência em seu rastro, a uma avaliação da justiça racial, à ameaça existencial da mudança climática – os americanos de fé podem invoque o poder da oração para nos dar esperança e nos elevar para o trabalho que temos pela frente. Como disse o falecido congressista John Lewis: “Nada pode impedir o poder de um povo comprometido e determinado de fazer a diferença em nossa sociedade. Por quê? Porque os seres humanos são o elo mais dinâmico com o divino neste planeta.”

Neste Dia Nacional de Oração, nos unimos com propósito e determinação, e nos comprometemos novamente com as liberdades fundamentais que ajudaram a definir e guiar nossa nação desde os primeiros dias. Celebramos nossa incrível sorte de que, como americanos, podemos exercer nossas convicções livremente – não importa nossa fé ou crenças. Vamos encontrar em nossas orações, como quer que sejam feitas, a determinação de superar as adversidades, superar nossas diferenças e nos unir como uma Nação para enfrentar este momento da história.

O Congresso, pela Lei Pública 100-307, conforme emendada, pediu ao presidente para emitir a cada ano uma proclamação designando a primeira quinta-feira de maio como um “Dia Nacional de Oração”.

AGORA, PORTANTO, eu, JOSEPH R. BIDEN JR., Presidente dos Estados Unidos da América, em virtude da autoridade que me é conferida pela Constituição e pelas leis dos Estados Unidos, proclamo o dia 6 de maio de 2021, como um Dia Nacional de Oração. Convido os cidadãos de nossa nação a agradecer, de acordo com sua própria fé e consciência, por nossas muitas liberdades e bênçãos, e me junto a todas as pessoas de fé em orações por orientação espiritual, misericórdia e proteção.

EM TESTEMUNHO DO QUE, declaro minha mão neste quinto dia de maio, do ano de nosso Senhor dois mil e vinte e um, e da Independência dos Estados Unidos da América, duzentos e quarenta e cinco.

JOSEPH R. BIDEN JR.

Com informações CBN News via JM Notícia

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...