quinta-feira, 19 de março de 2020

Condesb determina que todos os bares, shopping centers, igrejas e academias de toda a Baixada Santista deverão ser fechados até sexta-feira (20)

Os nove prefeitos que integram o Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus determinaram que todos os bares, shopping centers, igrejas e academias de toda a Baixada Santista deverão ser fechados até esta sexta-feira (20). As novas restrições fazem parte das medidas de prevenção à pandemia de coronavírus. A faixa de areia de todas as praias dos nove municípios também estão proibidas para moradores e pessoas de outras regiões.
As novas determinações foram anunciadas pelo prefeito de Santos Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) no começo da tarde desta quinta-feira (19). Segundo ele, a reunião com os outros chefes da Região apontou para a iminência da confirmação dos primeiros casos confirmados de pacientes que contraíram o coronavírus e que se encontram na Baixada Santista.
No caso da praia, a restrição a banhistas também foi estendida a donos de barracas, vendedores ambulantes e utilização de qualquer tipo de objetos como guarda-sol, cadeiras e mesas.
"Também estamos encerrando todas as atividades dos hotéis de Santos, estamos repassando aos estabelecimentos que eles não deverão mais receber novos hóspedes nos próximos dias e dando tempo, pelo menos até a segunda-feira (23), para que as pessoas hospedadas atualmente nestes locais tenham tempo para decidir o que farão", explica.
Dentre as novas ações a serem tomadas, se encontram também o fechamento das rodoviárias. A única exceção será para profissionais de saúde, segurança e assistência social que precisam se deslocar para a Capital com o objetivo de trabalhar contra a pandemia.
"São medidas duras, difíceis, mas necessárias, não podemos permitir que as pessoas acreditem que este é um período de férias. São atitudes necessárias para preservar a vida das pessoas", afirma Paulo Alexandre.
O Comitê, também recomenda o desestimulo do uso do Sistema Anchieta-Imigrantes. O Governo do Estado já foi comunicado da decisão e acompanha as ações que ocorrem em todas as nove cidades da Região.
"Também estamos ampliando os leitos nos hospitais. Tudo isso é para proteger a Baixada, o momento exige esse tipo de tomada de decisões", conclui o prefeito de Santos. Confira a seguir todos os novos pontos decididos pelos prefeitos durante esta quinta-feira.
1- Comércio 
Shopping - determinação de fechamento com abertura de serviços essenciais como supermercados e farmácias e controle rigoroso de acesso a partir de sexta-feira (20).

Academia, casas noturnas e Igrejas - determinação de fechamento a partir de sexta-feira (20).
2- Praia
Restrição total de acesso a faixa de areia, incluindo barracas, cadeiras, guarda-sol e ambulantes na praia.

3 - Restaurantes, bares, similares e lanchonetes
Recomendação para os estabelecimentos na cidade com redução de 30% de cadeiras e mesas. Sem prejuízo de medidas mais restritivas conforme o andamento.
Incentivar o comércio delivery para pedidos de refeição e demais produtos.

4 - Acesso à Baixada Santista
Solicitar ao Estado e à Concessionária início imediato de campanha de divulgação e conscientização no sistema Anchieta/Imigrantes para desestimular que as pessoas venham à região, com o objetivo de preservar o sistema de saúde local e a comunidade.

5 - Rodoviária
Restrição total do funcionamento da rodoviária, observadas as excepcionalidades dos profissionais com serviços essenciais como de saúde e segurança. Será encaminhada carta ao governador João Doria  solicitando o atendimento deste pedido por meio da Artesp e concessionária.

6 - Turismo
Determinação de que ninguém mais entra  nos hotéis, pousadas e similares na Baixada Santista a partir de hoje e determinação de suspensão das atividades a partir de segunda-feira (23), com o objetivo de desestimular o uso turístico da região.

7 - Quarentena
Controle dos imóveis vazios e de uso ocasional para evitar a vinda de pessoas para cumprimento de quarentena na região.

8 - Plano de contingência 
Acrescentar pedido de mais 14 leitos de UTI para Bertioga, 10 para Praia Grande, 4 para São Vicente e de 20 para Guarujá.

9 - Unidades básicas
Suspender os atendimentos de rotina mediante agendamento das unidades básicas, com exceção de projetos estratégicos, por exemplo o pré-natal.

Fonte: DL

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...