sábado, 4 de abril de 2020

Decreto do Governador de Santa Catarina leva polícia a interromper Culto no Lar - A grita foi geral


Por conta do conteúdo ambíguo do decreto de número 515 de 17.03.2020 do Governador do Estado de Santa Catarina, a Polícia Militar foi acionada por vizinhos, indo até a residência de uma família evangélica que fazia um Culto no Lar, na quarentena do Coronavírus, entre os 05 (cinco) membros da própria família, sob a responsabilidade da irmã CARINA ANDRADE DA SILVA, de 40 anos, interrompendo o culto e autuando a família, tendo sido lavrado um Boletim de Ocorrência sob número 0252715/2020 de 02.04.2020, no batalhão da Polícia Militar da cidade de Forquilhinha (SC).

O conhecido Pastor Daladier Santos, blogueiro e pastor auxiliar na AD em Abreu e Lima (PE)  assim se posicionou em seu perfil no Facebook:
"PERSEGUIÇÃO RELIGIOSA? Enquanto isso... Pessoas de uma mesma família, conforme foi possível entender do BO, foram visitadas pela PMSC e instadas a acabar um culto familiar, sob alegação de decreto estadual. Segue o link pra consultar o BO completo: bit.ly/Absurdo_SC. Aqui o decreto do Governador de SC: bit.ly/Decreto_SC, atenção ao artigo 3º, grato ao nobre Eliseu X Priscila pelo envio. Acionamos o MPF, aguardemos os desdobramentos."
A grita foi geral entre políticos da oposição, denúncias na internet, inclusive com denúncias no Ministério Público, o que ocasionou retratação de agentes da Polícia Militar, os quais, por certo orientados por seus comandantes voltaram à residência para retratação, na manhã de hoje, sábado - 04.04.2020, às 9h da manhã, quando após uma hora de conversa com a irmã autuada, pediram uma oração pelos policiais e gravaram um vídeo.

ASSISTA AQUI A RETRATAÇÃO


Uma família orando dentro da sua casa, ser interrompida com a lavratura de um Boletim de Ocorrência pela polícia militar, já é um caso claro e explícito de intolerância religiosa.

Ainda bem que as diversas manifestações deram o resultado desejado e houve a retratação por parte da Polícia Militar de Santa catarina.

Cristãos não podem e nem devem desobedecer as ordens governamentais, no entanto na mesma proporção, na condição de cidadãos brasileiros, devem exigir seus direitos constitucionais, afinal de contas, em horas de crise como a que estamos vivendo, muitos se aproveitam para impor seus caprichos pessoais, aproveitando-se de qualquer brecha para se impor contra aquilo que não apoiam ou odeiam.

Oremos pelo Brasil!

Um comentário:

Unknown disse...

Aplausos para a polícia porém é necessario qui os policiais precisam serem corrigidos e devem saber até onde devem agir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...