quinta-feira, 8 de julho de 2021

Isaac Herzog toma posse como presidente de Israel e faz juramento sobre Bíblia do pai



Cerimônia aconteceu no Knesset, sede do parlamento israelense e contou com a presença do ex-presidente Reuven Rivlin.

O 11º presidente de Israel, Isaac Herzog, de 60 anos, foi formalmente empossado na quarta-feira (07) no Knesset, parlamento israelense, em substituição a Reuven Rivlin.

Herzog fez o juramento sobre a mesma Bíblia que seu pai, o sexto presidente de Israel, Chaim Herzog. A Bíblia pertenceu à avó do novo presidente, Sarah, em Glasgow. Seu marido, o futuro rabino-chefe de Israel, Yitzhak Halevi Herzog, o levou para a Europa para resgatar crianças judias de orfanatos e mosteiros após o Holocausto.

Ao aceitar a presidência, Herzog prometeu “diminuir o tom, reduzir as chamas e acalmar as coisas” em Israel, apesar das muitas divisões no Estado judeu democrático.

Vou me preparar para concluir a tarefa todas as manhãs para ser o presidente para todos”, disse Herzog.

Herzog observou os dois anos e meio de tempestuosas campanhas eleitorais que se seguiram, no que ele chamou de uma crise política sem precedentes no Estado de Israel.

Foi uma crise que, como nos ensina a história dos tempos modernos, conseguiu no passado destruir nações muito mais antigas e estabelecidas do que o jovem Estado de Israel, que tem apenas 73 anos”, disse.

Herzog disse que “embarcaria em uma jornada entre as linhas das fissuras e rupturas da sociedade israelense” e “almejaria ser um unificador em meio às diferenças, a ponte entre as lágrimas”.

Discurso final

Em seu discurso final ao Knesset, Rivlin começou a chorar e advertiu Herzog de que nada em Israel pode ser dado como certo. Herzog agradeceu a Rivlin por seus anos de serviço em seu discurso.

Você soube como tornar seu amor por este país contagiante para seus filhos e filhas”, disse Herzog a Rivlin. “Você representou Israel com grande respeito na família das nações, inclusive durante o último mês de seu mandato. Você identificou dolorosamente os pontos de ruptura na sociedade israelense. Você colocou um espelho diante de nós, mesmo que seu reflexo nem sempre fosse agradável para todos nós.

Primeiro-ministro

Herzog desejou sucesso ao novo governo do primeiro-ministro Naftali Bennett.

Existem muitos argumentos complexos em Israel que se concentram em elementos internos”, disse ele. “Esta é a beleza da democracia israelense. Estou confiante de que todo este corpo deseja que você tenha sucesso. Que seja o sucesso de todo o Estado de Israel.

Mas Herzog também fez questão de desejar felicidades à oposição, sob o líder do Likud, Benjamin Netanyahu, contra quem concorreu sem sucesso a primeiro-ministro.

Não há democracia sem oposição”, disse Herzog. “A realidade política me chamou várias vezes para ocupar o cargo que ocupa agora. Desta vez, ele caiu sobre seus ombros. Estou confiante de que você cumprirá seu serviço ao povo da oposição de maneira estadista, responsável e relevante.”

O evento contou com a presença de uma longa lista de dignitários, incluindo a presidente da Suprema Corte, Esther Hayut, e o ex-primeiro-ministro Ehud Olmert.

Mudanças no Oriente Médio

Rivlin, que falou antes de Herzog, parabenizou o novo presidente.

Excelência o 11º presidente, meu bom amigo Isaac, estou colocando em sua custódia este querido povo”, disse ele.

O ex-presidente também mencionou a importância da assimilação de Israel na região e a necessidade de integrar os árabes na sociedade do país.

Estamos vivendo em uma era de mudanças no Oriente Médio ... onde o Estado de Israel está enraizado. Devemos fortalecer esse processo aprofundando nossa familiaridade e compreensão do idioma, da história e da cultura que nos rodeia”, disse ele.

Acredito que se pudermos viver aqui juntos, judeus e árabes, encontraremos o caminho para a convivência entre o rio Jordão e o mar, e em toda a região”, acrescentou, antes de se encaminhar para a residência oficial, onde aguardaria o novo presidente.

Depois de examinar uma guarda de honra das FDI e se curvar à bandeira nacional, Herzog seguiu pela Mea She’arim Plaza, onde Rivlin o esperava para recebê-lo na entrada do salão principal.

Eles tiveram uma reunião privada com conselheiros seniores, antes de voltarem ao salão principal da recepção para fazer declarações oficiais.

Fonte: Guiame

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...