quarta-feira, 28 de março de 2018

Membros de Tribo Perdida Retornam a Israel após 2.700 Anos

Esta semana mais 200 judeus da tribo de Manassés chegaram a Israel. Os chamados "Bnei Menashe" vieram juntar-se aos 3.500 que já vivem em Israel, enquanto cerca de 7 mil deles continuam no noroeste da Índia.
O governo de Israel concedeu vistos de residência e os reconheceu como judeus apesar das controvérsias existentes, já que desde 2005 alguns rabinos defendem que eles são parte de uma das "dez tribos perdidas, exilados de sua terra natal há cerca de 2.700 anos.
Segundo a tradição oral, os membros da tribo de Menashe foram levados como escravos quando os assírios invadiram o norte de Israel em 721 AC. Suas mudanças no exílio levaram-nos pela Pérsia, Afeganistão, Hindu-Kush e Tibete. Em  240 AC chegaram a Kaifeng, no leste da China Central, e depois radicaram-se em Manipur, no nordeste da Índia.
O rabino Michael Freund, presidente da Shavei Israel, uma organização dedicada a encontrar "judeus perdidos e escondidos e ajudá-los a se reconectar com Israel”, disse ainda que "é auspicioso que eles estejam chegando uma semana antes do feriado da Páscoa", como uma repetição moderna do Êxodo do Egito.
Um acontecimento comovente na chegada foi visto quando dois irmãos, Shlomo e Binyamin Haokip se reencontraram. Binyamin fez aliá (imigração para Israel) há cinco anos.
Os recém chegados passarão seus primeiros três meses em um centro de absorção em K’far Hasidim, no norte de Israel, administrado pela Shavei Israel.  
"Ele erguerá uma bandeira para as nações a fim de reunir os exilados de Israel; ajuntará o povo disperso de Judá desde os quatro cantos da terra.
(Isaías 11:12)

Fonte: ETAEP

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...