sábado, 22 de agosto de 2020

China já utilizava a cloroquina hà (06) seis meses, a imprensa brasileira que não divulgava


Protocolo de macarrão
por J.A. Campetti Nieto
Ao contrário do que imprensa brasileira anuncia com surpresa, a China não recomendou hoje o uso do fosfato de cloroquina.
A China usa o fosfato de cloroquina desde fevereiro, contra o COVID19. Ou seja, usa e recomenda há 6 meses.
Ainda em fevereiro e março houveram coletivas de imprensa como as de ontem, 19/08 e reportagens em jornais governamentais, onde a Comissão Nacional de Saúde da China anuncia os novos planos e medidas no combate ao coronavirus.
Durante estes seis meses, a imprensa brasileira fechou os olhos para essa informação, e com essa omissão, gerou desinformação sobre a cloroquina, sempre deixando de mencionar o uso da cloroquina na China durante o desastre de Huwan, como se a China tivesse usado algum protocolo de macarrão para conter a alta mortalidade naquele mês.
Ontem, 19/08/20 a China apenas manteve a recomendação do uso da cloroquina, vigente no país desde fevereiro.
Sobre a cronologia da cloroquina na China em fevereiro temos reportagem publicada: 17/02/20: China anuncia o uso da cloroquina no combate ao COVID-19

VEJA MAIS AQUI:

Um comentário:

Laudinei- NEI disse...

O fato de um país ou um grupo especifico indicar ou usar o remédio não significa que ele tenha efeitos no tratamento. Para aprovação de medicamentos existem "Ns" protocolos e procedimentos feito por diversas entidades de saúde no mundo todo. Revistas cientificas tem que publicar os resultados. Não basta um presidente charlatão na área médica como Bolsonaro ou um governo ditador como o da China aprovar o remédio para que seu uso seja eficaz. Praticamente todo resto do mundo e seus departamentos de saúde concluiriam a ineficácia da Cloroquina para o Covid 19. Países sérios viram seus cidadãos morrerem e a economia enfraquecer por causa da pandemia, certamente teriam indicado este remédio se ele fosse eficaz, eles não teriam o por que querer contradizer Bolsonaro por nada.. No Brasil pela adoração ao "presidente mito" o povo aceita qualquer coisa que ela diga ou faça e ai não importa a ciências. Um ou outro médico que abone as palavras do mito são suficiente para se criticar os outros 99% que por estudos científicos dizem o contrário. As mesma pessoas que veem o uso da Cloroquina na China como prova que MAndeta ( e a OMS, e os Conselhos de saúde do Brasil e mundo, e as Universidades e seus cientistas, as grandes publicações médicas...) são os mesmo que dizem que não tomariam a vacina chinesa em hipótese nenhuma por não confiar no país. Triste ver crentes negando a saúde a adorando políticos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...