sexta-feira, 15 de maio de 2015

Silas Malafaia cobra posição de Crivella sobre novo ministro do STF


Pelo Twitter o pastor Silas Malafaia cobrou o posicionamento do senador Marcelo Crivella a respeito da indicação de Luiz Edson Fachin ao Supremo Tribunal Federal.
Malafaia é contra a indicação feita pela presidente Dilma Rousseff por conta dos projetos defendidos pelo novo ministro. “Fachin defende direito da amante, poligamia, desapropriação de terras produtivas etc, etc… Quero ver se o senador Crivella vai apoiar ou não”, escreveu.
As acusações são referentes aos projetos já divulgados pelo Instituto Brasileiro de Direito de Família (IBDFAM), do qual Fachin era diretor.
Apesar de negar qualquer ligação com o PT, o novo ministro é acusado de entrar para o STF para defender temas que venham a beneficiar o partido ou seus ideais.
O senador Magno Malta já se posicionou contra a indicação de Fachin e faz parte da campanha que rejeita o jurista. Malafaia diz que já conhece o posicionamento de Malta e pede para que Crivella se posicione.
“Já conheço o voto do senador Magno Malta contra Fachin, quero saber se o senador Crivella vai ter a coragem de votar a favor desse indivíduo”, escreveu.
Os senadores passaram 12 horas sabatinando Fachin sobre os mais diferentes temas, Magno Malta, por exemplo, fez perguntas relacionadas à família e quis saber se o jurista é contra ou a favor do casamento entre pessoas do mesmo sexo.
“Tenho para mim que determinadas categorias foram mesmo pesadas para casais heterossexuais”, disse Fachin respondendo ao senador capixaba.
Para se fazer mais entendido ele completou a resposta dizendo: “Eu sou favorável a que haja lei e que na lei, se dependesse eventualmente da minha manifestação, seria favorável à atribuição de direitos civis. Vou usar uma expressão que pode ser um pouco profana: que não se deve heterossexualizar a homossexualidade. São coisas distintas, cada uma tem a sua esfera. E em relação ao casamento, foi um instituto que foi pensado e historicamente levado efeito para a heterossexualidade”, disse.
Fachin foi aprovado pela comissão do Senado com 20 votos a favor e 7 contrários. A votação foi secreta e Crivella se comportou gentil com o jurista durante a sabatina, sem cobrar os projetos em relação ao pagamento de pensão para amantes.
Fonte: Gospel Prime
Meu Comentario:
Esse é um ônus, não só do Pastor Silas Malafaia, mas de todo líder religioso, quando indica, apóia ou referenda alguém a um cargo público, cobrar coerência e fidelidade em sua postura, bem como em suas ações e manifestações, de maneira que estejam de acordo com suas promessas e plano de ação política, quando da campanha, junto aos seus eleitores. Parabéns ao Pr. Silas Malafaia.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...